fbpx

Segurados do INSS poderão receber benefício direto em conta corrente

Os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem por meio de cartão magnético poderão solicitar a transferência do pagamento do benefício para depósito em conta corrente. A solicitação pode ser feita apenas por meio do aplicativo ou site Meu INSS.

A autorização para mudança de modalidade está prevista na Portaria 543/2020, publicada hoje (29) no Diário Oficial da União, e vale enquanto durar a situação de risco à saúde pública decorrente da pandemia do novo coronavírus no país. A medida visa evitar o deslocamento dos cidadãos aos bancos.

Para fazer a solicitação, o beneficiário precisa ter o login e senha do Meu INSS, para que o procedimento seja feito mediante autenticação do usuário. A conta corrente cadastrada deve ser feita no nome do titular do benefício. Além disso, não será necessária a autenticação da documentação apresentada no momento do requerimento.

De acordo com a portaria, para a efetivação da mudança de modalidade de pagamento, ocorrerá o bloqueio do crédito que se encontra disponível e no prazo de validade. Dessa forma, o órgão poderá reemitir o pagamento diretamente para a conta corrente indicada pelo beneficiário.

Sebrae oferece orientação gratuita a empresários do RN que querem fazer empréstimo durante a crise financeira

Crise: Sebrae lança ferramentas para auxiliar pequenos negócios ...

O Sebrae está orientando gratuitamente os empresários que pensam em conseguir empréstimos para o momento vivenciado diante da crise do novo coronavírus. Toda a consultoria é feita de maneira remota e agendada, após o preenchimento de um formulário no site.

Antes de solicitar o empréstimo, o Sebrae sugere que o empresário faça uma análise cuidadosa da empresa, verificando custos fixos como aluguel, e os variáveis, que dependem do faturamento atual. Também é preciso, segundo o Sebrae, se atentar ao momento pós-coronavírus, já que, dependendo do ramo de atividade, será preciso mais tempo para retomar o negócio. Assim, é fundamental analisar prazos de carência.

“Essa orientação é fundamental antes de contratar o financiamento. A consultoria, mesmo que remota, verifica a situação da empresa e sensibiliza o empresário sobre a importância de se fazer uma previsão do fluxo de caixa, para entender qual a sua real necessidade de capital de giro nesse momento”, explica Ruth Suzana Maia, que é analista do Escritório Metropolitano do Sebrae e especialista em crédito.

Leia maisSebrae oferece orientação gratuita a empresários do RN que querem fazer empréstimo durante a crise financeira

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: