Netflix fará série sobre apresentador brasileiro acusado de mandar matar por audiência

O deputado estadual Wallace Souza durante sessão em que seu mandato foi cassado, em Manaus, em 2009
O deputado estadual Wallace Souza durante sessão em que seu mandato foi cassado, em Manaus, em 2009 – Alberto César Araújo/Folhapress

A história do apresentador de televisão Wallace Souza, preso sob suspeita de encomendar mortes para exibi-las num programa policial, será tema de uma série documental a ser desenvolvida pela Netflix. As informações são do site Deadline.

A produção de “Killer Ratings” (audiência assassina) ficará a cargo das produtoras britânicas responsável por produções documentais para a Nat Geo e BBC. Não há data de estreia para a atração.

Morto em 2010, Souza foi alçado à fama como apresentador de TV do programa sensacionalista “Canal Livre”, veiculado por uma emissora de Manaus. Ele foi acusado de ser o mandante de alguns dos assassinatos exibidos na atração.

Um ano antes de morrer, enfrentando ações na Justiça por homicídio, tráfico de drogas, formação de quadrilha, entre outros crimes, ele teve o seu mandato de deputado estadual pelo Amazonas cassado.

O caso ganhou repercussão internacional depois que as investigações comprovaram que imagens das vítimas eram mostradas no programa para aumentar a audiência. Folha de São Paulo

Leia maisNetflix fará série sobre apresentador brasileiro acusado de mandar matar por audiência

Nelter aponta insegurança vivida nos municípios de Assú e Caicó

Nesta terça-feira (7), durante pronunciamento realizado em sessão plenária da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN), o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) tratou sobre a insegurança em que passa os municípios de Assú e Caicó. Na oportunidade, o parlamentar citou várias ligações recebidas sobre assaltos ocorridos em ambos os municípios durante o último final de semana.

“Estou muito preocupado com a situação da segurança pública destes dois municípios. Neste final de semana teve localidades em Caicó que sofreram em torno de cinco assaltos, assim como também na cidade de Assú. É muito preocupante”, frisou o parlamentar.

Ainda em seu pronunciamento, Nelter Queiroz tornou público uma audiência que terá com a governadora Fátima Bezerra, com membros da cúpula da segurança pública do Estado e com empresários caicoenses para debater saídas para esta insegurança. “Uma das saídas urgentes, apontadas por um empresário amigo do município de Caicó, e que levaremos à governadora, é que os policiais pertencentes a cavalaria e a ambiental sejam, temporariamente, direcionados ao patrulhamento mais efetivo das ruas, como forma de aumentar o efetivo policial nas ruas”, apontou.

O deputado sugeriu que os demais parlamentares do Seridó, Ezequiel Ferreira (PSDB), Francisco do PT (PT) e Vilvado Costa (PSD), participem destas discussões. Queiroz também externou que fará o convite ao deputado George Soares (PR) e a classe política de Assú para participar deste encontro.

“Além da questão do baixo efetivo policial, também lembro o déficit existente em relação aos agentes penitenciários e delegados civis”, lembrou Nelter, voltando a destacar sua preocupação coma situação da insegurança dos municípios de Assú e Caicó.

Prefeitura divulga programação do São João de Assu 2019

Programação do São João de Assu, no RN, foi divulgada nesta terça-feira (7) — Foto: Bruno Andrade

Foi divulgado nesta terça-feira (7) a programação do São João de Assu, considerado o mais antigo do mundo. Este ano, a festa completa 293 anos. As atividades culturais e religiosas vão de 1º a 30 de junho.

As festas do São João de Assu custam uma fortuna aos cofres da Prefeitura do Assú, e acontecem na praça Praça São João Batista. Para este ano, a expectativa da organização é que mais de 50 mil pessoas participem dos festejos nos dias de grandes atrações.

Atrações

  • 14 de junho: ‘Zé Sanfoneiro’ e ‘JM Puxado’
  • 15 de junho: ‘Bonde do Brasil’ e ‘Edyr Vaqueiro’
  • 16 de junho: ‘Matheus e Kauan’ e ‘Túlio Milionário’
  • 20 de junho: ‘Saia Rodada’ e ‘Nuzio Medeiros’
  • 21 de junho: ‘Eliane’ e ‘Rafinha Rapaziada’
  • 22 de junho: ‘Caninana’ e ‘Aline & Dayvid’
  • 23 de junho: ‘Circuito’ e ‘Cavalo de Aço’
  • 24 de junho: ‘Zé Cantor’ e ‘Giannini’ / Show religioso com ‘Adriana Arydes’

Bolsonaro cede à pressão de parlamentares e vai recriar dois ministérios

Esplanada dos Ministérios, em Brasília Foto: Brenno Carvalho / O Globo

O governo cedeu à pressão de parlamentares e vai aumentar o número de ministérios do Executivo. O Ministério do Desenvolvimento Regional será desmembrado em duas pastas: Ministério das Cidades e Ministério da Integração Nacional, segundo O Globo.

A informação foi confirmada pelo líder do governo no Senado e relator da Medida Provisória (MP) da reforma administrativa, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Segundo o senador, a decisão foi tomada anteriormente, em uma outra reunião com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, na manhã desta terça-feira, e o desmembramento em duas pastas foi pedido por “vários líderes”, que alegaram ser importante ter um ministério exclusivo para tratar dos municípios, “em meio à crise financeira”.

Tabata contraria PDT e apoia reforma

Da periferia de SP e formada em Harvard, Tabata critica 'debate raso' da reforma. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Integrante de um partido de oposição ao governo Jair Bolsonaro, a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) ganhou os holofotes ao contrariar o próprio partido e defender publicamente a necessidade de uma reforma da Previdência. Autodeclarada progressista, ela afirmou ao Estadão/Broadcast que sente “uma tristeza muito grande” ao ver deputados e partidos se posicionarem contra a reforma.

Um deles é o próprio PDT, que fechou questão contra a proposta. “Eu não consigo entender. Quem é progressista, quem tem a luta social como algo do sangue mesmo, como que essas pessoas não se posicionam contra a desigualdade que é perpetuada pela Previdência?”, disse.

Embora não esteja na Comissão Especial que analisará a partir de hoje o texto da reforma no Congresso, ela disse que trabalhará para esclarecer parlamentares e população sobre pontos bons e ruins da proposta.

Tabata fez críticas, por exemplo, às mudanças apresentadas pelo governo no benefício assistencial para idosos de baixa renda, o BPC, na aposentadoria rural, na aposentadoria de professores (cuja maior crítica da parlamentar é a ausência de uma valorização da carreira, a exemplo da proposta dos militares) e à falta de detalhes sobre o regime de capitalização que o governo quer criar para que os futuros trabalhadores tenham uma espécie de poupança individual para a aposentadoria.

Por outro lado, disse que o Congresso não pode se furtar diante da grave situação da Previdência, que deve ter um rombo superior a R$ 300 bilhões neste ano, considerando INSS e regime de servidores federais.

Idiana Tomazelli, O Estado de S.Paulo

Leia maisTabata contraria PDT e apoia reforma

Bolsonaro sai em defesa de Olavo após ataque do ex-comandante do Exército

O presidente Jair Bolsonaro postou na manhã desta terça-feira, 7, uma defesa do filósofo Olavo de Carvalho, no momento em que o escritor intensifica seus ataques à ala militar do governo.

“Continuo admirando o Olavo”, escreveu o presidente em nota postada no Twitter. “Sua obra em muito contribuiu para que eu chegasse ao governo.” Para o político, sem os trabalhos do guru, “o PT teria retornado ao poder”.

No comunicado, Bolsonaro também elogiou o escritor como “um ícone”. Sobre as críticas do filósofo aos generais que integram sua equipe, o presidente escreveu: “Quanto aos desentendimentos ora públicos com os militares, aos quais devo minha formação e admiração, espero que seja uma página virada por ambas as partes”.

Na segunda, Bolsonaro disse que os atritos eram “coisas menores” e negou que existisse um racha entre a ala militar e a chamada ala ideológica do governo. “Não existe grupo de militares nem grupo de olavos aqui. Tudo é um time só.” Revista VEJA

Leia maisBolsonaro sai em defesa de Olavo após ataque do ex-comandante do Exército

Deputado Nelter Queiroz faz pleitos ao senador Jean-Paul a favor do Seridó


Nelter Queiroz faz pleitos a senador Jean-Paul Prates em prol do Seridó

O deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) esteve com o senador senador Jean-Paul Prates (PT), e durante a conversa pediu seu apoio a diversas lutas em prol da região Seridó, que há tempos são defendida pelo jucurutuense: federalização do trecho da RN-118 entre Caicó e Jucurutu; devolução ao Governo Federal da administração do trecho da BR-226 entre Currais Novos e Florânia; e a luta pelo início das atividades do IFRN Jucurutu (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte).

“Também cobrei empenho do senador Jean-Paul para que juntos possamos lutar pela viabilização de importantes obras estruturantes para nosso Seridó, que através de esforço nosso junto ao Governo anterior, conseguimos incluí-las ano passado no Programa Governo Cidadão”, destacou Queiroz.

As obras nas quais o deputado se refere são: pavimentação asfáltica da estrada que liga Santana do Matos à Serra de Santana; reforma e ampliação da Escola Estadual Maria Terceira e pavimentação da estrada que liga o Povoado Santo Antônio (Poviado Cobra) à RN-086, em Parelhas; construção de Central do Cidadão, anel viário e retomada/conclusão da pavimentação asfáltica da estrada de acesso à Serra de João do Vale, ambas em Jucurutu; e pavimentação do trecho da RN-088 que liga os municípios de Cruzeta e Florânia.

Outro pleito de extrema importância que  Nelter Queiroz também  pediu empenho de Jean-Paul Prates, junto ao Governo do Estado, diz respeito à reabertura da Susa, empresa que explora minério de ferro no município de Cruzeta. Na última semana, o deputado jucurutuense conseguiu a renovação de licença da empresa junto ao Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema).

Governo do RN define data para pagar 13º salário de 2017

O Governo do RN divulgou nesta segunda-feira (06) o calendário de pagamento dos salários e maio e de uma das quatro folhas em atraso deixadas pela administração anterior. No dia 31 de maio será pago o décimo terceiro de 2017 aos servidores estaduais que têm até R$ 12 mil líquido a receber, atendendo a 6.378 beneficiários (85,3% do total), no valor de R$ 15,6 milhões. No dia 28 de junho será a vez dos servidores que têm a receber acima de R$ 12 mil líquido, atendendo a 1.096 beneficiários (14,3%), num desembolso de R$ 14,61 milhões.

 Todos esses servidores são aposentados e pensionistas e já tinham recebido uma parcela de R$ 5 mil. Isso porque ano passado o Governo do Estado iniciou o pagamento escalonado do décimo terceiro de 2017, mas não concluiu a folha, deixando pendentes R$ 30,23 milhões.

A proposta de quitação foi apresentada pelo Governo e aceita pelo Fórum de Servidores em reunião no Gabinete Civil que contou com a presença da governadora Fátima Bezerra. Ela destacou, na ocasião, que os valores serão pagos com dinheiro dos royalties do petróleo e correção monetária, o que representa quase R$ 1,7 milhão de acréscimo na dívida com os servidores.

Leia maisGoverno do RN define data para pagar 13º salário de 2017

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: