VEJA O VÍDEO: Escuridão toma conta da creche de Assú

Diante das mentiras contadas pelo prefeito fantoche Gustavo Soares, o Blog do VT mostra aos leitores, que a escuridão toma de conta das instalações da creche da Escola Municipal Nair Fernandes, e isso é o atestado de incompetência de um médico que inventou de ser prefeito, apenas para permitir que seu pai, o maior ficha da história do Assú, pudesse governar sem que fosse proibido pela justiça, devido aos inúmeros processos que correm em seu nome.

O prédio do IPI em que funcionava o pré dessa escola, hoje abriga a creche da escola Municipal Nair Fernandes. É lamentável que a população do Assú tenha que passar por esse tipo de vexame, e o Blog mostra com essas fotos que a energia foi cortada sim, paga em atraso, e inclusive, já pediram o religamento, e agora, querem tampar o sol com a peneira.

O Blog do VT noticia os fatos e torce para que a situação se resolva e os estudantes não sejam prejudicados por muito tempo.

COMPROVADO: Gestão de Gustavo Soares é um caos e líder em incompetência

O prefeito “fantoche” da cidade do Assú, Gustavo Soares, ao longo de sua gestão, só vêm demonstrando e afirmando a sua falta de zelo pelo que realmente importa para a população, como por exemplo, o funcionamento de uma escola.

O corte de energia onde funciona a creche da Escola municipal Nair Fernandes, é apenas mais um dos exemplos da péssima gestão, e a comprovação da incompetência do prefeito como gestor, pois essa escola é a mesma que há algum tempo, o Blog denunciou as condições precárias do banheiro masculino que tinha apenas um sanitário, e por vezes os alunos defecavam no chão porque não aguentavam esperar.

Agora, a escola é vítima novamente da incompetência da gestão de Gustavo, e vai ter que esperar a boa vontade do prefeito, que nem na cidade está. O que importa para o prefeito turista, é participar de confraternizações na capital do Estado.

Governo anuncia versão digital de diplomas com custo 80% menor

O Ministério da Educação (MEC) anunciou hoje (10) que universidades e instituições de ensino superior terão uma nova modalidade de emissão de diplomas de graduação: o diploma digital. De acordo com o secretário de Educação Superior, Arnaldo Barbosa Júnior, a medida visa reduzir os custos de emissão do certificado e agilizar a empregabilidade de jovens graduados.

“Quando a pessoa se forma no nível superior, o nível de empregabilidade se torna muito elevado. Isso é fruto das oportunidades que estamos criando, é mais um serviço de transformação digital. E vamos corrigir um erro histórico: ficamos muito distantes dos alunos. Mas, cada vez mais, queremos nos aproximar e construir um novo mundo. Um mundo de educação de qualidade”, disse o secretário.

O novo formato deve estar disponível para 8,3 milhões de estudantes brasileiros que estão em fase de graduação e que serão beneficiados pela primeira fase de implantação do diploma digital. O projeto-piloto foi realizado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e conseguiu reduzir o tempo de emissão de um diploma devidamente autenticado e assinado digitalmente pelo ministério para 15 dias – prazo 84% menor que os 90 dias estipulados pela maioria das instituições de ensino superior do Brasil. Segundo o secretário, por enquanto a nova tecnologia não será aplicada para cursos de pós-graduação, mestrados e doutorados.

Leia maisGoverno anuncia versão digital de diplomas com custo 80% menor

Energia do prédio do IPI é cortada por negligência da gestão de Gustavo Soares


Chega ao Blog do VT, notícias de que a energia do prédio do IPI foi cortada já no fim da tarde, por negligência da gestão do fantoche de prefeito, Gustavo Soares, que só quer saber de pagar contratos milionários de fornecedores, e não tem nenhum zelo pelo que realmente importa para a população, como por exemplo, o funcionamento de uma escola.

Nesse prédio do IPI é onde funcionava há muito tempo, o pré do IPI, e hoje, está a creche da Escola municipal Nair Fernandes, em que foram todos pegos de surpresa.

Resta saber se a gestão do fantoche já está providenciando a quitação do débito e a regularização do fornecimento de energia, ou se amanhã a escola ainda amanhecerá no escuro.

CAOS: Faltam gazes e esparadrapos nos hospitais e Álvaro Dias só quer saber de festa em praça pública


O prefeito da cidade do Natal, Álvaro Dias, só quer saber de gastar milhões com shows e decoração natalina, enquanto gazes e esparadrapos nos hospitais estão quase em extinção. Além disso, os servidores são obrigados a trabalhar em condições precárias, com salários defasados e não recebem as gratificações garantidas por lei.

Após muitas tentativas de acordo e negociação, sem sucesso, cinco entidades sindicais que representam os trabalhadores em saúde, unificaram a luta e decretaram greve. Nesta terça-feira (10), os servidores públicos municipais da saúde realizaram grande Ato em frente à Prefeitura de Natal, em mais uma tentativa de negociar as reivindicações com a Prefeitura de Natal!

Os servidores públicos municipais da saúde da Natal paralisaram as atividades em todas as unidades básicas, Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), Hospitais e maternidades Municipais. Os servidores reivindicam a implantação das gratificações, o cumprimento da lei da data-base, que garante a recomposição das perdas salariais e não é cumprida desde 2014.

Existem servidores do município que há anos não recebem gratificações como quinquênios, insalubridade e transporte. Os servidores do último concurso não tiveram as gratificações implantadas, recebem apenas o salário base. Os servidores municipais enquadrados no Plano Geral, possuem uma decisão judicial que é descumprida desde outubro de 2018, que atualiza a matriz salarial defasada. São cerca de 8 mil servidores que recebem R$725 de salário base, abaixo do salário mínimo.

José Dias volta a falar sobre pedido de crédito extraordinário

O deputado estadual José Dias (PSDB) voltou a falar sobre o pedido do Governo do Estado de um crédito extraordinário ao Orçamento Geral de 2019, totalizando R$ 1,8 bilhão, em forma de Projeto de Lei. Em seu pronunciamento, realizado nesta terça-feira (10), durante sessão plenária, José Dias ressaltou que existe a Lei Federal 4.320, e que esta precisa ser respeitada pelo governo.

“O Governo tem feito uma pressão descomunal e ilegal sobre esse crédito extraordinário para satisfazer a vontade, o orgulho e o poder da Governadora do Estado. Eles têm usado de pressão e de mentiras ao ir para rádios e Tvs, dizer que a Assembleia precisa aprovar, caso contrário não haverá pagamento aos servidores estaduais”, disse.

José Dias reforçou, em seu discurso, que o pedido de crédito extraordinário se enquadra em um decreto do executivo e não em um Projeto de Lei. O deputado e líder do Governo na Assembleia, George Soares (PL), explicou a intenção do Estado, ao pedir o crédito extraordinário, como forma de reestruturar as finanças do Estado.

Leia maisJosé Dias volta a falar sobre pedido de crédito extraordinário

Ronaldo Soares não quer pagar mais de 3 milhões ao Assú e Justiça expede despacho de penhora de seu gado


O maior ficha suja da história do Assú, o ex prefeito Ronaldo Soares, já que não quis pagar ao município a dívida de mais de 3 milhões de reais, a justiça faz sua parte, emitiu despacho desde outubro, para a penhora do gado que existir na propriedade do executado.

Morando na casa do DNOCS, e querendo se apossar do que não é seu, o ex prefeito tem essa mania feia, e ainda tem a cara de pau de ir pro rádio, posar de bom moço, só que depois desse despacho a máscara do jacaré cai por terra.

O ex prefeito sempre agiu com ganância, ambição e frieza, e hoje, está colhendo os frutos de tudo isso, como a execução dessa dívida milionária.

O jacaré deve estar bem triste, pois se vender os minérios para construção da barragem, o dinheiro vai bater na conta, e já vai ser logo pego pela justiça.

Deputado Nelter Queiroz critica operação eleitoral em Jucurutu

Durante pronunciamento na sessão plenária desta terça-feira (10), o deputado Nélter Queiroz (MDB) se posicionou contrário à atuação do Ministério Público Eleitoral no Rio Grande do Norte em relação à gestão passada da prefeitura de Jucurutu, região Seridó.

O parlamentar acusou o órgão de cometer exageros conta o ex-prefeito George Queiroz e disse que o ex-prefeito adotará as providências judiciais necessárias para esclarecer os fatos e a legalidade da doação dos terrenos, segundo Nélter, feito com autorização da Câmara Municipal.

“Há uma atuação exagerada e o ex-prefeito não foi convocado nenhuma vez para se defender. É inconcebível que ele seja alvo de uma operação mesmo tendo deixado claro que pretendia colaborar com a investigação”, criticou Nélter.

Ao final do seu pronunciamento, o deputado disse que há abuso de poder por parte do MPE, que não está sendo fiscalizado. “O que eles querem são os holofotes. Pediram inclusive a senha do celular dele. Isso é um absurdo”, disse.

error: Content is protected !!