‘Não pretendo nem participar, nem opinar nas eleições’, diz Rogério Marinho

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou na manhã desta quarta-feira (5) que não pretende se manisfestar sobre as eleições municipais deste ano. Em entrevista para o jornalista Diógenes Dantas, no Jornal 96, o integrante da equipe do Governo Bolsonaro foi enfático para dizer que irá se abster.

“O debate das eleições municipais pra mim está completamente fora. Estou ministro do Estado, não pretendo nem participar, nem opinar com relação ao pleito. Estarei completamente distante da eleição municipal”, declarou.

Rogério Marinho explicou também a saída do PSDB e afirmou que mantém um bom relacionamento com outros políticos que permanecem na sigla. “a minha saída do PSDB foi um processo amadurecido a partir do meu insucesso eleitoral em 2018. Inclusive, na época a minha expectativa era, além de sair do partido, estava avaliando a possibilidade de não voltar para o processo político. Como eu fui convidado para participar do Governo Bolsonaro, fiquei meio que suspenso na questão partidária e eu saí sem muito alarde. Sai na verdade em março deste ano, apenas não dei publicidade ao fato. Quem deu publicidade foi o presidente do partido, porque foi cobrado por alguns membros do partido em São Paulo que eu estaria no governo como membro do PSDB”, relembra.

“Eu tenho um excelente relacionamento com ex-deputado Bruno, que é presidente nacional do PSDB, com boa parte da bancada, com o prefeito Álvaro Dias, com o deputado Ezequiel, com os deputados Tomba, Gustavo, José dias, todo o grupo do PSDB no Rio Grande do Norte, são amigos, são companheiros. Agora eu não tenho mais como ficar em um partido que na minha opinião perdeu um pouco de sua aderência com as bandeiras que eu defendia anteriormente”, afirma Marinho.

Sem partido, o ministro foi perguntado ainda sobre a possibilidade de filiação no partido que o presidente da República pretende criar, o Aliança pelo Brasil. “Não penso nisso nesse momento. A minha expectativa é ser um bom ministro do Desenvolvimento Regional. A minha aspiração é tentar o que eu puder fazer para dar segurança hídrica ao Nordeste”, respondeu.

Com informações, No Minuto. 

Segunda Turma garante novo acesso de Lula a acordos de leniência entre Odebrecht e MPF

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), na sessão realizada nesta terça-feira (4), por maioria de votos, assegurou à defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acesso restrito aos acordos de leniência firmados entre a Odebrecht e o Ministério Público Federal (MPF). De acordo com a decisão, proferida na Reclamação (RCL) 33543, os advogados poderão ter acesso a elementos de prova já documentados e que lhes digam respeito na ação penal relativa à suposta cessão de terreno para construção de sede do Instituto Lula, ressalvadas eventuais diligências em curso ou em deliberação.

A defesa alegava haver restrições ao compartilhamento das provas, mesmo diante da determinação do ministro Edson Fachin, relator da reclamação, para que o Juízo da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba (PR) concedesse o acesso aos autos em que fora depositado o acordo de leniência, inclusive em relação aos sistemas “MyWebDayb” e “Drousys”.

Leia maisSegunda Turma garante novo acesso de Lula a acordos de leniência entre Odebrecht e MPF

MPRN ajuíza ação para que se realizem obras necessárias à desativação ou recuperação de barragem em Angicos

Prefeitura Municipal de Angicos - O que é?
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da Promotoria de Justiça da comarca de Angicos, ajuizou uma ação civil pública para que o Poder Judiciário determine a imediata regularização da situação da Barragem São Miguel 2, com a obtenção do licenciamento ambiental junto ao Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) e da outorga de uso da água no Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn).
Na ação judicial, o MPRN destaca que a estrutura só não entrou em colapso, com posterior  desastre ambiental em razão da pronta atuação estatal, diante da inércia do proprietário da barragem. O problema vem sendo acompanhado desde setembro de 2019, por meio de Inquérito Civil instaurado para apurar a situação de risco da Barragem São Miguel 2, a partir de ofício do Ibama, encaminhando relatório de vistoria realizada na referida barragem em 23 de abril de 2019. O procedimento investigou e constatou o funcionamento de empreendimento sem que houvesse autorização dos órgãos competentes, especialmente quanto à Licença Ambiental.
A vistoria noticiou que a Barragem São Miguel 2, que recebe águas do Rio Pataxó, corria risco iminente de rompimento, que poderia causar efeito cascata em barragens/açudes a jusante com risco de romper outro açude, que colocaria em risco as cidades de Angicos e de Ipanguaçu. Ainda segundo o Ibama, o aumento de volume de água na Barragem São Miguel 2 se deu devido ao recebimento de água proveniente de um rompimento anterior da Barragem São Miguel 1, no município de Fernando Pedroza. Foi relatada na vistoria, também, a falta de manutenção na barragem, contribuindo para a gravidade de um possível arrombamento.

Leia maisMPRN ajuíza ação para que se realizem obras necessárias à desativação ou recuperação de barragem em Angicos

Maior evento agropecuário do RN, Festa do Boi cancela sua 58ª edição por causa da pandemia da Covid-19

Evento acontece todos os anos no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim (Arquivo) — Foto: Klênyo Galvão/G1

Maior e mais famoso evento agropecuário do Rio Grande do Norte, a Festa do Boi teve sua 58ª edição, prevista para 2020, cancelada por causa da pandemia do novo coronavírus. A informação foi confirmada em comunicado da Associação Norteriograndense de Criadores (Anorc), que organiza a feira anualmente no mês de outubro.

Em 2019, o evento movimentou cerca de R$ 50 milhões em negócios e foi visitado por 240 mil pessoas, entre os dias 12 e 19 de outubro. Além de exposições agropecuárias, leilões e rodada de negócios, a feira conta com shows e parque de diversões, que atraem públicos variados.

Segundo a Anorc, a diretoria participou de uma reunião na noite desta terça-feira (4) para discutir a realização do evento em 2020, diante do cenário de pandemia. Uma possível edição da Festa do Boi 2020 em formato virtual não está descartada, mas o modelo e seus detalhes ainda estão em estudo, segundo a organização.

Leia maisMaior evento agropecuário do RN, Festa do Boi cancela sua 58ª edição por causa da pandemia da Covid-19

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: