Gugu Liberato morre aos 60 anos, após acidente doméstico nos EUA

Foi anunciada hoje a morte do apresentador Gugu Liberato, aos 60 anos, após sofrer um acidente doméstico na quarta-feira, nos Estados Unidos. De acordo com nota oficial divulgada por sua assessoria de imprensa, ele teve uma queda acidental de uma altura de cerca de quatro metros quando fazia um reparo no ar condicionado instalado no sótão de sua casa, em Orlando.

“Foi prontamente socorrido pela equipe de resgate e admitido no Orlando Health Medical Center, onde permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva, acompanhado pela equipe médica local. Na admissão, deu entrada em escala de Glasgow 3 [usada para medir a consciência e a evolução das lesões cerebrais], e os exames iniciais constataram sangramento intracraniano. Em virtude da gravidade neurológica, não foi indicado qualquer procedimento cirúrgico. Durante o período de observação, foi constatada a ausência de atividade cerebral.”

A nota ainda afirma que a morte encefálica foi confirmada pelo prof. dr. Guilherme Lepski, neurocirurgião brasileiro chamado pela família, que, após ver as imagens dos exames em detalhes, confirmou a irreversibilidade do quadro clínico. O diagnóstico foi feito diante de sua mãe, Maria do Céu, de 90 anos, dos irmãos Amandio Augusto e Aparecida Liberato, e da mãe de seus filhos, Rose Miriam Di Matteo.

“Ainda não temos detalhes sobre o traslado para o Brasil. Informações sobre velório e sepultamento serão passadas assim que tudo estiver definido.” De acordo com a assessoria de imprensa, a família autorizou a doação de todos os órgãos do apresentador.

Leia maisGugu Liberato morre aos 60 anos, após acidente doméstico nos EUA

Legis RH da ALRN é vencedor do Prêmio Assembleia Cidadã da Unale na categoria Gestão

O projeto Legis RH da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte venceu o prêmio Assembleia Cidadã, na categoria “Gestão”.
O sistema é utilizado no setor de Recursos Humanos e Folha de Pagamento, e gerou uma economia de mais de 75% com sistemas utilizados antes deste período, possibilitando o investimento em insumos e infraestrutura.

O Legis RH foi desenvolvido pela Diretoria de Gestão Tecnológica e apresentado na Conferência Nacional da Unale pelo diretor de Gestão Tecnológica, Mário Sérgio Gurgel, e pelos profissionais de TI, Stefano Rozemberg Freire e Kaio Max Marques.

“O projeto é fruto do empenho da equipe e da confiança absoluta depositada pelo presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira, que acreditou que tínhamos condições de desenvolver um sistema próprio e diferente do que existe na maioria do mercado”, disse o diretor Mário Sérgio.

O deputado Gustavo Carvalho (PSDB) falou em nome da Casa Legislativa potiguar e ressaltou a importância do projeto. “Não só a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte está de parabéns, como também a Unale, por desenvolver um prêmio que incentiva a modernização dos processos legislativos e o atendimento humanizado ao cidadão”.

Leia maisLegis RH da ALRN é vencedor do Prêmio Assembleia Cidadã da Unale na categoria Gestão

Escola que teve briga e aluna ferida com estilete entrará em modelo cívico-militar

A Escola Municipal Professor Veríssimo de Melo, no bairro de Felipe Camarão, zona Oeste de Natal, foi uma das 54 escolas do Brasil selecionadas pelo Ministério da Educação (MEC) para integrar o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares em 2020. A escola, que tem 22 anos, deve iniciar o ano letivo de 2020 já operando dentro do modelo cívico-militar. De acordo com a Prefeitura, uma assembleia foi feita com toda a comunidade escolar (corpo docente, gestores, alunos e pais de estudantes) aprovou por 95% a adesão da escola ao programa.

Ao todo, três municípios do Rio Grande do Norte pleitearam uma vaga no novo programa do Governo Federal: Natal, Parnamirim e Mossoró, mas apenas a da capital foi selecionada. Todas as escolas que se candidataram ao Programa apresentavam pontos em comum, como a baixa pontuação no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e a vulnerabilidade social da área em que estão inseridas.

A Escola Municipal Professor Veríssimo de Melo possui 977 alunos, e atende a estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. A Prefeitura de Natal espera receber cerca de R$ 1 milhão para implementação do Programa Cívico-Militar na instituição. De acordo com um dos gestores da escola, Marcos Antônio de Melo, ainda não há informações sobre como vai funcionar o dia-a-dia da instituição dentro do novo modelo. “O modelo em si ainda não recebemos. O que temos é apenas um decreto, o 10.004, de setembro de 2019. Vamos precisar receber um plano mais detalhado para podermos nos posicionar sobre como vai funcionar a escola”, explica.

Leia maisEscola que teve briga e aluna ferida com estilete entrará em modelo cívico-militar

Sujeira e esgotos nas ruas de Rio do Fogo vira protesto da população

Os vereadores que foram a sessão da Câmara Municipal de Rio do Fogo, nesta sexta-feira (22) foram surpreendidos com um protesto hoje. O foco é a sujeira e esgotos nas ruas da cidade-praia, reclamação geral de quem visita e as muriçocas e moscas para quem reside.

O prefeito Laerte Paiva está há oito anos no cargo e seu irmão Túlio Paiva também foi mais oito anos. A família Paiva está abandonando a cidade e tudo sujo. A reclamação é grande.

Rafael Motta apresenta emendas para manter Serviço Social do INSS e registro de jornalistas, sociólogos e corretores

O deputado federal Rafael Motta (PSB) apresentou nove emendas ao Programa Verde e Amarelo, proposto pela Medida Provisória de número 905 pelo Governo Federal. Quatro delas para garantir o atendimento do Serviço Social do INSS e o registro profissional de jornalistas, sociólogos e corretores de seguros. O parlamentar questiona ainda a urgência do tratamento desses temas via ato unilateral.

A MP extingue o Serviço Social do INSS, que garante aos segurados e dependentes esclarecimento quanto aos seus direitos, auxiliando na solução de problemas, além de emitir pareceres quanto aos beneficiários do auxílio-acidente, auxílio-doença e do BPC (Benefício de Prestação Continuada).

“Apesar da informatização de boa parte dos serviços do INSS, não podemos esquecer do cidadão mais pobre, sem acesso à internet, que necessita de atendimento presencial. Os assistentes sociais ainda são uma ponte importante para essa população e a seguridade social”, justifica Rafael Motta.

O deputado potiguar ainda sugeriu que sejam mantidos os registros profissionais para o exercício de sociólogos, jornalistas e corretores de seguros, os quais podem ser extintos caso a MP não seja modificada.

“A extinção do registro abre as portas para que pessoas não qualificadas exerçam profissões importantes. A precarização dessas atividades profissionais pode causar grandes prejuízos para toda a sociedade”, ressalta Rafael.

Leia maisRafael Motta apresenta emendas para manter Serviço Social do INSS e registro de jornalistas, sociólogos e corretores

Se eu afundar, afunda o Brasil todo’, diz Bolsonaro ao defender economia e educação

Com ironia, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse hoje que não vai trocar seus ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Abraham Weintraub (Educação) e Marcelo Álvaro (Turismo) —este último denunciado por desvio de dinheiro nas eleições de 2018. Ontem, o site Vortex afirmou que Bolsonaro havia decidido fazer a troca, mas ainda não havia definido a data.

“Primeiro vamos desmentir que eu troquei três ministros”, disse o presidente pela manhã na porta do Palácio da Alvorada. Ele fez questão de puxar a conversa com os jornalistas que o aguardavam. Em seguida, foi irônico. “Tenho a intenção de trocar 24 ministros, tá bom ou não?”, disse ele gesticulando com uma das mãos.
Bolsonaro disse que que a “intenção” da notícia era “dizer que o governo bate cabeça” e elogiou a economia e a educação no país.

“Os números dizem o contrário. A gente está bem na economia, está bem na educação, está bem na defesa, tudo foi descontingenciado. Qual a intenção disso? Se eu afundar, afunda o Brasil todo.”
O presidente foi questionado se tinha expectativa sobre a aprovação do projeto que apresentou ontem para que policiais não sejam punidos em situações de confronto quando atuarem em ações no regime de Garantia da Lei e Ordem (GLO), o chamado excludente de ilicitude.

Leia maisSe eu afundar, afunda o Brasil todo’, diz Bolsonaro ao defender economia e educação

DESASTRE: Modelo de incompetência da gestão de Gustavo Soares é comprovado pelo FIRJAN em Assú


O fantoche de prefeito e playboy, Gustavo Soares, está do jeito que gosta, sendo avaliado mais uma vez como a pior gestão do Brasil, dessa vez pela FIRJAN, e com tantos atestados, o prefeito de Assú consegue mais um título, professor no quesito incompetência em gestão pública.

Segundo o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), a cidade do Assú está com os piores índices, quase todos no estado crítico, ou seja, é só ladeira abaixo com o prefeito turista. Os índices de gestão fiscal, autonomia, gastos com pessoal e investimentos estão no período crítico. Já a Liquidez, que é a condição que se encontra o município, está no caminho da dificuldade.

Os números da FIRJAN mostram que a Prefeitura do Assú não consegue administrar seus recursos com excelência, por isso está com índices tão baixos. E sugere que as prefeituras que estão em estado critico se organizem melhor, para que a gestão seja eficiente e alcancem um índice melhor.

Mas tudo isso não é de se espantar, pois o prefeito passa a maior parte do tempo fora da cidade do Assú, torrando dinheiro na capital do estado, e a cada dia, a terra dos poetas afunda mais, com a falta de gestão na saúde, na educação, na infraestrutura e até na forma de administrar.

Procuradores legislativos debatem acompanhamento jurídico dos processos legislatórios

Os procuradores de diversas assembleias legislativas do País estão em Salvador para trocar experiências entre os órgãos de consultoria jurídica das casas legislativas estaduais. O Rio Grande do Norte participou da Conferência anual da Unale representado pelo Procurador-Geral, Sérgio Freire e pelos servidores da Assembleia Legislativa, Renato Guerra e Cleo Vieira. Na reunião, a Associação Nacional de Procuradores Legislativos (Anpal) ressaltou a importância da associação como um espaço de interação e debates.

Os procuradores e advogados legislativos debateram o acompanhamento jurídico dos processos legislativos e o entendimento dos Tribunas. Também foram destacados assuntos relacionados à participação das Procuradorias de forma mais efetiva na questão da oficialização de matérias inerentes às Casas Legislativas e o acompanhamento jurídico dos processos legislativos.

“Esses encontros têm sido cada vez mais participativos, principalmente entre procuradores e advogados. Isso prova que o caminho é de agregação para que possamos, em conjunto, buscarmos um objetivo comum em defesa das Casas Legislativas e da prerrogativa de todos que as fazem”, destacou o procurador Sérgio Freire.

A Anpal está em crescimento, com a adesão de várias assembleias legislativas e tribunais de contas estaduais. Essa união é importante para o aperfeiçoamento das consultorias jurídicas exercidas no Legislativo.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: