O fim de Bolsodoria: a estratégia do governador rumo a 2022

Resultado de imagem para joao doria

Mesmo sem a certeza absoluta de que o Grupo Caoa comprará a fábrica da Ford em São Bernardo do Campo (SP) e, assim, preservará 850 postos de trabalho, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), convocou uma entrevista no último dia 3 para anunciar o “bom entendimento” entre as empresas na negociação. Ao lado de Carlos Alberto de Oliveira Andrade, presidente da Caoa, e Lyle Watters, dirigente da Ford na América Latina, o tucano usou o evento para elevar a pressão pelo fechamento do acordo. Se tudo der certo, o contrato poderá ser assinado nas próximas semanas. Caso isso ocorra, de fato, será um golaço para Doria, que vem reforçando sua imagem como a de um político protetor de empregos. Recentemente, ele conseguiu fazer com que a GM, que havia anunciado o fechamento de suas fábricas em São Paulo, não apenas mantivesse suas unidades abertas mas fizesse novos aportes no estado.

Outra característica notável de sua gestão são as viagens ao exterior em busca de investimentos. Em oito meses de governo, ele perambulou de sacolinha em punho por Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido, China e Suíça, onde participou do Fórum Econômico Mundial em Davos. Em Londres, arrancou de Lord Bamford, da fábrica inglesa JCB, uma promessa de aplicação de 100 milhões de reais no interior paulista. Em meio a essas andanças, Doria ainda encontrou tempo para inaugurar um escritório comercial em Xangai e anunciar a abertura de outro, em Dubai, para 2020.

Leia maisO fim de Bolsodoria: a estratégia do governador rumo a 2022

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: