Mesa diretora da Câmara municipal solicita que prefeitura crie uma associação para catadores resíduos sólidos em Jucurutu

 

A mesa diretora da Câmara municipal de Jucurutu, apresentou requerimento na sessão ordinária desta terça-feira (01/10), solicitandoque a prefeitura viabilize a criação de uma associação de catadores, com local próprio e equipamentos específicos, para atender pessoas que trabalham com resíduos sólidos no município.

A solicitação que foi aprovada em plenário e encaminhada ao gabinete civil do município, requer ainda que sejam realizados cursos de capacitação para as pessoas envolvidas na coleta de resíduos sólidos, conforme foi proposto no plano de governo do prefeito Valdir Medeiros.

A mesa diretora da Câmara municipal de Jucurutu é formada pelos vereadores Fagner Brito (presidente), Edivan Fernandes (vice-presidente), Paula Torres (primeira secretária) e Willame Lopes (segundo secretário).

RELIGIOSIDADE E AMBIÇÃO: Elieze Melo cumpre ordem do pai Pastor Alfredo e oficializa candidatura para vereador em 2020


O pastor Alfredo, que comanda a Assembleia de Deus no município de Assú, agora está rindo à toa, permitiu que seu filho, Elieze Melo, divulgue oficialmente que é o candidato da Assembleia de Deus, para disputar uma cadeira na Câmara Municipal do Assú em 2020.

O pastor Alfredo, que já foi vice-prefeito em Pau dos Ferros, conhece bem a malandragem e sabe jogar o velho jogo político. Vejam só, o líder evangélico não gostou do fato de que o vereador Stélio tenha vontade própria, e como vingança, bem estilo Soares, já tratou de dar o troco ao vereador, indicando alguém de sua família para combater o vereador.

Stélio de Sá Leitão obteve 1238 votos, sendo estes a maior parte da Assembleia de Deus, e portanto, seu mandato está com os dias contados, e ao mesmo tempo, o pastor já tira também da jogada outros pré candidatos, como Marlon, Pedro Cavalcanti e Chico Lavoisier.

O pré-candidato Elieze Melo, foi hoje mudar seu título de eleitor para Assú e de fato oficializar a campanha para vereador em 2020. Antes disso, os candidatos da Assembleia de Deus estavam descansados, porque sabiam que o filho do pastor votava em Pau dos Ferros.

Agora o cenário mudou, o pastor Alfredo coloca as garras para fora e de fato, está revelando o seu espirito ambicioso, para fortalecer o seu ego e mostrar aos pré-candidatos da Assembleia quem manda na Igreja, e que toda decisão política tem que partir dele.

Agricultura suspende venda de 33 marcas de azeite por adulteração

O Ministério da Agricultura, Pecuária a Abastecimento informou hoje (2) que suspendeu a comercialização de 33 marcas de azeite de oliva por terem sido adulteradas. De acordo com a pasta, a maior parte das fraudes foi feita com a mistura com óleo de soja e óleos de origem desconhecida.

As marcas que praticaram fraudes foram: Aldeia da Serra; Barcelona; Casa Medeiros; Casalberto; Conde de Torres; Dom Gamiero; Donana (premium); Flor de Espanha; Galo de Barcelos; Imperador; La Valenciana; Lisboa; Malaguenza; Olivaz; Oliveiras do Conde; Olivenza; One; Paschoeto; Porto Real; Porto Valencia; Pramesa; Quinta da Boa Vista; Rioliva; San Domingos; Serra das Oliveiras; Serra de Montejunto; Temperatta; Torezani (premium); Tradição; Tradição Brasileira; Três Pastores; Vale do Madero e Vale Fértil.

Segundo o ministério, uma fiscalização da Operação Iris identificou 59 lotes com irregularidades. A operação teve início em 2016, mas os lotes com irregularidades são de coletas feitas em 2017 e 2018. Os lotes suspensos podem ser consultados aqui.

“O processo é lento, pois envolve exames laboratoriais, notificação dos fraudadores, perícias, períodos para apresentação de defesa (até dois recursos) e julgamento dos recursos em duas instâncias administrativas”, disse o ministério.

Leia maisAgricultura suspende venda de 33 marcas de azeite por adulteração

ÊTA FARRA MILIONARIA: Enquanto alunos estão sem merenda, Prefeitura do Assú contrata serviço de refeições para secretarias


Enquanto alunos da rede municipal da cidade do Assú, sofrem com a falta de merenda escolar, a Prefeitura do Assú contrata serviço de fornecimento de refeições, para atender secretarias, órgãos e departamentos da Prefeitura.

Desde que Gustavo Soares assumiu a Prefeitura, e tornou – se o pior prefeito da história da cidade, que a população vem sofrendo com o descaso dessa atual gestão, por não terem nenhum respeito pelas pessoas, que permite que alunos não assistam aulas, por não ter merenda nas salas de aula, como foi denunciado há alguns meses, e problema que ainda acontece hoje em algumas escolas.

Pagar merenda pra os alunos não tem, mas contratar empresas para fornecer refeições, o prefeito do Assú tem, e vai gastar a bagatela de mais de 1 milhão e trezentos mil reais, ou seja, vai fazer a farra com o dinheiro do povo apenas para afagar seu ego, que é de fazer eventos glamorosos em inaugurações, posar pra foto e postar nas redes sociais, fingindo que a gestão tem amor ao povo.

STF adia decisão sobre alcance da regra que pode afetar Lava Jato

Resultado de imagem para stf

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) adiaram para a sessão desta quinta-feira, 3, a conclusão do julgamento que analisa o alcance da regra sobre a apresentação das alegações finais. O entendimento pode afetar condenações da Operação Lava Jato.

Por 7 votos a 4, foi formada maioria na Corte pelo entendimento de que o réu delatado deve falar por último na fase final do processo. Votaram a favor desta tese os ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Dias Toffoli. Foram vencidos os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Marco Aurélio Mello.

Ao final desta votação, o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, propôs a fixação de uma tese “a balizar todo o sistema de justiça brasileiro”. A proposta possui dois itens: o primeiro estabelece que, em todos os procedimentos penais, é direito do acusado delatado apresentar as alegações finais após o acusado que tenha celebrado acordo de delação devidamente homologado, sob a pena de nulidade processual, desde que o pedido tenha sido feito ainda na primeira instância; o segundo item estabelece que, para os processos já sentenciados, é necessária ainda a demonstração do prejuízo, que deverá ser aferido no caso concreto nas instâncias inferiores.

Leia maisSTF adia decisão sobre alcance da regra que pode afetar Lava Jato

Deputados lamentam que RN fique fora do Programa das Escolas Cívico-Militares

O fato do Rio Grande do Norte não ter aderido ao Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, do Ministério da Educação (MEC), foi tema de um debate entre os deputados estaduais, durante sessão ordinária, realizada nesta quarta-feira (02), na Assembleia Legislativa. A discussão foi iniciada pelo deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM), que usou a tribuna para lamentar o fato.

“O Rio Grande não se qualificou para receber esse benefício. Uma decisão lamentada. É indescritível uma situação como essa, principalmente, vindo de um governo administrado por uma professora. O que o Governo do Estado fez, foi retirar dos estudantes o direito de ter uma educação de excelência e de muita qualidade”, disse Getúlio.

O deputado demonstrou indignação com a situação e comparou o momento de luta para a vinda das escolas militares para o RN, com a luta que foi travada há alguns anos para a chegada dos Institutos Federais para o Estado. “É a mesma situação. Lembro da luta que encampei para a chegada do IFRN em Pau dos Ferros e ver agora o governo estadual se negando a receber duas escolas militares em nosso Estado, é lamentável. Se dependesse da minha vontade não teríamos dois colégios militares e sim vários”, disse Getúlio.

Para o deputado José Dias (PSDB) o fato demonstra imaturidade política por parte do governo estadual. “Quando perguntam por que o Ceará está em uma situação fiscal melhor que a nossa, a resposta é por essas e outras coisas. Lá no Ceará eles aceitam medidas que trazem real benefício para o Estado. Aqui a governadora não quer uma escola militar por não ser uma ideia do partido dela. A educação que eles entendem é a educação ideológica.”, lamentou José Dias.

Leia maisDeputados lamentam que RN fique fora do Programa das Escolas Cívico-Militares

Benes lidera ranking e é considerado o deputado mais municipalista do Brasil

O deputado federal Benes Leocádio (Republicanos-RN) foi apontando pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) como o parlamentar que mais vem atuando na defesa dos interesses dos municípios na Câmara dos Deputados. No ranking geral, onde aparecem 512 deputados federais, o deputado Benes está na 1ª colocação.

A conquista do parlamentar é resultado de intenso trabalho dedicado ao fortalecimento do municipalismo, com a apresentação de propostas e apoio nas votações dos projetos importantes para as cidades. Além disso, o parlamentar ocupa, atualmente, a vice-presidência da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios (FMB) e é membro titular da Comissão Especial destinada a proferir parecer à PEC 391-A/2017, do Senado Federal, que disciplina a distribuição dos recursos pela União ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Benes também já presidiu a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) e ocupou a vice-presidência da CNM.

“Recebo com alegria esse reconhecimento. Mas, estou ciente da responsabilidade que tenho, principalmente, com os municípios do Rio Grande do Norte. Precisamos lutar para que o Congresso Nacional avance com as propostas que melhorem a situação econômica e social das cidades brasileiras, viabilizando melhorias diretas para a população. Sempre estarei defendendo os municípios, pois são neles que os cidadãos moram e precisam da qualidade nos serviços ofertados”, disse o deputado.

Leia maisBenes lidera ranking e é considerado o deputado mais municipalista do Brasil

Plenário do Senado aprova texto-base da reforma da Previdência

Depois de quase quatro horas de sessão, o Plenário do Senado aprovou, em primeiro turno, o texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) que reforma a Previdência. Às 22h51, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), proclamou o resultado: 56 votos a favor, 19 contra e nenhuma abstenção. Eram necessários 49 votos, equivalentes a três quintos dos senadores mais um, para aprovar o texto.

Alcolumbre pretendia concluir a tramitação do texto-base e dos destaques até as 22h. No entanto, o número de senadores que se inscreveram para discursarem, a maioria da oposição, atrasou o início da votação. A sessão começou às 16h, com a votação de outras matérias, mas os encaminhamentos do texto-base da PEC da Previdência só começaram às 18h50.

Pouco antes de encerrar a votação, o presidente do Senado disse que a reforma ajudará o país a recuperar a capacidade de investimento. “A votação dessa reforma é a votação da consciência de um país que precisa ser reformado. Sem dívida nenhuma, essa é a reforma mais importante do Estado porque, sem ela, não seríamos capazes de fazer outras. O Estado brasileiro está capturado, sem condições de investimento. O Senado, a Câmara dos Deputados, dão demonstração de grandeza, de espírito público e do verdadeiro significado da democracia”, declarou.

Leia maisPlenário do Senado aprova texto-base da reforma da Previdência

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: