Nelter tem reunião com represente da MHAG Mineração

O deputado estadual Nelter Queiroz conversou na última terça-feira (30/04), com o diretor da MHAG, Pio Egídio Sacchi, a respeito da possível retomada das atividades na Mina do Bonito em Jucurutu.

Devido as reuniões das comissões parlamentares que o parlamentar integra na Assembleia Legislativa, Queiroz não participou da reunião na governadoria na terça-feira, oportunidade em que a governadora Fátima Bezerra garantiu segurança jurídica a MHAG Mineração, empresa de produção de ferro.

A MHAG Mineração iniciou suas atividades na Mina do Bonito, no município de Jucurutu, em 2005, produzindo cerca de 400 mil toneladas de ferro por ano. A produção estava paralisada desde 2009 por falta de investimentos.

Nelter tenta viabilizar projeto de aproveitamento econômico dos rejeitos de scheelita na Mina do Bonito

A parte ao projeto de retomada das atividades de produção de ferro na Mina do Bonito, o deputado Nelter Queiroz tem conversado com o engenheiro de minas Paulo Ventura, que por sua vez está orientando os caminhos a serem seguidos para uma possível execução de um projeto do aproveitamento econômico dos rejeitos de scheelita estocados na Mina do Bonito em Jucurutu.

Leia maisNelter tem reunião com represente da MHAG Mineração

Assaltantes matam um e deixam outro ferido que voltavam de retiro religioso

Imagem relacionada

Um homem morreu e outro ficou ferido após um assalto que aconteceu em Parnamirim, na Grande Natal. Adailton Leandro da Silva, de 23 anos, morreu e José Henrique Alves, de 20 anos, está internado no hospital. Eles voltavam de um retiro religioso quando foram atingidos pelos tiros, ainda estavam com as malas que levaram para o encontro evangélico.

O crime aconteceu no final da noite deste domingo (6), na Rua Santa Teresinha, em frente à casa 244, no bairro Nova Esperança. De acordo com a polícia, era 23h30 quando dois homens se aproximaram das vítimas, em um carro prata. Os criminosos atiraram nos dois jovens fugiram levando as carteiras e os celulares deles.

Prefeito de Natal publica lei que proíbe capacetes e máscaras em postos de combustíveis

Motociclistas deverão tirar o capacete ao chegar em postos de combustíveis de Natal (Arquivo) — Foto: Ranniery Souza/Inter TV Cabugi

O prefeito de Natal Álvaro Dias (MDB), sancionou e publicou no Diário Oficial desta segunda-feira (6), a lei aprovada pela Câmara Municipal que proíbe o uso de capacetes nos postos de combustíveis, além de máscaras e outros objetos que possam cobrir o rosto em eventos e manifestações na capital potiguar. 

A Lei N.º 6.885 de 16 de abril não permite o ingresso ou permanência de pessoas utilizando capacete, boné, gorro, máscara, adereço, acessório, peça de vestuário ou outro tipo de objeto que oculte a face ou dificulte a identificação do usuário, nos estabelecimentos públicos ou privados abertos ao público.

“Em postos de combustíveis, o objeto que oculte a face ou dificulte a identificação do usuário deverá ser retirado, pelo usuário, antes da faixa de segurança para abastecimento”, diz a lei. Os postos terão um prazo de 30 dias para fixar placas informando da proibição.

Os objetos são proibidos também em “reuniões públicas para manifestação de pensamento”, realizadas em locais abertos ou público. A lei ainda afirma que esse tipo de encontro deverá ser exercido sem o porto ou uso de qualquer arma, como armas de fogo, facas, a bastões, tacos e até pedras.

Justiça suspende nomeação e posse de familiares de prefeito de Campo Grande

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

O juiz Daniel Augusto Freire, da comarca de Campo Grande, determinou a suspensão dos efeitos dos atos de nomeação e posse no exercício de cargos em comissão ou funções gratificadas de três familiares do prefeito de Campo Grande, Manoel Fernandes de Góis Veras. As nomeações configuram a prática de nepotismo.

A determinação do magistrado atendeu ao pedido feito pelo Ministério Público Estadual em uma tutela provisória de urgência em Ação Civil Pública Declaratória de Nulidade de Ato Administrativo contra o prefeito, que assinou portarias nomeando parentes diretos para cargos de secretários na administração pública municipal.

As pessoas que estão impedidas de tomarem posse e também são réus na ação judicial são: Iara Maria Dantas Vieira, para o cargo de Secretária de Desenvolvimento Social; Geovana Medeiros Fernandes, para o cargo de Secretária de Educação, Esporte e Lazer; e Lyndon Jhonson Fernandes de Góis Veras, para o cargo de Secretário de Desenvolvimento Econômico. A decisão também suspende qualquer outra Portaria que os tenha nomeado para ocupar o cargo de secretário municipal.

Leia maisJustiça suspende nomeação e posse de familiares de prefeito de Campo Grande

Em Brasília, vereadora Fabielle Bezerra, apresenta pauta de melhorias para o Assu

A senadora Zenaide Maia recebeu a vereadora Fabielle e se comprometeu a atender as solicitações

Recentemente a vereadora Fabielle Bezerra em sua viagem a Brasília, participou da Marcha dos Vereadores a fim de dialogar com os deputados federais e senadores potiguares, solicitando resolutivas para as demandas relacionadas ao combate ao feminicídio, na visita a vereadora aproveitou para mostrar algumas solicitações que recebe diariamente da população de Assu, dentre essas solicitações destacam-se as obras de pavimentação e infraestrutura urbana e rural, abastecimento de água, drenagem e urbanização, incentivo ao esporte e saúde.

Segundo a vereadora, o contato direto com os parlamentares potiguares permite ver soluções práticas para as dificuldades que são enfrentadas nas diversas dinâmicas do município, os pedidos serão considerados quando da definição das emendas ao Orçamento Geral da União (OGU) para 2020.

Com o deputado Beto Rosado, a Vereadora Fabielle apresentou demandas e pediu solução ao parlamentar federal

Na sessão ordinária da última terça-feira (30), Fabielle Bezerra fez uso da tribuna, para prestar contas da ida a Brasília, durante a Marcha dos Vereadores. Na oportunidade, expos a gratidão pelos aprendizados e experiências vividas no evento, e garantiu continuar lutando por uma Assu melhor, no diálogo com senadores e deputados potiguares.

Na viagem a Brasília, a vereadora teve a oportunidade de bater à porta dos gabinetes dos deputados federais e senadores do RN, solicitando que as necessidades do povo assuenses sejam consideradas quando da definição das emendas junto ao Orçamento Geral da União (OGU) de 2020.

“Sinto-me feliz em poder, com essa visita, tentar garantir acessos e melhorias para o cotidiano de nossa gente, sempre tendo por olhar essencial a defesa da dignidade e da justiça social. O caminho, quando se faz de mãos dadas, conduz-nos às melhores rotas… Que continuemos fortes e dispostos a construirmos uma Assu mais feliz” finalizou a vereadora.

Três pessoas são denunciadas por peculato e lavagem de dinheiro em Maxaranguape

Denunciados desviaram mais de R$ 702 mil do Serviço Autônomo de Água e Esgotos (SAAE), no período de fevereiro de 2011 a dezembro de 2016, segundo o MP

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da Promotoria de Justiça da comarca de Extremoz, denunciou o servidor público federal cedido à Prefeitura de Maxaranguape, Valdeci Martins da Silva, o ex-diretor geral do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Maxaranguape/RN, Sebastião Gerônimo Romeiro, e o filho dele, Jonatas Saturnino Romeiro, pela prática reiterada do crime de peculato. Valdeci Martins da Silva também foi denunciado pelo crime de lavagem de dinheiro.

A investigação do MPRN demostrou que em datas variadas, no período de fevereiro de 2011 a dezembro de 2016, por 481 vezes, no Município de Maxaranguape/RN, os denunciados apropriaram-se e desviaram, em proveito de Valdeci e de Jonatas, dinheiro público no montante de R$ 702.216,48 do Erário municipal, pertencente ao Serviço Autônomo de Água e Esgotos (SAAE) de Maxaranguape/RN, do qual o segundo Sebastião tinha a posse em razão do cargo público que ocupava.

Sebastião Gerônimo Romeiro é cunhado do ex-prefeito de Maxaranguape/RN, Amaro Alves Saturnino, que possui grande influência e prestígio na região, tendo sido nomeado como diretor-geral do SAAE de Maxaranguape/RN ainda na gestão do seu cunhado e permanecendo na gestão da ex-prefeita, Maria Ivoneide da Silva.

VEJA DOCUMENTO AQUI

Leia maisTrês pessoas são denunciadas por peculato e lavagem de dinheiro em Maxaranguape

Bolsonaro chama general Mourão de ‘amigo dos momentos difíceis’

O presidente Jair Bolsonaro e o vice, general Hamilton Mourão

Alvo de ataques da ala olavista do governo, o vice-presidente Hamilton Mourão foi alvo de um afago de Jair Bolsonaro. Ele foi chamado nesta segunda-feira (6) de “amigo dos momentos difíceis” pelo presidente.

“Vice-presidente, general Mourão, amigo dos momentos difíceis. Juntos cumpriremos essa missão”, disse o presidente, na saudação inicial da cerimônia de lançamento de selo e medalha em comemoração aos 130 anos do Colégio Militar do Rio de Janeiro.

Mourão tem sido alvo da ala mais ideológica da base de Bolsonaro, o que inclui o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). O presidente também vem se aproximando cada vez mais do deputado Marcos Feliciano (PSC-SP), que pediu o impeachment de Mourão dias atrás.

Os críticos do vice consideram que ele tem buscado distanciar sua imagem do presidente a fim de se viabilizar como sucessor de Bolsonaro ou mesmo alimentar a derrubada do chefe do Executivo federal.

Italo Nogueira – Folha de São Paulo

Leia maisBolsonaro chama general Mourão de ‘amigo dos momentos difíceis’

Petrobrás repassa fortuna em royalties para Assu

Os royalties pagos pela atividade de exploração e produção de petróleo e gás natural na Bacia Potiguar já renderam, de janeiro até hoje mais, R$ 14 milhões a governadora Fátima Bezerra, do PT. O prefeito do Assú Gustavo Soares ja embolsou mais de R$ 1 milhão. Veja a lista abaixo:.

Assu R$ 1.063.206,71
Afonso Bezerra R$ 592.421,93
Alto do Rodrigues R$ 841.492,67
Carnaubais  R$ 812.218,86
Guamaré  R$ 1.140.181,35
Macau  R$ 1.281.051,23

MP manda prefeita exonerar secretário com direitos políticos suspensos

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da Promotoria de Justiça de Santa Cruz, expediu recomendação para que a prefeita de Lajes Pintadas, Antônia Ferreira Lima Furtado, na região Agreste Potiguar, exonere o secretário municipal de Transportes, Francisco Jucier Furtado, e abstenha-se de nomear novos secretários que estejam com os seus direitos políticos suspensos.

Na recomendação, o MPRN explica que Francisco Jucier Furtado encontra-se com os direitos políticos suspensos, em razão de condenações por atos de improbidade administrativa na esfera federal.

De acordo com a Lei de Improbidade Administrativa, o gestor público que nomear, para o cargo de secretário municipal, cidadão que não esteja em pleno gozo dos direitos políticos, poderá incorrer em ato de improbidade.

A prefeita deverá, no prazo máximo de 10 dias, informar as medidas adotadas, bem como enviar cópia dos atos administrativos comprobatórios. Em caso de não acatamento ou considerados impertinentes os motivos que levaram ao desatendimento, o Ministério Público informa que adotará as medidas legais para a responsabilização da gestora, através do ajuizamento da ação pertinente. VEJA AQUI DOCUMENTO

Mulher foi assassinada por asfixia em Mossoró

Imagem

A dona de casa, Maria Francisca Herculano da Silva de 38 anos, foi encontrada morta dentro de casa, na manhã de domingo, no bairro Belo Horizonte em Mossoró. Segundo o blog Fim da Linha, uma equipe do Samu, suspeitou que a domestica havia morrido, não de morte natural e sim de morte violente, uma vez que foram constatados a existencias de frimento no corpo.

No final da tarde de hoje, o Delegado de Plantão, Evandro Luiz dos Santos foi informado pela equipe de plantão no IML, que a morte da domestica foi provocada por asfixia mecânica. Maria Francisca foi sufocada até a morte sem qualquer possibilidade de reação.

Mossoró já chega a 56 homicídio no governo Fátima Bezerra

Imagem

A violência anda solta na cidade de Mossoró, localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte. Ontem, aconteceu mais um homicídio provocado pro disparos de arma de fogo, quando ontem, o jovem Robson Cruz dos Santos, 23 anos de idade, foi assassinado a tiros na calçada de um estabelecimento comercial no no bairro Aeroporto II (Macarrão).

Segundo informações da PM, a vítima foi abordada em casa e para tentar escapar da morte, tentou correr mas foi alcançado e morto a cerca de100 metros de sua residência.

O jovem foi atingido por vários trios e morreu no local, antes da chegada do SAMU. Uma unidade de suporte avançado (Alfa) ainda foi ao local, mas nada por fazer, uma vez que a vítima estava em óbito. A Polícia Militar, foi acionada e passou a isolar o local do crime.

George Soares recebeu 300 de João Maia e entrega emenda de R$ 200 mil a prefeita esposa dele

O deputado estadual e presidente em exercício da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, George Soares (PR), anunciou neste domingo (05) durante a sua participação na Grande Cavalgada do Sertão em Messias Targino em homenagem a emancipação do município, entregou duas emendas parlamentares, inseridas no Orçamento do Estado deste ano, que somam R$ 200 mil, a prefeita Shirley Targino, esposa do deputado federal João Maia (PR),.

George afirmou que as duas emendas são um presente para a cidade. Uma no valor de R$ 80 mil para a compra de um veículo para a Saúde do município e outra para a cobertura de uma quadra esportiva”, disse George Soares.

Na campanha eleitoral do ano passado, o deputado federal João Maia que recebeu apoio de George e seu irmão, o prefeito Gustavo Soares, praticamente bancou a campanha pela reeleição do filho com dinheiro do PR, doando mais de R$ 300 mil e agora, a prefeita e esposa dele, recebe 200.

Bloqueio do MEC atinge mestrado e doutorado

Universidades já podem aderir ao Sisu para o segundo semestre

Os reflexos do contingenciamento de R$ 7,4 bilhões do Ministério da Educação já começam a ser sentidos nos cursos de mestrado e doutorado. A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) vai congelar neste semestre bolsas que estão ociosas e reduzir aquelas que são concedidas em instituições mal avaliadas. Associações das áreas de ciência e educação devem começar hoje a se mobilizar para reverter bloqueios no Congresso.

Além do aperto na oferta de bolsas, a Capes vai encerrar o programa Idiomas Sem Fronteiras, que havia sido criado na esteira do Ciência sem Fronteiras. A coordenação não informou quantas bolsas serão atingidas com as medidas, mas a conta é reduzir inicialmente R$ 150 milhões dos R$ 3,4 bilhões destinados para a atividade.

Será preservado neste primeiro momento o pagamento de bolsas para formação de professores de educação básica. Atualmente, são 107.260 bolsistas. Nos registros da Capes, havia em fevereiro deste ano 92.253 bolsistas na pós-graduação. Os auxílios repassados estão há anos sem reajuste. Para mestrado, o valor mensal é de R$ 1,5 mil; para doutorado, é de R$ 2,2 mil.

Lígia Formenti, O Estado de S.Paulo

Leia maisBloqueio do MEC atinge mestrado e doutorado

Mourão diz que prefeito de NY ‘ofende todo o Brasil’

O vice-presidente Hamilton Mourão Foto: Jorge William / Agência O Globo

O vice-presidente Hamilton Mourão disse na noite de sábado que o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, ofendeu todo o Brasil ao criticar o presidente Jair Bolsonaro.

Na sexta-feira, de Blasio comemorou a desistência de Bolsonaro de participar de um evento na cidade americana . Pelo Twitter, disse que o brasileiro era um valentão “que não aguenta um soco” e “fugiu”.

Mourão usou a mesma rede social para rebater o comentário e afirmou que de Blasio atacou Bolsonaro sem conhecê-lo.

“O prefeito @BilldeBlasio surpreende quem tem Nova York como a cidade que universalmente acolhe pessoas de todas as origens, culturas, crenças e opiniões. Ufano, ataca  @jairbolsonaro sem conhecê-lo e ofende todo o Brasil, que é representado, democraticamente, por seu Presidente”, escreveu o vice-presidente.O Globo

 

Governo mantém sob sigilo condições de acordos com empresas na Lava Jato

Operação Lava Jato, 5 anos

O governo Jair Bolsonaro (PSL) decidiu manter sob sigilo partes essenciais dos acordos fechados nos últimos anos com empresas investigadas pela Lava Jato, ocultando do público as revelações que elas fizeram às autoridades e os critérios adotados para fixar as multas que receberam.

Desde o início da Lava Jato, a Advocacia-Geral da União (AGU) e o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) assinaram acordos de leniência com seis empresas, incluindo as duas maiores empreiteiras brasileiras, Odebrecht e Andrade Gutierrez.

Todas reconheceram ter corrompido políticos e funcionários públicos para fazer negócios com estatais como a Petrobras e se comprometeram a cooperar com as investigações, em troca de benefícios como a redução das multas previstas pela legislação e a possibilidade de voltar a contratar com o setor público.

As multas que as seis empresas deverão pagar somam mais de R$ 6 bilhões. As empreiteiras terão até duas décadas para quitá-las e poderão descontar os valores das multas fixadas em acordos semelhantes que assinaram antes com o Ministério Público Federal, para não pagar duas vezes pelos mesmos crimes.

Ricardo Balthazar – Folha de São Paulo

Leia maisGoverno mantém sob sigilo condições de acordos com empresas na Lava Jato

Mais de 20 mortos nos ataques entre Israel e Hamas em Gaza

Serviços de emergência palestinos tentam apagar chamas de carro de chefe do Hamas, atingido por bombardeio israelense, em Gaza Foto: MAHMUD HAMS 05-05-2019 / AFP

A escalada de enfrentamentos entre Israel e oHamas , na Faixa de Gaza , chegou aos maiores níveis em anos neste domingo, deixando um rastro de ao menos 27 vítimas dos dois lados. Desde sexta-feira, mais de 600 foguetes foram lançados do território palestino em Israel, matando quatro civis. Em retaliação, as Forças Armadas israelenses lançaram pesados bombardeios, fazendo, segundo a rede CNN, 23 vítimas.

ONU, Egito e Qatar entraram em cena para tentar mediar um cessar-fogo, que, segundo anunciou na noite de domingo o Hamas, foi alcançado com Israel. Segundo uma autoridade sob anonimato ouvida pela agência Reuters, a trégua entraria em vigor às 04h30 de segunda-feira no horário local (22h de domingo em Brasília).

Entre os mortos este domingo está um comandante do Hamas em  Gaza, atingido numa operação de assassinato seletivo — o primeiro do tipo contra uma autoridade do grupo radical, segundo os palestinos, desde a guerra de 2014 . O conflito árabe-israelense não tem solução à vista após sete décadas de impasse.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: