Preso diz à PF que hackeou mensagens da Lava Jato e as entregou de forma anônima ao Intercept

Para a Polícia Federal, Walter Delgatti Neto, preso na última terça-feira (23) sob suspeita de atuar como hacker, foi a fonte do material que tem sido publicado desde junho pelo site The Intercept Brasil com conversas de autoridades da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba.

Em depoimento, como revelou a Folha, Delgatti disse que encaminhou as mensagens ao jornalista Glenn Greenwald, fundador do site, de forma anônima, voluntária e sem cobrança financeira.
Os contatos com Greenwald, segundo o preso, foram virtuais, somente pelo aplicativo de conversas Telegram, e ocorreram depois que os ataques aos celulares das autoridades já tinham sido efetuados.

A polícia agora trabalha para confirmar se as informações dadas por Delgatti, de que agiu de forma voluntária e sem pedir dinheiro em troca, são verdadeiras. Não há até agora indício de que tenha havido pagamento pelo material divulgado, segundo investigadores.

Em depoimento, Delgatti afirmou ainda ter agido neste caso por não concordar com os caminhos da Lava Jato. A apuração da PF é a de que o grupo hackeava contas do Telegram e contas bancárias por dinheiro.
A perícia criminal da Polícia Federal copiou dados guardados pelo suspeito preso em plataformas de nuvens na internet que sugerem veracidade em pelo menos algumas das declarações de Delgatti até aqui.

Leia maisPreso diz à PF que hackeou mensagens da Lava Jato e as entregou de forma anônima ao Intercept

Governo do RN convoca mais de 80 novos professores efetivos

O Diário Oficial do Estado de hoje (25), trouxe a convocação de 81 professores efetivos, aprovados no Edital nº 001/2015-SEARH/SEEC. Essa chamada acontece em substituição os candidatos que não assumiram seus cargos na convocação de efetivos realizada no final de março. No total, foram publicadas duas convocações.

Esses profissionais serão distribuídos pelas unidades de ensino estadual espalhadas pelas 16 diretorias regionais de Educação e Cultura. Os candidatos terão trinta dias, a partir da data de publicação, para se apresentarem nas sedes das Diretorias Regionais de Educação e de Cultura para onde foram convocados. Os educadores deverão levar toda a documentação e exames obrigatórios para assunção do cargo. Os itens exigidos estão descritos nas convocações publicadas no DOE.

Os nomeados desenvolverão suas atividades nas disciplinas de Artes, Biologia, Educação Física, Física, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Portuguesa, Matemática, Pedagogia (anos iniciais e educação especial), Química, Sociologia, Arte e Música. Também foram convocados especialistas em educação para atuar como suporte pedagógico.

*Jornal De Fato

MPRN recomenda que Câmara de Mossoró encerre contrato com empresa de contabilidade

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) requer que a Câmara Municipal de Mossoró rescinda imediatamente o contrato celebrado com uma empresa de contabilidade, interrompendo inclusive qualquer tipo de pagamento. A medida foi recomendada à presidenta da Casa Legislativa e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (25).

Em investigações realizadas pela 11ª Promotoria de Justiça de Mossoró, pertinentes a um inquérito civil, foi constatado que a Câmara Municipal da cidade contratou a empresa para realização de serviços na Fundação Vereador Aldenor Nogueira.

Porém, se a Câmara precisa de contador, o procedimento regular para a contratação deve ser via concurso público, inclusive diante da existência de vaga para referido cargo, conforme determina a legislação e a Constituição Federal de 1988.

O descumprimento ao que foi recomendado pode implicar na adoção das medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação, inclusive por meio de ajuizamento da ação civil pública de responsabilização pela prática do ato de improbidade administrativa, em face dos gestores responsáveis pelos atos supostamente ilícitos.

MOEDA DE TROCA: Sogro do prefeito de Itajá faz politicagem com a saúde do povo


O Prefeito do município de Itajá, Alaor Pessoa, tem agido de forma, no mínimo, irresponsável com a saúde do povo da cidade. Enquanto mantém seus familiares empregados no primeiro escalão da prefeitura, pagando gordos salários, ainda paga Blogs com dinheiro do povo, para se auto promover, e quem precisa dos serviços de saúde padece com problemas de infraestrutura, condições de higiene precárias e falta de equipamentos básicos.

Durante a campanha de 2016, o prefeito Alaor Pessoa fez mil e uma promessas, de uma saúde de qualidade, com equipamentos modernos, mas até hoje ninguém viu esses equipamentos chegarem. Prometeu também, atendimento humanizado, mas o que se ver é um atendimento desumano e cheio de politicagem.

Chegou ao BLOG DO VT, informações de que pessoas, que precisam de ultrassonografias, procuram o posto de saúde, e lá são orientadas a procurar o ex-prefeito e sogro de Alaor, Gilberto Lopes, em sua residência.

O ex prefeito Gilberto não só marca os procedimentos, como acompanha as pessoas, em um veículo pago pela prefeitura, até a cidade de realização dos exames. A verdade é que, Gilberto acompanha as pessoas, só e unicamente, com o propósito de fazer políticagem, pois está mais preocupado com a reeleição do genro e, assim, garantir o emprego dos seus familiares, de que cuidar da saúde do povo de Itajá.

A população tem que abrir os olhos para que essa politicagem com a saúde do povo tenha um fim, pois político tem que ser eleito porque fez melhorias, porque conseguiu trazer desenvolvimento para a cidade, porque deu oportunidades para as pessoas crescerem. E não a velha prática coronelista de brincar com as necessidades do povo, e deixa – las a mercê de um benefício que é direito constitucional, que é o acesso básico a saúde.

Leia maisMOEDA DE TROCA: Sogro do prefeito de Itajá faz politicagem com a saúde do povo

Escola da Assembleia inicia segundo semestre com novos parceiros e turmas de pós-graduação

A Escola da Assembleia começa o segundo semestre divulgando – no dia primeiro de agosto – o resultado da seleção para ingresso nos cursos de pós-graduação em ‘Especialização em Poder Legislativo e Políticas Públicas’ e em “Gestão Pública”. Os cursos, com 40 vagas cada, terão duração de 24 meses, e carga horária de 400 horas na modalidade presencial, no turno noturno, com aulas às terças e quintas-feiras, e início das aulas previsto para o dia 13 de agosto.

“Agora no segundo semestre está previsto um aumento no número de cursos e palestras, uma vez que a Escola da Assembleia irá ofertar, entre cursos, palestras e oficinas, 53 atividades. Ampliando o campo de atuação para a qualificação do servidor e para as demandas da sociedade”, informou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB).

Segundo o diretor da Escola, professor João Maria de Lima, também será realizado o Fórum Acadêmico, em comemoração aos 10 anos da Escola, e será feita a entrega dos certificados de conclusão de três turmas de pós-graduação: Direito Público, Planejamento Financeiro e Gestão de Pessoas. “Ao todo, 58 pessoas receberão certificados. Deverá haver uma reforma nas instalações e a implantação do Laboratório de Inovação da Escola”, explicou o diretor.

Leia maisEscola da Assembleia inicia segundo semestre com novos parceiros e turmas de pós-graduação

VINGANÇA EM ANDAMENTO: Grupo da Oligarquia Soares inicia trama de vingança contra o PT de Assú

Alguns integrantes do PT de Assú viraram alvos de agressões nos grupos de WhatsApp que conversam sobre política na cidade do Assú, o primeiro alvo foi o presidente da legenda, Volclene Bezerra, que tem andado insatisfeito com os desmandos do chefe da Oligarquia Soares, o deputado estadual George Soares.

Os aliados do deputado George e do prefeito turista Gustavo Soares, foram orientados a não perdoar nenhum comentário da ala petista, e sempre que eles comentam algo nos grupos, viram alvos fáceis de indiretas, agressões e piadas, tão comuns no modus operandi da oligarquia Soares, para atacar quem eles não consideram mais como aliados.

Desde que Inês Almeida incentivou a governadora Fatima, a tornar sem efeito o ato de exoneração do Tenente Madeiro, o deputado George Soares tomou uma chá de sumiço da região, e como é de seu feitio, tem agido na surdina para dar o troco ao PT, por apoiar esse ato de desmoralização contra ele.

Falta um ano para as eleições, e o grupo da oligarquia Soares já dá sinais que irá partir para o “tudo ou nada”, a exemplo de outras campanhas, em que eles baixam o nível, agridem pessoas de bem, e fazem todo tipo de baixaria. Só resta saber até quando o PT de Assú vai aguentar essa situação, e engolir a seco as provocações e agressões do grupo liderado pelo Clã Soares.

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

A difusão de conteúdos enganosos na Internet nas disputas municipais de 2020 vem preocupando especialistas no assunto. O tema foi objeto de debate no seminário “Internet, Desinformação e Democracia”, que foi realizado ontem (24) em São Paulo, promovido pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil ( CGI.br).

Criado em 1995, o comitê é responsável pela administração dos domínios “.br” e por diretrizes para o desenvolvimento da rede mundial de computadores no país. Durante o evento foram discutidas propostas para o enfrentamento de conteúdos enganosos nas plataformas digitais.

Em sua apresentação, a advogada e integrante do CGI Flávia Lefévre manifestou preocupação com o poder das plataformas e com a capacidade econômica em escala mundial, destacando que a minirreforma eleitoral restringiu a propaganda paga na internet apenas a grandes plataformas, especialmente Facebook e Google.

Lefébvre defendeu a necessidade de criação de mecanismos que diminuam a influência do peso econômico nas redes, uma vez que candidatos com mais recursos passaram a ter mais chances de veicular anúncios nas plataformas.
Violações

Leia maisNotícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: