Secretaria de Saúde investiga 3 mortes em Assú e 1 morte em Parnamirim com suspeita de coronavírus no RN

Sesap realizará contratação temporária de profissionais de saúde ...

A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte investiga pelo menos quatro mortes com suspeita para o novo coronavírus – Covid-19 – segundo informou o secretário Cipriano Maia no início da tarde desta sexta-feira (27). Ao todo, o estado conta com 28 casos de pacientes confirmados para a doença e mais de 1,1 mil suspeitos.

“A investigação de óbitos não foi concluída. Tem quatro óbitos que estão sob suspeita, está em investigação. É um trabalho demorado, que você tem que estudar desde o vínculo epidemiológico, o prontuário médico, a escuta dos profissionais. Momentaneamente, em função da epidemia, os casos de óbitos com suspeita ou diagnóstico clínico não precisam ir para Serviço de Verificação de Óbitos, porque o sistema não daria conta. Esses resultados, não temos hoje ainda”, afirmou o titular da pasta durante entrevista coletiva com a governadora Fátima Bezerra (PT).

Segundo o boletim epidemiológico da Sesap publicado minutos após a entrevista, os quatro casos são distribuídos em dois municípios: um em Parnamirim, na região metropolitana de Natal, e três de Assu, na região Oeste potiguar.

O caso de Parnamirim é o de uma mulher de 47 anos que morreu com sintomas da doença. A investigação foi confirmada ao G1, pela secretaria municipal de saúde, no dia 19 de março.

Ainda de acordo com o boletim, na ocorrência de óbitos que apresentaram “clínica sugestiva” (suspeita) para Covid-19, “caso a coleta do material biológico não tenha sido realizada em vida, deve-se proceder com a coleta ‘post mortem’ no serviço de saúde, para posterior investigação da vigilância epidemiológica”.

G1 RN

Coronavírus: Deputados apresentam projetos e destinam emendas no combate à Covid-19

A pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), já provocou mais de 25 mil mortes (dados da manhã desta sexta-feira, 27) e tem levado mais de três bilhões de pessoas ao isolamento social em todo o mundo, suspendeu, assim como em outros Poderes, as atividades presenciais do Legislativo Potiguar desde o dia 18 de março. Apesar disso, os deputados estaduais continuam trabalhando no combate à crise, em prol da qualidade de vida da população potiguar, seja com ações educativas, preventivas ou regulatórias. A aprovação do decreto de calamidade pública, bem como a criação da Comissão Legislativa de Enfrentamento ao Coronavírus, na última sexta-feira (20), são alguns exemplos.

Além dessas, outras ações dos parlamentares têm se destacado no enfrentamento dos efeitos socioeconômicos da COVID-19 no Estado. É o caso da destinação de emendas parlamentares para a área da Saúde, realizada pelos deputados Hermano Morais (PSB), Francisco do PT, Kleber Rodrigues (PL), Albert Dickson (PROS), Vivaldo Costa (PSD), Ubaldo Fernandes (PL) e Allyson Bezerra (SDD).

Juntos, esses parlamentares já remanejaram mais de R$ 6 milhões para a compra de equipamentos hospitalares, como respiradores, máscaras e luvas, assim como para a construção de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e outras emergências no combate ao Coronavírus no RN.

O deputado Hermano Morais (PSB), por exemplo, destinou todas as suas emendas parlamentares para a área da Saúde. O montante do ano corrente é da ordem de R$ 2 milhões e vai servir para a aquisição de equipamentos, insumos e ampliação de leitos de UTI, dentre outras necessidades.

Outra medida tomada por deputados, como George Soares (PL), Nelter Queiroz (MDB) e Ubaldo Fernandes (PL), foi o apoio à utilização, pelo Ministério da Saúde, de recursos do Fundo Eleitoral no combate à COVID-19. Atualmente orçado em R$ 2 bilhões, o Fundo Eleitoral concentra verbas repassadas pelo Tesouro Nacional para apoio às candidaturas.

Preocupado com os trabalhadores de serviços essenciais, o deputado Coronel Azevedo (PSC) protocolou requerimentos solicitando a disponibilização de equipamentos de proteção para os profissionais de Segurança Pública, da Saúde e aos que trabalham na limpeza dos hospitais, bem como a distribuição de máscaras e álcool em gel para a população carente do Rio Grande do Norte.

A cobrança de ações efetivas por parte do Executivo Estadual também vem fazendo parte da rotina dos parlamentares. A deputada Isolda Dantas (PT), por exemplo, apresentou requerimento – e foi atendida – solicitando que os restaurantes populares do Estado entreguem gratuitamente “quentinhas” à população socialmente vulnerável, como forma de garantir que elas continuem se alimentando. A deputada requereu, também, a entrega de kits de merenda escolar às famílias de estudantes com aulas suspensas em função da pandemia. No mesmo sentido, George Soares (PL) pediu o aumento da quantidade de refeições ofertadas diariamente pelos restaurantes populares do RN.

Com relação à manutenção de serviços básicos aos cidadãos, como fornecimento de água e energia elétrica, os deputados Allyson Bezerra (SDD), Hermano Morais (PSB) e Sandro Pimentel (PSOL) também deram suas contribuições.

Os três parlamentares apresentaram projetos complementares, proibindo o corte no fornecimento de água e energia elétrica durante a pandemia do Coronavírus, no Rio Grande do Norte (Allyson Bezerra); vedando às concessionárias a interrupção dos serviços de abastecimento de água, captação e tratamento de esgoto, distribuição de energia elétrica e gás, a toda a população do Rio Grande do Norte, durante 180 dias (Hermano Morais); e impedindo que o atraso no pagamento das faturas interrompam o fornecimento dos serviços e a aplicação de juros e multa (Sandro Pimentel).

Pensando nos consumidores, Isolda Dantas (PT) e Kelps Lima (SDD) protocolaram projetos e sugeriram em pronunciamentos que haja intensiva fiscalização sobre empresários ou comerciantes que aumentarem abusivamente os preços de insumos necessários ao combate e à prevenção do Coronavírus. Kelps propôs ainda que fossem zerados os impostos sobre 67 produtos capazes de ajudar no enfrentamento da COVID-19.

Para contribuir com o bem-estar e saúde dos servidores e da população em geral, o Programa de Qualidade de Vida e Saúde e a Coordenadoria de Gestão de Pessoas da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte elaboraram uma cartilha explicativa destacando alguns pontos importantes do documento oficial da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre a Covid-19 e a saúde mental das pessoas. As orientações vão desde a forma correta de higienizar a si e aos ambientes, passando por atitudes que devem ser tomadas com relação aos outros, até maneiras adequadas de se explicar a situação para as crianças.

Coronavírus no RN

A última atualização feita pela Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) informa que, até a tarde desta sexta-feira (27), o Rio Grande do Norte tem 28 casos confirmados do novo Coronavírus e 1.176 casos suspeitos, entre os quais estão quatro pacientes que morreram e cujos óbitos estão em investigação.

VÍRUS: Prefeito de Assú e Secretária de Saúde propagam o vírus da incompetência prejudicando os servidores da saúde e população


A negligência da gestão desastrosa do prefeito Gustavo Soares, e da pior secretária municipal de Saúde já vista, Viviane Lima, é muito mais evidente e escancarada do que se imagina. Ontem, foram flagrados profissionais da saúde vacinando população em situação que causou indignação e revolta, por isso, as fotos e vídeos viralizaram tão rápido nas redes sociais e grupos de whatsapp.

Toda a cidade do Assú sabe que falta materiais de limpeza e de higiene nas unidades de saúde, e que são essenciais para que os profissionais possam executar suas atividades com segurança, para que caso eles tenham contato com alguém que tenha o COVID-19, eles possam cuidar do paciente sem ser infectado.

A realidade que se tem na terra dos poetas, é o abandono da cidade. Além disso, a Secretaria de Saúde Municipal demorou para dar as diretrizes da campanha de vacinação que iniciou em todo o país no dia 23, e o pior, a população tem reclamado que os responsáveis pelas ações nesse momento de pandemia do COVID-19, não atendem telefone, não respondem mensagens e não oferece assistência a quem precisa.

A única coisa certa, são as “mirabolantes” propagandas no instagram do prefeito, informando que sua equipe faz “isso” e “aquilo”, quando na realidade, eles estão enganando o povo, e quem reclama é quem precisou e não teve assistência.

Cabe ao Ministério Público, e aos órgãos competentes, implantarem equipes de fiscalização, e a sociedade se mobilizar junto com eles, para cobrar e garantir, que os profissionais da saúde tenham as mínimas condições de exercer seu trabalho com segurança, e que a Prefeitura do Assú assuma suas responsabilidades.

Coronavírus: Kleber Rodrigues remaneja quase R$ 1,5 milhão em emendas para a Saúde

Com a gravíssima crise na rede pública de saúde provocada pela pandemia do Coronavírus, o deputado Kleber Rodrigues (PL) remanejou parte das emendas individuais para a rede pública de saúde dos municípios. O parlamentar conversou individualmente com os prefeitos que foram beneficiados com as emendas, destinando os valores para as rubrica da saúde.

“Fizemos um grande remanejamento das emendas individuais do nosso mandato. Contamos com o apoio dos prefeitos que, com toda sensibilidade, aceitaram a mudança de rubrica passando os valores integralmente para compra de material e equipamentos para saúde. Com isso, nosso mandato destina quase R$ 1,5 milhão para a rede pública municipal de saúde de diversas cidades”, disse Kleber Rodrigues.

O parlamentar acrescentou que paralelamente ao remanejamento de emendas, seu mandato permanece atuante na Assembleia Legislativa para todos os projetos que visam melhorar a rede pública de saúde.

Decreto suspende por 60 dias cortes do abastecimento de água em Natal

A Prefeitura Municipal do Natal publicou, na edição do Diário Oficial do Município desta sexta-feira (27), um decreto suspendendo a possibilidade da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) cortar o abastecimento de água em imóveis na cidade. A medida vale pelos próximos 60 dias e determina ainda prorrogação dos vencimentos das faturas, sem cobrança de juros ou multa.

No decreto, a Prefeitura explicou que, com a pandemia do novo coronavírus (COVID-19), a importância da continuidade do abastecimento de água potável nessa situação é ainda maior, devido aos cuidados com higiene. Além disso, o Município também argumentou a vigência de decreto que reconheceu a situação de emergência em Natal, além de ressaltar que os efeitos que o coronavírus vem causando na economia e a necessidade de adoção de medidas de para mitigar os impactos negativos.

Com a publicação, ficou suspensa a possibilidade de que a Caern corte o abastecimento de água para todas as classes de consumo durante o período de 60 dias e foi determinado ainda que a companhia, que é concessionária da prestação dos serviços de esgotamento sanitário e abastecimento de água em Natal, prorrogue os vencimentos das faturas, sem acréscimo de multa e juros, relacionadas ao consumo de água e tratamento de esgoto dos meses de março e abril. Ainda no texto publicado, ficou prevista a possibilidade de que a Caern faculte ao usuário o parcelamento das faturas.

*Tribuna do Norte

Comissão da Assembleia Legislativa age e monitora combate ao Coronavírus no RN

A Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, criada em sessão extraordinária, na última sexta-feira (20), vem trabalhando constantemente na fiscalização e implementação de medidas de combate à doença COVID-19, que vem se alastrando rapidamente pelo mundo, desde dezembro do ano passado.

Composta pelos deputados Francisco do PT, Sandro Pimentel (PSOL), Dr. Bernardo (Avante), Kelps Lima (SDD), Getúlio Rêgo (DEM) e Tomba Farias (PSDB), a comissão tem por funções o acompanhamento e a fiscalização das ações do Governo do RN referentes ao decreto de calamidade pública, bem como o encaminhamento de Projetos de Lei ao Legislativo Estadual.

Nesse sentido, Francisco do PT relembrou a importância do abastecimento de água potável em todo o Estado, como grande aliado no enfrentamento da pandemia, e citou projetos importantes que deveriam ser retomados no RN, como as obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco e a retomada do programa “Águas do RN”, que pretende construir novas adutoras e integrar as existentes, para o equacionamento do abastecimento humano.

Francisco do PT também propôs que os 500 mil reais em emendas doados por ele, no final do ano passado, para a Saúde do RN, sejam remanejados para o combate ao Coronavírus.

O deputado encaminhou, ainda, ofícios: ao Banco Central, solicitando a suspensão automática, por 90 dias, de todos os empréstimos e financiamentos bancários, de todas as instituições, com remanejamento das parcelas para o fim do contrato; ao Ministério da Economia, requerendo a liberação imediata dos saldos de FGTS no limite de R$ 6.101,06; e ao Governo do Estado, para negociar a suspensão da cobrança dos empréstimos consignados do Banco do Brasil pelo prazo de 90 dias, com o remanejamento das parcelas para o final do contrato.

Já o deputado Sandro Pimentel (PSOL) vai protocolar um projeto de lei que proíbe as concessionárias de serviço público de aumentar e suspender os fornecimentos de água, energia, gás e transporte coletivo, durante o estado de calamidade pública reconhecido pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Leia maisComissão da Assembleia Legislativa age e monitora combate ao Coronavírus no RN

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: