PALHAÇO A VISTA: Gustavo Soares cria clima de “circo” na saúde de Assú e mostra a piada que é sua administração

A situação na área da saúde em Assú, virou motivo de piada. Hoje em um programa na 89 Fm, populares denunciaram a atual gestão, que quem vai a pé tomar vacina, não é atendido. Só é atendido quem vai de carro ou moto.

O problema na medida que o incompetente prefeito do Assú tomou, é que os idosos estão tendo que pagar corridas de mototáxis, para receberem a vacina e é obrigação do município fornecer a vacina, ou seja, as pessoas não eram para ter custos para receberem essa vacina.

Mesmo a denúncia sendo veiculada em rádios, a péssima secretária de saúde, Viviane Lima, mostra que o caos em sua gestão pode piorar, e isso tem deixado a população tensa e revoltada, pois o prefeito e sua secretária não fazem nada para solucionar os problemas.

A única coisa que eles sabem fazer bem, é tirar retrato para o instagram, pois o que é obrigação fica muito a desejar.

Justiça suspende propaganda irregular de vereadores de Natal e Parnamirim

O Ministério Público Eleitoral obteve decisões judiciais que determinaram a interrupção de propaganda política irregular no Rio Grande do Norte, ligada à pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Raimunda Nilda – vereadora de Parnamirim, conhecida como Professora Nilda – e Robson Carvalho – vereador de Natal – estavam distribuindo álcool em gel e sabonete líquido à população, com propaganda pessoal e divulgação de redes sociais em panfletos e rótulos das embalagens. A distribuição de brindes é vedada pela legislação.

De acordo com o MP Eleitoral, a entrega dos materiais tinha o intuito de expor beneficamente a figura dos vereadores, sob a pretensão de orientar a população, mas com a clara finalidade de obter apoio e votos nas eleições municipais deste ano.

A decisão da Justiça Eleitoral aponta que “houve a distribuição de vantagem ao eleitor (brindes) com ofensa ao princípio da igualdade de oportunidade entre os pré-candidatos”. Ela ressaltou, ainda, que a “manifestação pública com evidente escopo de promoção pessoal e captação de eleitorado” ocorreu “muito antes do prazo permitido por lei para a divulgação de propagandas de cunho eleitoral”, que é a partir de 16 de agosto.

Leia maisJustiça suspende propaganda irregular de vereadores de Natal e Parnamirim

Assembleia Legislativa do RN lança cartilha digital sobre eleições 2020

Com o objetivo de fortalecer a democracia, a Assembleia Legislativa do RN lança neste mês de março, uma cartilha digital com orientações para as eleições de 2020. O material contém as regras atualizadas, previstas na Legislação Eleitoral e adotadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que serão aplicadas no pleito. A cartilha pode ser acessada no site da Assembleia Legislativa (http://www.al.rn.gov.br).

“O exercício da cidadania se faz também pelo acesso à informação e ter conhecimento sobre as regras, calendário e atuação das instituições no processo eleitoral, através da cartilha, permite ao eleitor cumprir o seu papel de cidadão e fortalecer a democracia. A cartilha digital tem objetivo de ser uma ferramenta para que todos fiquem por dentro das eleições 2020”, disse o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB).

Nesse período de distanciamento social e isolamento, a cartilha é mais uma opção de leitura e informação. A publicação com orientações eleitorais foi idealizada e construída pela equipe da Procuradoria-Geral da Assembleia Legislativa e atende a demanda, de forma educativa, de gestores públicos, postulantes a mandatos em 2020 e cidadãos, com detalhes sobre o rito eleitoral.

De acordo com o Procurador-Geral da Assembleia, Sérgio Freire, a cartilha busca, de forma educativa e didática, nortear a ação dos envolvidos no processo eleitoral. “Diante da situação que estamos vivendo em função da pandemia do novo coronavírus, decidimos lançá-la apenas digitalmente, mas o objetivo é o mesmo: informar o cidadão acerca dos principais temas eleitorais, especialmente aqueles adotadas pelo TSE no que concerne às últimas edições por este editadas, que trata sobre as Eleições 2020 e que serão abordadas de forma resumida nessa cartilha”, declarou.

A cartilha está dividida em capítulos, pontuando situações destacadas pela Legislação Eleitoral e será base para palestras e capacitações realizadas pela Escola da Assembleia.

Ciro Gomes, Haddad, Boulos e Dino pedem renúncia de Bolsonaro em manifesto

Os principais líderes de diversos partidos de oposição se uniram de forma inédita para lançar um documento acusando Jair Bolsonaro de ser “um presidente da República irresponsável”, que agrava a crise do coronavírus pois “comete crimes, frauda informações, mente e incentiva o caos”.

“Deveria renunciar” diz o texto, assinado pelos pelos ex-presidenciáveis Fernando Haddad (PT-SP), Ciro Gomes (PDT-CE) e Guilherme Boulos (PSOL-SP) e pela candidata a vice de Haddad, Manuela Davila (PCd0B).

O documento é endossado ainda pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), pelo ex-governador do Paraná, Roberto Requião (MDB-PR), pelo ex-governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e pelos presidentes do PT, Gleisi Hoffmann, do PSB, Carlos Siqueira, do PDT, Carlos Lupi, do PCB, Edmilson Costa, Juliano Medeiros, do PSOL, Luciana Santos, do PCdoB,

O texto afirma que “Jair Bolsonaro é o maior obstáculo à tomada de decisões urgentes para reduzir a evolução do contágio, salvar vidas e garantir a renda das famílias, o emprego e as empresas. Atenta contra a saúde pública, desconsiderando determinações técnicas e as experiências de outros países.”.

Em outro trecho, afirma: “Bolsonaro não tem condições de seguir governando o Brasil e de enfrentar essa crise, que compromete a saúde e a economia. Comete crimes, frauda informações, mente e incentiva o caos, aproveitando-se do desespero da população mais vulnerável. Precisamos de união e entendimento para enfrentar a pandemia, não de um presidente que contraria as autoridades de Saúde Pública e submete a vida de todos aos seus interesses políticos autoritários”.

Leia maisCiro Gomes, Haddad, Boulos e Dino pedem renúncia de Bolsonaro em manifesto

Coronavírus: Kelps remaneja emenda para Hospital de Natal comprar insumos e equipamentos

O deputado estadual Kelps Lima (SDD) vai remanejar parte de suas emendas parlamentares para colaborar com as ações de combate ao Coronavírus. Kelps optou por destinar recursos para a capital potiguar. O parlamentar alterou o repasse de R$ 500 mil para outro fim, e destinou para o Hospital de Natal usar na compra de insumos e equipamentos.

“O momento é grave e a hora é de colaborarmos de todas as formas com os órgãos de saúde para minimizar os danos que o alastramento do vírus vai provocar em nossas famílias”, disse Kelps, que ainda apresentou três sugestões ao Governo do Estado durante a pandemia.

Uma das sugestões do parlamentar é zerar os impostos de produtos que precisam ser adquiridos nas ações da Saúde para combater a Covid-19. Para o parlamentar, os Procons (estadual, municipal e legislativo) também precisam fiscalizar a alta de preços de produtos como o álcool em gel, já que alguns comerciantes, “uma minoria”, segundo o parlamentar, estão se aproveitando da situação e “disparando preços”. A outra sugestão é a criação de uma comissão formada por setores empresariais para evitar o fechamento de empresas e diminuir o dano do desemprego que poderá ocorrer como consequência da pandemia do Coronavírus.

RN chega a 68 casos confirmados de novo coronavírus em 11 municípios

A Secretaria Estadual de Saúde Pública confirou, na manhã deste domingo (29), 23 novos casos de Coronavírus no Rio Grande do Norte. Com isso, o RN passa a ter 68 pessoas infectadas, em 11 municípios. Até o sábado (28), o Estado tinha 45 casos, distribuídos em seis municípios.

Ao todo, o RN já registrou 1.414 casos suspeitos de COVID-19, dentre os quais 367 foram descartados. De acordo com o mais novo boletim da Sesap, Natal é a cidade com a maior quantidade de casos, 34, seguida por Mossoró, com 16, e Parnamirim, com 9. Além desses municípios, há também registros confirmados em Assú, Caicó, Macaíba, Monte Alegre, São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu e Tibau. Há, ainda, 1.071 casos suspeitos sob análise.

Além desses, houve também confirmação de um caso em uma pessoa residente em Recife, mas que foi atendida pelo serviço de saúde no Rio Grande do Norte. Atualmente, o Estado possui notificações em todas as Regiões de Saúde, porém a maior parte (50%) estão concentradas na Região Metropolitana de Natal.

Óbitos

Até este domingo, o Estado possuía uma morte confirmada por Coronavírus, a do professor Luiz Di Souza, de 61 anos. Luiz era professor do Departamento de Química da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), que estava internado desde o dia 21 de março, e já tinha teste confirmado para Coronavírus. De acordo com a Sesap, a vítima tinha histórico de diabetes.

*Tribuna do norte

Covid-19: Mandetta contraria Bolsonaro e reforça urgência de parar o país

Na entrevista de balanço dos 30 dias de casos do novo coronavírus no Brasil, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, contrariou várias vezes o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), dizendo que é preciso aumentar e uniformizar as medidas de isolamento no país.

Além de defender uma uniformidade no isolamento pelo país, Mandetta ainda rebateu o presidente Bolsonaro em ao menos outros três pontos:

Comparação entre Covid-19 e H1n1
Jovens e a doença
Uso da cloroquina

Segundo Mandetta, se todo mundo sair para a rua ao mesmo tempo, faltarão equipamentos para todos. “Seja pro patrão, seja pro empregado”.

“A gente vai ter que contratar aviões para embarcar produtos na China, para sair de lá e trazer para cá. Mais um motivo para as pessoas ficarem em casa. Porque se todo mundo sair ao mesmo tempo, vai faltar equipamentos”, disse o ministro sobre as dificuldades para importar produtos na China, que saiu do isolamento há poucos dias.
Isolamento já abriu vagas em UTI

Mandetta também disse que as medidas de isolamento já estão contribuindo para diminuir a ocupação de leitos de UTI pelo Brasil, pois estão diminuindo o número de acidentes e de leitos ocupados por vítimas de politraumatismo. Segundo o ministro, o Brasil tem um bom número de leitos, mas com taxa de ocupação alta.

“Quando a gente manda parar, diminuem acidentes, diminuem traumas e aumentam leitos de UTI quando precisarmos. Diminuem politraumatizados na UTI e aumenta espaço para os internados por viroses. Ou seja, mais um benefício quando a gente manda parar, além de diminuir a transmissão”, disse.
Vai mostrar exame, se testar positivo

Leia maisCovid-19: Mandetta contraria Bolsonaro e reforça urgência de parar o país

Azul suspende todos os voos para o RN até 30 de abril

Azul vai operar em 27 cidades neste período — Foto: Divulgação

A Azul Linhas Aéreas comunicou nesta sexta-feira (27) que os todos os voos para o Rio Grande do Norte estão suspensos até o dia 30 de abril. Os cancelamentos atingem os aeroportos de Natal e de Mossoró.

A empresa informou que os cancelamentos acontecem “em função das medidas de contenção e quarentena (por conta do novo coronavírus) que estão sendo implementadas em todo o país e que limitam significativamente a mobilidade de clientes, tripulantes e parceiros”. Por isso, a empresa reduziu a sua capacidade de atuação em cerca de 90% até o dia 30 de abril.

Neste período, a empresa vai operar de maneira reduzida, com 70 voos diários para 27 cidades: Campinas (SP), Belo Horizonte (MG), Recife (PE), Belém (PA), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Fernando de Noronha (PE), Fort Lauderdale (EUA), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), Juazeiro do Norte (CE), Manaus (AM), Montes Claros (MG), Orlando (EUA), Palmas (TO), Petrolina (PE), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO), Rio de Janeiro – Santos Dumont (RJ), São Luís (MA), Salvador (BA), Tefé (AM), Tabatinga (AM), Uberlândia (MG) e Vitória (ES).

Leia maisAzul suspende todos os voos para o RN até 30 de abril

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: