Hospital Varela Santiago recebe R$ 500 mil em recursos do mandato do deputado Benes

O Hospital Infantil Varela Santiago, em Natal, recebeu na manhã desta segunda-feira (12) a confirmação de destinação de recursos através de emenda parlamentar encaminhada pelo deputado federal Benes Leocádio (PRB). O parlamentar esteve na unidade, na companhia da deputada estadual Eudiane Macedo, reunido com o diretor Dr. Paulo Xavier para informar o envio de R$ 500 mil reais para melhorias das ações desenvolvidas pelo hospital. O montante, oriundo do Fundo Nacional de Saúde, já está disponível para utilização do Varela Santiago.

Durante visita, o deputado Benes conheceu as instalações da unidade e ficou surpreendido com a estrutura e qualidade de atendimento e cuidados prestados às crianças e seus familiares. “É muito gratificante cooperar com essa importante unidade. Através do nosso mandato, estamos garantindo os recursos por compreender a importância que essa unidade de saúde tem, não só para Natal, mas também no tratamento de crianças em todo o Estado do RN” disse Benes.

O diretor do Hospital Varela Santiago, Dr. Paulo Xavier, agradeceu a sensibilidade e solidariedade do deputado. “Estamos felizes e gratos ao deputado Benes pela viabilização dos recursos, ” destacou.

INFLAÇÃO: Prefeitura do Assú vai pagar 375% a mais por serviços de coordenação e arbitragem do que na licitação de 2018


A Prefeitura do Assú está prestes a figurar no Guinnes Book, como a prefeitura que mais surpreende a cada dia em termos de exceder limite prudencial e superlativação de valores nas licitações, um exemplo, é que em 2018, a empresa RP DAMASIO ganhou por pouco mais de 69 mil, por serviços de coordenação e arbitragem, mas em 2019, a empresa C A DE FARIAS, vai poder faturar a bagatela de 330 mil reais, que significa um aumento de 375% a mais, se comparado a de 2018.

A empresa ganhadora fica localizada na comunidade de Nova Esperança, e é de Claudelice Apolônia de Farias, irmã do amigo e assessor do deputado estadual George Soares, Claudio Filho. O que comenta – se nos bastidores dos amantes de esportes, é que talvez nem numa olimpíadas, se gaste tanto com uma empresa de arbitragem como a Prefeitura do Assú vai gastar com essa empresa.

A população do Assú anda indignada perguntando porque um custo tão alto nos últimos anos, quando se gastava 10 mil reais na época do ex prefeito Ivan Junior, e em 2018 já foi um valor alto de 69 mil, e agora em 2019, pulou para 330 mil reais, mesmo que aumentasse o número de serviços, nada justificaria a diferença exorbitante se comparado com os últimos anos.

A falta de prioridade, seleção e do comprometimento com o dinheiro público é marca registrada dos Soares, já que os problemas mais urgentes e básicos da população para serem resolvidos, como na saúde, que é alvo de reclamações e denúncias diariamente nas redes sociais, não sem nem alvo de reflexão. Ao contrário, acham ruim.

E ainda emitem nota de repúdio justificando o ato e ameaçando. Era o que faltava. No entanto, quem sofre é a população, já que o prefeito turista, Gustavo Soares, não está nem aí, e só pensa nas academias e restaurantes luxuosos em Natal, através do salário que a população do Assú paga a ele sem dar expediente.

Micro-ônibus tomba e 20 pessoas ficam feridas na BR-101

Um micro-ônibus tombou na tarde deste último sábado (10) na BR-101 em Parnamirim, Região Metropolitana de Natal. 20 pessoas que estavam dentro do coletivo ficaram feridas. O incidente aconteceu por volta das 15h30, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O veículo fazia a linha Natal/Barra de Cunhaú. Entre as vítimas, algumas tiveram pequenos cortes e escoriações leves, enquanto outras, fraturas. O micro-ônibus estaria lotado no momento do acidente, de acordo com testemunhas.

Ambulâncias do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) foram acionadas para atender os passageiros e o motorista. Eles foram levados para os hospitais Walfredo Gurgel (Natal) e Deoclécio Marques (Parnamirim).

Leia maisMicro-ônibus tomba e 20 pessoas ficam feridas na BR-101

CCJ do Senado começa a discutir reforma da Previdência esta semana

A chegada da reforma da Previdência ao Senado (PEC 6/2019) promete esquentar o clima na Casa a partir desta semana, quando começa a ser discutida na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. O relator, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), defende abertamente que os colegas confirmem o texto aprovado pelos deputados, sem nenhuma alteração para que a PEC não precise voltar à Câmara.

Apesar de reconhecer que o texto votado na Câmara precisa ser melhorado, sobretudo no que diz respeito à novas regras de previdência de estados e municípios, o tucano defende que as alterações propostas pelos senadores estejam em PEC paralela que tem o apoio do presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Apesar do discurso de Tasso, vários parlamentares insistem que não querem ser meros carimbadores de decisões da Câmara. Apesar de favorável à reforma, um desses nomes é o senador Plínio Valério (PSDB-AM). O parlamentar disse em plenário, na última semana, que está “muito preocupado com o que leu até o momento”. Segundo o senador, está claro que quem mais precisa de aposentadoria é o trabalhador de empresa privada, o funcionário público, e não os ricos do país. Insatisfeito com o texto nos termos em que foi aprovado pela Câmara, Plínio Valério ressaltou que espera que “o Senado não se furte ao seu papel de casa revisora”.

Leia maisCCJ do Senado começa a discutir reforma da Previdência esta semana

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: