Baleada no rosto, Renata Ranyelle morre no HRTM, em Mossoró-RN

Imagem 1 - Renata Ranyelle sofreu um tiro no rosto quando trabalhava na Loja Noauge, sábado passado, no Centro da cidade de São Miguel; Policia procura o ex-namorado dela

Jovem vendedora havia sido baleada no rosto quando trabalhava numa loja no Centro da cidade de São Miguel, no Alto Oeste do Rio Grande do Norte, e desde então estava internada na UTI do HRTM, em Mossoró.

A vendedora Renata Ranyelle Maciel de Almeida, de 23 anos, não resistiu ao tiro que sofreu no rosto sábado à tarde, quando trabalhava na loja Noauge, em São Miguel-RN, e morreu na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró-RN.

A informação foi recebida com muita tristeza na região do Alto Oeste Potiguar, em especial em sua terra natal. Eram cientes da gravidade do ferimento a bala, mas tinham fé que se alguma forma a jovem conseguiria sobreviver ao ataque brutal que sofreu.

A Direção do Hospital Regional Tarcísio de Vasconcelos Maia informou que por volta das 2h30, Renata Ranyelle sofreu uma parada cardíaca forte e, apesar de todos os esforços dos médicos, não conseguiu reagir.

Leia maisBaleada no rosto, Renata Ranyelle morre no HRTM, em Mossoró-RN

Operação do MPRN investiga tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Jardim de Piranhas

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através do Gaeco do Seridó e com o apoio da Polícia Militar, deflagrou uma operação nesta quinta-feira (28) para investigar os crimes de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Jardim de Piranhas. A ação combate uma organização criminosa que atua dentro e fora de unidades prisionais potiguares.

Ao todo, foram cumpridos 5 mandados de busca e apreensão em endereços localizados em Natal e no município de Jardim de Piranhas. As provas coletadas serão objeto de análise. O processo segue em segredo de Justiça.

Denúncias

O MPRN reforça à população potiguar que recebe denúncias anônimas de crimes. As comunicações podem ser feitas pelo Disque Denúncia 127, que é um canal direto do MPRN para denúncias de crimes em geral. O cidadão pode ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Leia maisOperação do MPRN investiga tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Jardim de Piranhas

Procon Legislativo dá dicas para consumidores sobre Black Friday

Com a chegada de mais uma Black Friday, que acontece nesta sexta-feira (29), o Procon Legislativo listou algumas recomendações para alertar os consumidores com procedimentos de prevenção contra fraudes e desrespeitos ao Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Segundo o coordenador do órgão legislativo, Dary Dantas, as orientações se diferenciam de acordo com o ambiente em que será feita a compra. Porém, uma dica comum tanto para aquisições em lojas físicas quanto virtuais é a de que o cliente deve pesquisar o valor do produto desejado antes da data oficial da Black Friday.

“Alguns sites costumam aumentar os preços antes da Black Friday para depois baixá-los e fingir que estão dando desconto. Por isso é preciso ficar atento e se prevenir”, explicou o coordenador.

De acordo com Dary Dantas, caso o consumidor pretenda fazer sua compra em loja física, o ideal é realizar uma pesquisa de preço em mais de um estabelecimento; se for o caso, testar o equipamento antes de efetuar o pagamento; e, se for receber o produto depois, o cliente deve pedir para que a data de entrega conste no cupom fiscal.

“Além disso, é essencial que o consumidor peça para o fornecedor preencher o termo de garantia do produto, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor. Também é importante que, ao receber o produto em casa, ele confira a nota fiscal e verifique logo se há algum defeito”, acrescentou.

Leia maisProcon Legislativo dá dicas para consumidores sobre Black Friday

Saque imediato do FGTS tira dinheiro do fundo por até 6 meses

Caixa antecipa retirada de dinheiro do FGTS

O trabalhador que não quiser o saque imediato de até R$ 500 por conta do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) precisa comunicar a Caixa Econômica Federal e solicitar a devolução do dinheiro ao fundo.

O banco já está fazendo o débito automaticamente e manterá o dinheiro fora das contas do FGTS até 30 de abril do ano que vem, a menos que o trabalhador peça o dinheiro de volta –procedimento chamado de desfazimento.

Feita a solicitação para a devolução, no entanto, o banco definiu um prazo de até 60 dias para fazer o crédito no fundo de garantia.

Enquanto estiver fora do fundo, dinheiro perde a correção do período.

Quem fizer o desfazimento fica sem acesso ao dinheiro ao longo desses dois meses. Ou seja, não poderá usá-lo no período caso consiga financiamento imobiliário, decida realizar amortização de saldo devedor em contrato imobiliário ou seja demitido.

O saque ainda será permitido, mas separadamente, pois os valores ainda não estarão no bolo do FGTS.

Quem não pedir devolução do recurso para a conta do FGTS só terá o dinheiro enviado de volta a partir de 1º de maio do ano que vem.

Do mesmo modo, o trabalhador que ainda não decidiu se quer ou não fazer a retirada, poderá fazê-lo até 30 de março de 2020.

A Medida Provisória 889 que regulamenta o programa saque imediato do FGTS prevê o saque compulsório do fundo e o crédito no banco para quem tem conta-poupança na Caixa. Não prevê procedimento similar para não correntistas do banco.

Leia maisSaque imediato do FGTS tira dinheiro do fundo por até 6 meses

ALVO DE INVESTIGAÇÃO: Gustavo Soares pode perder cargo por acumular funções de prefeito e médico

Resultado de imagem para gustavo soares assu

O prefeito do município de Assú, Gustavo Soares, que ocupa seu tempo dando plantões em hospitais de Natal, exercendo a função como médico, além da função de prefeito, só que prefeito de “quinta”, por só ir na cidade um dia da semana, e por isso ser proibido por Lei. Os vereadores da oposição, Stélio, Valdson, Delkiza, Xavier e Beatriz, entram com pedido de CPI para investigar acúmulos indevidos de cargos do prefeito.

Depois desse pedido, os vereadores da situação, ou seja, que são do lado do prefeito, recusam o pedido de CPI. Apesar da rejeição da investigação de acúmulos indevidos de cargos do prefeito Gustavo Soares, o Ministério Público já está ciente de uma susposta denúncia, e com provas do acumulo de cargo do prefeito nos últimos 3 anos de mandato.

A história que se conta, é que o prefeito Gustavo Soares está com dias contados, e ainda falam que ele não come o peixe da semana santa de 2020 como prefeito de Assú.

Projeto Câmara Cidadã atende 56 pessoas com emissão de carteiras de identidade no bairro Freitas em Jucurutu

O projeto Câmara Cidadã – desenvolvido em Jucurutu por meio de parceria entre o Poder Legislativo e o ITEP – atendeu 56 pessoas nesta quinta-feira (28), na Colônia de Pescadores, localizada no bairro Freitas.

“O colega vereador Francinildo solicitou, e nós agendamos essa data junto a equipe que realizada o serviço de emissão de carteiras de identidades, e hoje exclusivamente os moradores do bairro Freitas foram atendidos”, explicou Fagner Brito.

Fagner Brito lembrou que além de emitir a primeira via, a Câmara municipal de Jucurutu, já está realizando a emissão da segunda e terceira vias da carteira de identidade.

Eleitores de Ceará-Mirim e Alto do Rodrigues vão às urnas neste domingo (01)

Resultado de imagem para eleiçoes

As eleições suplementares para os cargos de prefeito e vice-prefeito de Ceará-Mirim e Alto do Rodrigues acontecem neste domingo (01), das 8h às 17h, e a Justiça Eleitoral potiguar já está com tudo encaminhado para que o pleito ocorra conforme o planejado. Ao todo, 62.360 eleitores do RN vão às urnas para escolher os candidatos.

O município de Ceará-Mirim, pertencente à 6ª zona eleitoral, contará com 47 locais de votação, 179 seções eleitorais e 161 urnas eletrônicas para atender à demanda de 51.837 eleitores aptos a votar. Além disso, 644 mesários voluntários atuarão no pleito garantindo a organização. Já em Alto do Rodrigues (47ª zona eleitoral), cujo eleitorado é menor – com apenas 10.523 pessoas aptas a votar, haverá 11 locais de votação, 39 seções e 32 urnas eletrônicas, além dos 128 mesários voluntários.

As novas eleições ocorrem em virtude da cassação e perda de mandato dos antigos prefeitos e vice-prefeitos de ambas as cidades, a partir de recentes decisões do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN).

Dia da votação

Os eleitores devem se dirigir aos seus respectivos locais de votação portando o título de eleitor ou, se preferir, o e-Título, que substitui o título de papel. Embora o Rio Grande do Norte já disponha de 100% da biometria, é recomendado que o cidadão leve também um documento oficial com foto para o caso da digital não ser reconhecida. Além disso, a Justiça Eleitoral recomenda que o eleitor faça uso da cola de papel contendo os dígitos de seus candidatos escolhidos para que o processo de votação se torne mais ágil. Lembrando que não é permitido fazer selfies com as urnas e que os eleitores não poderão entrar na cabide de votação portando smartphones.

MPRN move ação de improbidade contra Prefeitura e prefeita de Mossoró

Resultado de imagem para rosalba ciarline
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) moveu uma Ação Civil Pública (ACP) de improbidade administrativa contra o município de Mossoró, a prefeita Rosalba Ciarlini Rosado, e os secretários municipais de Administração, de Finanças e da Fazenda, Pedro Almeida Duarte, Erbênia Maria de Oliveira Rosado e Abraão Padilha de Brito, respectivamente.
A 19ª Promotoria de Justiça da cidade de Mossoró pede a condenação dos demandados por ato de improbidade administrativa em face da apropriação indevida dos valores descontados nos contracheques dos servidores públicos a título de empréstimos consignados. Segundo levantamento, até o momento, o valor devido pelo Município às instituições financeiras (Banco Olé Bonsucesso e Caixa Econômica Federal), totaliza R$ 7.941.539,73, relativos aos descontos efetuados por averbação de consignação em folha de pagamentos, oriundos de empréstimos consignados, contratados por servidores públicos junto às instituições financeiras conveniadas, os quais deveriam, obrigatoriamente, ser a elas repassados mensalmente, por força de convênio de mútua cooperação, no entanto, foram utilizados em despesas diversas.
A quantia é referente ao período de 2017 a novembro de 2019, referente aos valores das parcelas descontadas dos contracheques dos servidores não repassados à Caixa Econômica Federal e ao Banco Olé Bonsucesso, além do débito de acordo de parcelamento realizado em 13 de setembro de 2017 com a Caixa Econômica Federal. A ação civil pública foi ajuizada perante a 1ª Vara da Fazenda Pública de Mossoró.

Leia maisMPRN move ação de improbidade contra Prefeitura e prefeita de Mossoró

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: