Idosos de baixa renda e pessoas com deficiência são os mais prejudicados por fila do INSS

Resultado de imagem para idosos e inss

Idosos e pessoas com deficiência de baixa renda, grupo com direito à assistência social de um salário mínimo, são os mais prejudicados pelo atraso da fila do INSS. Em janeiro, eles eram 489.863 do total de 1,380 milhão de pessoas com benefícios represados há mais de 45 dias, o que correspondia a 35,5% dos cidadãos à espera. Incluindo também os pedidos feitos há menos de um mês e meio, que não são considerados represamento, a fila sobe para 2,021 milhões de pessoas.

As informações fazem parte uma radiografia feita pelo próprio INSS a pedido do Tribunal de Contas da União (TCU). É a primeira vez que o órgão expõe com detalhes o quadro do represamento da fila, que afeta brasileiros em todo o País que pediram algum tipo de benefício previdenciário e de assistência social.

Considerando apenas as pessoas com deficiência, são 420.271 aguardando uma definição do INSS há pelo menos um mês e meio. O documento, ao qual o Estado teve acesso, também revela que a fila conta com 108.416 mulheres à espera do salário-maternidade, pago quando há afastamento do trabalho para ter filho.

Do total de 1,3 milhão de pedidos represados em janeiro, 400.853 eram de trabalhadores à espera de aposentadoria por tempo de contribuição. Outros 217.256 solicitaram a aposentadoria por idade.

Leia maisIdosos de baixa renda e pessoas com deficiência são os mais prejudicados por fila do INSS

Sobe para seis registro de casos suspeitos de coronavírus no Rio Grande do Norte

Equipe da Sesap concedeu coletiva na manhã desta sexta-feira em Natal — Foto: Bruno Vital/G1

Subiu para seis o número de casos suspeitos do novo coronavírus no Rio Grande do Norte, segundo a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Na manhã desta sexta-feira (28), a pasta convocou coletiva para informar que os casos suspeitos eram três. No entanto, em boletim divulgado no início da tarde, a quantidade de registros foi modificada, subindo para seis casos.

As informações foram confirmadas pela assessoria de imprensa da Sesap. De toda maneira, os casos só são oficialmente reconhecidos como suspeitos após confirmação do Ministério da Saúde, o que ainda não ocorreu com todos. Os números divulgados pelas secretarias estaduais e o MS não são necessariamente iguais, já que os órgãos têm horários e procedimentos distintos para apresentação de seus boletins diários.

Durante a manhã, a Sesap havia informado que eram cinco os casos suspeitos, e que dois haviam sido descartados, deixando a quantidade de registros em três. Contudo, segundo a assessoria, no início da tarde mais três pacientes que estavam em análise foram considerados suspeitos de portarem o vírus da Covid-19. Desta maneira, somam-se seis casos.

Ainda segundo a Secretaria de Saúde, um paciente é considerado suspeito quando apresenta os sintomas da doença e teve contato com alguém que esteve em algum dos 16 países listados pela OMS como lugares que têm registros de caso suspeito.

Leia maisSobe para seis registro de casos suspeitos de coronavírus no Rio Grande do Norte

TENSÃO: Matheus do Frutilândia pode ser oposição ao Prefeito Gustavo

Em meio ao planejamento turístico do prefeito “mamulengo” Gustavo Soares, ele fica sem tempo de ir a prefeitura e acaba arrumando algumas encrencas. Recentemente, O blog soube que o vereador Matheus foi atrás do prefeito Gustavo e não o encontrou em lugar nenhum, para tratar da festa que acontece no bairro Frutilândia.

Comenta-se que o vereador encontrou o prefeito em outro momento, num restaurante e ele não deu a mínima para o parlamentar, que está empenhado em ajudar na realização da festa do bairro.

Circula rumores que o vereador ficou muito chateado com o prefeito, pois no final das contas, confirma-se a negligência de Gustavo para com a população e vereadores, e não tem nenhum interesse pelo que acontece na cidade.

Pra o prefeito, o mais importante é fazer mídia nas redes sociais e contar histórias da carochinha, do que dar atenção aos assuenses.

Prefeito Gustavo Soares desafia MP Eleitoral e faz propaganda antecipada em seu instagram

O prefeito da cidade do Assú, Gustavo Soares, publicou em seu instagram ontem à noite, uma obra paga com recursos públicos. Não encontrando a felicidade em divulgar a obra, ainda inseriu a trilha sonora tendo seu jingle de campanha, em que consta o número e seu nome utilizados na eleição de 2016, e que por lei é proibido, já que se configura como propaganda antecipada.

No vídeo acima, claramente se vê a falta de respeito do prefeito do Assú para com a legislação eleitoral e todos do MP eleitoral e TRE no estado.

A divulgação em seu instagram, é uma afronta a todos do que compõe a legislação eleitoral, pois, a obra da Prefeitura faz interligação com seu jingle de campanha, tornando-se uma prática que é considerada ilegal por parte de um gestor público e pré-candidato a reeleição.

O prefeito do Assú abusa na tentativa de burlar a legislação e transformar as inaugurações de obras para benefício próprio, com isso, a propaganda eleitoral antecipada está sujeito a multas que variam de R$ 5.000,00 a R$ 25.000,00.

‘Se repetir cenário da China, coronavírus é administrável no Brasil’, diz ministro da Saúde

A chegada do novo coronavírus tende a ser administrável pela rede de saúde caso o Brasil repita o cenário registrado em parte da China, em que houve aumento seguido de estabilização dos casos, afirma o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em entrevista à Folha.

“Se se comportar dessa maneira, vamos supor, 50 mil casos em uma cidade como São Paulo, do tamanho de Wuhan, é perfeitamente administrável. A Coreia do Sul, que está do lado, tem mil casos. Se ficarmos em um cenário como esse, vamos ter pontos de concentração de casos, mas, a meu ver, perfeitamente atendíveis e controláveis”, disse ele, que cita a baixa letalidade.

Para o ministro, no entanto, é preciso ver como o vírus irá se comportar no verão e em um país tropical.

“No nosso país, meu maior receio é o Rio Grande do Sul, porque quando teve o H1N1 foi o lugar com maior número de casos e mortes. Mas será que esse coronavírus vai repetir a performance do H1N1 no Brasil?

Se gostar mais de aglomeração do que de frio, o Rio de Janeiro passa a ser a minha maior preocupação.”

Mandetta disse avaliar que é apenas questão de tempo para que a OMS (Organização Mundial da Saúde) reconheça a situação atual como uma pandemia. Para ele, porém, não há motivo para pânico. “A humanidade convive com vírus desde sempre.”

O ministro é graduado em medicina pela Universidade Gama Filho, do Rio de Janeiro, em 1989, e tem pós-graduação em ortopedia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Como avalia o cenário do Brasil para o novo coronavírus, diante da confirmação do primeiro caso? Vamos ver como o vírus vai se comportar no verão, em um país tropical, com diferenças culturais e comportamentais.

Leia mais‘Se repetir cenário da China, coronavírus é administrável no Brasil’, diz ministro da Saúde

Assu: MPRN cobra início das aulas de escola estadual

Atrasado desde o dia 10 de fevereiro, o início do período letivo da Escola Estadual Tenente Coronel José Correia, em Assu, foi alvo de recomendação da 1ª Promotoria de Justiça da comarca. No documento, o Ministério Público estabelece como prazo máximo o dia 10 de março para que a Secretaria Estadual de Educação inicie as aulas na maior escola do município.

Para o MPRN, o atraso do ano letivo resulta diretamente em prejuízo ao processo de ensino-aprendizagem dos alunos matriculados na Escola Estadual Tenente Coronel José Correia. Na unidade, a maior (em número de estudantes) e a mais antiga escola de Assu, estão matriculados mais de 700 alunos que não sabem quando começará o ano letivo de 2020.

A escola está sem material básico para o funcionamento regular, como material de expediente, carteiras dos alunos, lousas das salas de aula e o material comum para o funcionamento da cozinha. De acordo com a diretora e o vice-diretor da escola, a data do início do ano letivo era 10 de fevereiro, no entanto, em razão da demora na entrega dos bens necessários ao funcionamento do prédio escolar, houve o adiamento para o dia 17 do mesmo mês, data esta também já ultrapassada.

Ainda segundo os gestores da escola, não foi repassada, formal e informalmente, qualquer nova previsão para o início das aulas, seja por parte da Secretaria Estadual de Educação, apesar de diversos contatos telefônicos feitos pela Diretora da Escola com a administração estadual, bem como do envio, por parte da Diretora, de memorando solicitando a liberação dos equipamentos necessários para o atendimento à comunidade escolar e o início das atividades do ano letivo de 2020.

Na recomendação, o Ministério Público lembra que caso as aulas não sejam iniciadas até o próximo dia 10 de março, tomará providências por meio das medidas judiciais cabíveis. Para ler o ato na íntegra, clique aqui.

Lei incentiva estudo sobre costumes e tradições dos municípios no RN

Uma iniciativa da Assembleia Legislativa vai contribuir para a difusão do conhecimento sobre história, costumes e tradições dos municípios do Rio Grande do Norte. Um projeto de lei apresentado pelo deputado Ubaldo Fernandes (PL) que trata sobre o tema foi sancionado pelo Poder Executivo e já está em vigor.

Pela proposta, as escolas de Ensino Médio do Rio Grande do Norte poderão instituir, em caráter extracurricular, disciplinas que tratem da história, costumes e tradições das cidades onde elas estiverem sediadas. O objetivo do deputado é contribuir para que os jovens tomem conhecimento sobre as informações de sua localidade e repassem às demais gerações os costumes e tradições locais.

“Entendemos que esses assuntos são fundamentais para a propagação da cultura regional de cada localidade”, avaliou Ubaldo Fernandes.

A lei, que tem caráter autorizativo, foi sancionada e caberá às direções das escolas públicas do ensino médio a adoção das disciplinas, inclusive com a designação de professores para lecionarem sobre os assuntos.

“A adoção dessas matérias, em caráter extracurricular, será enriquecedor para as próximas gerações”, disse o parlamentar.

Quadrilha “faz a festa” após governadora comemorar tranquilidade no carnaval

No mesmo dia que a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, comemorou ter sido o carnaval 2020 o mais tranquilo dos últimos oito anos no Estado, bandidos “fizeram a festa”, nesta quinta-feira à noite, na cidade de Campo Grande, no Oeste potiguar, atacando uma agência do Banco do Brasil, incendiando carro e provocando pânico nos moradores.

Confira as imagens de Diego Moicano, do CG na Mídia:

*Novo Noticias

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: