Conselho de Medicina entra com ação judicial contra Governo do Estado, União e 11 municípios do RN

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – Cremern deu entrada na 4ª Vara da Justiça Federal, nesta segunda-feira (05), com uma Ação Civil Pública contra o Governo do Estado, requerendo melhorias para o Hospital Regional de São Paulo do Potengi, que atende pacientes em 11 municípios (São Paulo do Potengi, São Pedro, Lagoa de Velhos, Serra Caiada, Senador Eloi de Souza, São Tomé, Santa Maria, Ruy Barbosa, Riachuelo, Caiçara do Rio do Vento e Barcelona). Todas as prefeituras, das respectivas cidades, também devem responder a ação.

A Ação Civil Pública tem como base o relatório de fiscalização do Cremern, realizada no último dia 19 de junho no Hospital Regional de São Paulo do Potengi, depois de frequentes denúncias sobre a falta de médicos e escalas de plantões, além das condições precárias para os médicos exercerem sua função e o hospital encontra-se com o centro cirúrgico e obstétrico desativados. A falta de medicamentos e insumos é frequente.

A Ação Civil Pública requer pena de multa diária por descumprimento no valor de R$ 10 mil, a recair na pessoa do governador do Estado.

O processo, de número 0808207-32.2019.4.05.8400T foi ajuizado pelo departamento jurídico do Cremern, através dos advogados Klevelando Santos e Tales Rocha Barbalho.

Audiência Pública debate a rede de cuidados a saúde da pessoa com deficiência

Por posição do deputado Vivaldo Costa (PSD), a rede de cuidados a saúde da pessoa com deficiência foi tema de debate em audiência pública, na tarde desta segunda feira (5), na Assembleia Legislativa. Além de parlamentares e servidores da casa, usuários, gestores municipais de saúde, associações e demais entidades representativas participaram do evento.

Como propositor da audiência, o deputado Vivaldo Costa abriu os trabalhos reconhecendo que muitas dificuldades ainda persistem, mas destacou os avanços na legislação pertinente ao trabalho de atendimento à saúde da pessoa com deficiência. “Sou médico há 52 anos. Quando comecei a atuar na medicina, o atendimento era muito precário. Apesar das muitas dificuldades que ainda persistem, é preciso dizer que já houve muitos avanços no atendimento em saúde, principalmente, com relação a legislação, mesmo assim, reconhecemos que é preciso avançar muito mais, essa é a proposta da nossa audiência, ” disse Vivaldo.

A coordenadora da Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa Com Deficiência, Marilene Soares, apresentou o trabalho da rede, destacou os avanços na legislação pertinente ao atendimento às pessoas com deficiência e reconheceu que ainda há muito a fazer para melhorar a qualidade de vida dos deficientes.

Leia maisAudiência Pública debate a rede de cuidados a saúde da pessoa com deficiência

Assembleia e Uvern firmam parceria para fortalecer legislativos municipais

Uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira (05) entre o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB), o presidente da União dos Vereadores do RN (Uvern), Bruno Melo (PSDB), reforçou o diálogo e aproximou o poder Legislativo do Estado dos municípios. Isso por que, como resultado da reunião, será firmado um termo de cooperação entre a ALRN e a Uvern para atender algumas das principais reivindicações dos vereadores do interior do Estado, que estavam representados por uma comitiva de todas as regiões do Rio Grande do Norte.

A pauta do encontro contou com o pedido para que a Assembleia Legislativa, através da Escola da Assembleia, capacite os vereadores dos pequenos municípios; crie uma Frente Parlamentar Mista, formada por deputados estaduais e vereadores; crie uma Comissão para ajudar a reformular os Regimentos Internos das Câmaras Municipais; e disponibilize os softwares da folha de pagamento da ALRN para as Câmaras, o modelo do Portal da Transparência, e toda parte de tecnologia da Informação, adquirida recentemente pela Assembleia, como o Programa e-Legis.

“Com essas ações, além de colaborar de forma significativa com o fortalecimento do poder legislativo nos municípios, a Assembleia Legislativa estará sendo pioneira no Brasil”, comentou Bruno Melo.

Leia maisAssembleia e Uvern firmam parceria para fortalecer legislativos municipais

Grupo Reviver recebe emenda de R$ 130 mil do deputado Benes Leocádio

Os recursos serão utilizados para aquisição de unidade móvel própria

Por intermédio da deputada estadual Eudiane Macedo, o deputado federal Benes Leocádio destinou emenda no valor de R$ 130 mil ao Grupo Reviver. Os recursos oriundos do Fundo Nacional de Saúde serão utilizados para aquisição de uma unidade móvel própria. Desde 2015, quando o grupo começou a fazer os mutirões de mamografias gratuitas que aluga o caminhão equipado com um mamógrafo.

“Ficamos muito felizes com a sensibilidade do deputado Benes Leocádio que procurado pela deputada Eudiane, prontamente disponibilizou a emenda. Era um sonho nosso ter a nossa própria unidade para podermos atender mais mulheres em Natal e no interior do Estado, a um custo muito menor. A que usamos atualmente é alugada a uma empresa da Bahia”, afirmou a presidente do Grupo Reviver, Ana Teresa Mota.

Os recursos da emenda do deputado Benes serão suficientes para a compra o caminhão. O Grupo Reviver inicia agora o trabalho para a compra do mamógrafo. “Nós temos R$ 350 mil em emendas dos deputados estaduais. Estivemos com a governadora Fátima Bezerra, mostrando a importância da liberação dos recursos”, explicou Idaísa Mota, associada-fundadora.

Na manhã desta segunda-feira, Benes e Eudiane visitaram a unidade móvel Savana Galvão que, de hoje até sexta-feira está atendendo em frente à Unidade Básica de Saúde Novo Horizonte, no bairro Bom Pastor, em Natal. “É um trabalho muito importante que o Grupo Reviver presta às mulheres do nosso Estado e tudo o que pudermos fazer, o que estiver ao nosso alcance, nosso mandato fará”, afirmou Benes Leocádio.

Leia maisGrupo Reviver recebe emenda de R$ 130 mil do deputado Benes Leocádio

LIXÃO: Ministério Publico vai multar Gustavo Soares em 5 mil reais por queimada


O prefeito turista Gustavo Soares, não se cansa de fazer feiura à frente da gestão da prefeitura de Assú, protagonizando quase que diariamente uma sapequice contra a população, que se sente abandonada e verdadeiramente oprimida.

A mais recente do prefeito é que ele precisou ser alvo de uma ação encabeçada pelo Ministério Público para que deixe de ordenar as queimadas no lixão da cidade, pois elas representam um grande risco a população, comprometendo a saúde de todos.

Tal processo já instaurado vai render ao prefeito por descumprimento, uma multa de R$5 mil reais por queimada. A cada dia, o slogan do “doutor cuidando da gente” é questionada, já que fica claro que é um medicozinho que não preza pela saúde, porque é nítido que não entende o quanto está comprometendo a saúde da população.

A sorte da população, é que o Ministério Público, um órgão técnico-jurídico interviu nessa questão, em razão da soberba dos Soares, resultante do princípio nazista que tentam implantar na cidade, sendo tão evidente, que já andam falando que não vão obedecer a determinação de ninguém, e que o MP, tem integrantes de fora que vieram apenas querer “ditar” ordens na cidade.

A população espera que o MP continue firme em defender a constituição e a população mais carente de Assú, que tanto precisa, e que esse grupo nazista se conscientize e não queiram reivindicar ou pedir a cabeça de algum integrante do órgão, com a remoção para outra cidade, deixando assim, a população a mercê dos caprichos de um prefeito que não dá expediente e nem mora na cidade.

Caixa divulga calendário de saques do FGTS

O pagamento aos não correntistas da Caixa, seguirá esse cronograma.

A Caixa Econômica Federal inicia, em setembro, o pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os repasses serão feitos até 31 de março de 2020, conforme a data de nascimento dos beneficiários.

O valor será depositado automaticamente, no dia 13 de setembro, para pessoas nascidas em janeiro, fevereiro, março e abril, que têm conta poupança na Caixa.

Aqueles com data de aniversário em maio, junho, julho e agosto, recebem a partir do dia 27 de setembro de 2019. Para trabalhadores nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro, o pagamento será feito a partir do dia 9 de outubro de 2019.

Segundo a Caixa, cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança. Caso o trabalhador não queira retirar o recurso, será necessário informar ao banco em um dos canais divulgados pelo banco, até 30 de abril de 2020. Desta forma, os valores não sacados serão devolvidos à conta vinculada ao FGTS.

Leia maisCaixa divulga calendário de saques do FGTS

Dra. Vanessa Lopes chama a atenção da população para possível epidemia de dengue e Chikungunya

No último fim de semana, a médica, Dra. Vanessa Lopes, fez uma postagem importante, chamando a atenção de todos, de que Assú vivencia uma possível EPIDEMIA das arboviroses, como Dengue e Chikungunya, tendo em vista a infinidade de novos casos dessas doenças que tem sido atendidos diariamente.

A médica registrou que sua intenção não é causar alarde, mas chamar atenção para o grave problema de saúde pública que ora vivenciamos e que ameaça a toda população: “O blá, blá, blá, da prevenção da doença já é de conhecimento da população, e é largamente difundido nos meios de comunicação. Todos têm ciência de que não podem ter vasinho de planta com água dentro de casa, pneus velhos e garrafas jogadas no quintal, caixa d’água descoberta e etc”.

Mas o que muita gente desconhece é que aquele ovo que o mosquito pôs na água tem uma “colinha” que adere à superfície do objeto onde foi depositado, e fica lá por mais de 1 ano, mesmo que a água tenha sido despejada ou até evaporado, e na próxima chuva ele irá transformar-se em larva e em 1 semana sairão voando e transmitindo a doença.

Vanessa destacou que o momento requer união e responsabilidade de cada um, na eliminação dos focos de larvas de mosquitos. De nada adianta que você tome medidas de prevenção na sua casa, se os seus vizinhos não fizerem o mesmo. Vale à pena, dar uma volta em torno de suas casas, olhar cuidadosamente os quintais e áreas externas à procura de objetos que possam estar acumulando água parada.

A médica pede a todos que atentem para o fato de que a dengue é uma doença única, dinâmica e sistêmica, de amplo espectro clínico, que pode passar despercebida, por ausência de sintomas, mas pode matar. Nem todos os pacientes apresentam as manifestações clínicas já conhecidas como: febre, cefaléia, dor muscular e articular, vermelhidão no corpo e coceira.

O mais importante é que Dra. Vanessa ainda chamou a atenção, para o fato de que mesmo que você já tenha tido Dengue, ela possui 4 sorotipos, e a pessoa só desenvolve imunidade para o tipo de vírus que contraiu e pode infectar-se com o outro sorotipo, o que aumenta o risco de doença na sua forma hemorrágica.

Ufersa completa 14 anos e se consolida patrimônio do semiárido do NE

Há exatamente 14 anos, no dia 1° de agosto de 2005, a antiga Escola Superior de Agricultura de Mossoró (ESAM) se transformava em Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), fruto do projeto de expansão do ensino superior com os programas Expandi I e Reuni, que culminou com a implantação de 14 novas universidades. A data representa um marco para a instituição que foi avaliada pelo Ministério da Educação como a 5ª melhor universidade federal do Norte e Nordeste, tendo obtido conceito quatro, numa escala cujo conceito máximo é cinco, no Índice Geral de Cursos – IGC.

Seja nas Ciências Agrárias, Sociais e Aplicadas, Exatas e Naturais, Biológicas e da Saúde ou nas Engenharias, a Ufersa tem conseguido se projetar como importante instituição de formação profissional superior. A cada semestre, cerca de 300 novos profissionais são lançados no mercado. Para o reitor da Ufersa, professor José de Arimatea de Matos, a comunidade acadêmica tem muito do que se orgulhar da instituição, que tem alcançado crescimento acelerado desde a transformação em universidade. “Acredito que essa transformação representa o maior projeto de inclusão social que possibilitou a interiorização do ensino superior, especialmente, para a nossa região, que passou a contar com cursos de nível superior do sertão central até o Oeste potiguar de forma gratuita e com qualidade”, afirma o reitor.

O professor não tem dúvida dos benefícios que a instituição proporciona para o desenvolvimento da região e do país. Os avanços são significativos e não param de crescer projetando cada vez mais a Ufersa como importante instituição de ensino superior. Hoje, são 42 cursos de graduação e 17 cursos de pós-graduação stricto sensu. Mais de 10 mil estudantes e mais de 1.300 servidores, entre professores e técnico-administrativos.

Leia maisUfersa completa 14 anos e se consolida patrimônio do semiárido do NE

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: