Painel eletrônico da Assembleia permite interação com Sistema do Processo Legislativo

A partir da Sessão Plenária desta terça-feira (8), o Legislativo Potiguar traz mais uma inovação que irá facilitar o andamento dos seus trabalhos. É a sessão ordinária híbrida. Ela ocorrerá de forma mista, isto é, com deputados participando diretamente do Plenário e outros remotamente. Isso é possível devido à integração do Sistema de Deliberação Remota (SDR) com o eLegis (Sistema do Processo Legislativo Eletrônico), ambos desenvolvidos pela Diretoria de Gestão Tecnológica da Casa.

Com essa novidade implementada hoje, será possível controlar, a partir de um único sistema, a presença e votação dos parlamentares que se encontram no plenário, bem como dos que estão fora da sede. Estarão disponíveis ainda as pautas das sessões, já que o painel funcionará agora em total integração com o eLegis.

Para o diretor de Gestão Tecnológica da Casa, Mário Sergio Gurgel, uma das grandes inovações do referido painel eletrônico é o seu desenvolvimento interno. “Antes nós só tínhamos o painel eletrônico, contratado de uma empresa de Minas Gerais, e sem integração com o processo legislativo. A partir do desenvolvimento interno do sistema, é importante frisar a economia que isso vai nos trazer, porque não precisaremos mais licitar o equipamento. Além disso, eu acredito que nós seremos o Legislativo brasileiro com um dos painéis mais modernos e eficientes para plenário”, destacou.

Ainda de acordo com Mário Sergio, futuras implementações estão em desenvolvimento. “Em breve será adicionada, por exemplo, a opção para os deputados solicitarem suas inscrições para se pronunciarem como oradores e nos horários das proposições, lideranças e dos deputados, tornando o processo cada vez mais digital. Outro ponto importante é que o Painel Eletrônico está sendo desenvolvido para atender todas as sessões e reuniões do processo legislativo, incluindo as reuniões de comissões, que hoje ainda não trabalham de forma eletrônica”, concluiu.

Leia maisPainel eletrônico da Assembleia permite interação com Sistema do Processo Legislativo

Deputados discutem atuação do Governo do Estado em Saúde e Educação na pandemia

Durante a 72º Sessão Plenária Ordinária, realizada na manhã desta terça-feira (8), de forma híbrida (presencial e remotamente), no horário dos deputados foram abordados temas, como a gestão do Governo do Estado em Saúde e Educação na pandemia, a celebração cívico-militar do 7 de setembro, legislações referentes à área econômica, além do retorno às aulas para o setor privado e público.

Opinando sobre a reabertura das escolas, o deputado Vivaldo Costa (PSD) iniciou seu discurso dizendo que em breve haverá vacina para a Covid-19 e, portanto, deve-se ter cautela para discutir o retorno às aulas.

“Eu vi uma estatística bem positiva de Caicó, mostrando que no último mês morreram 11 pessoas de Covid. Todas idosas. Mas na hora que a gente permite a reabertura da escola, a criança pode contaminar seus familiares, matando avós, pais, tios. Por isso precisamos ter muito cuidado e discutir esse assunto de maneira profunda”, disse.

Vivaldo falou ainda sobre a importância do Setembro Amarelo. “Nós precisamos ajudar a governadora e o secretário de saúde, para que tenhamos em todos os postos de saúde um psicólogo, a fim de orientar as pessoas sobre o suicídio e proteger as famílias desse mal tão grave da nossa sociedade”, finalizou.

Coronel Azevedo (PSC) fez menção ao Feriado da Independência, que foi celebrado de maneira diferente este ano, em virtude da pandemia.

“Sempre foi tradição que todos os anos milhares de pessoas participassem do desfile cívico-militar. Mas este ano nós tivemos um ‘7 de Setembro’ diferente. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros não puderam participar desta festa cívica e democrática. Mas o respeito e orgulho pela nossa nação não mudaram”, iniciou.

De acordo com o deputado, no dia de ontem ele foi ao Comando Geral da PM e participou de uma cerimônia simbólica de hasteamento do pavilhão nacional, homenageando todos os profissionais que atuam na Segurança Pública do RN.

Leia maisDeputados discutem atuação do Governo do Estado em Saúde e Educação na pandemia

Idema abre processo seletivo para contratação de 189 profissionais de nível superior no RN

Contratação é para 12 meses — Foto: Divulgação

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) abriu processo seletivo para a contratação de 189 bolsistas de nível superior. Os contratos são para um período de 12 meses, com possibilidade de renovação e os salários vão de R$ 2.400 a R$ 3.400.

As inscrições seguem abertas no site da Funcitern até o dia 12 de setembro e os currículos serão avaliados com base na análise da formação acadêmica, de produção científica e das experiências profissionais que contribuam para o projeto. Segundo o Idema, os contratados vão atuar em um projeto de fortalecimento institucional de gestão ambiental e territorial.

As vagas são para: Administração (1), Direito (31), Arquitetura e Urbanismo (8), Engenharia Química (8), Ciência e Tecnologia (3), Engenharia Ambiental (8), Engenharia Civil ou Tecnólogo em Construção Civil (13), Engenharia Civil (1), Engenharia Elétrica (4), Engenharia Florestal (9), Engenharia Mecânica (3), Engenharia de Minas (1), Engenharia de Petróleo e Gás (7), Geografia (12), Graduado na área de geociências ou ciências naturais (1), Geologia (9), Agronomia ou Engenharia Agronômica (12), Gestão Ambiental (10), Ciências Biológicas (35), Ecologia (6), Aquicultura ou Engenharia de Pesca (2), Pedagogia (3), Oceanografia (1), História, Arqueologia ou Antropologia (1).

Os bolsistas que possuem graduação vão receber R$ 2.400, os com especialização R$2.700, enquanto os mestres ganham R$2.900 e os doutores R$3.400.

Segundo o diretor geral do Idema, Leon Aguiar, com essas contratações o Idema executa as atividades de Educação Ambiental, gestão das Unidades de Conservação da Natureza e auxilia no desenvolvimento de estudos e projetos ambientais para o RN.

Leia maisIdema abre processo seletivo para contratação de 189 profissionais de nível superior no RN

Assú tem quase 1.500 casos do COVID enquanto prefeito Gustavo viaja e foge da responsabilidade

Ontem, dia 07 de setembro e dia da independência, a cidade do Assú é surpreendida além da falta de respeito do prefeito eleito pelo povo em se ausentar de um ato cívico que foi o hasteamento da bandeira, é surpreendido também pelo Boletim da SESAP/Rn, na qual a cidade está com quase 1500 pessoas infectadas pelo COVID-19.

Depois de muitos dias que o “coroné boquinha” George, obriga o prefeito Gustavo a ficar mais dias na cidade do que o normal, circula nos bastidores é que o prefeito viajou com a esposa, já que faz muito tempo que não exerce o espírito turista, e mostra que de forma forçada continua sua busca pela reeleição e emprestando o CPF para seu irmão, o deputado George Soares, que nunca ganhou eleição em Assú, mas que sonha com isso desde quando entrou pra vida pública.

Desde que Gustavo assumiu a candidatura à reeleição, que sua esposa Mariana Costa, bloqueou o perfil no instagram, e só permite que o mais seleto grupo de aliados vejam suas postagens, o que o Blog do VT não entende, é porque toda essa preocupação em não tornar pública sua vida, ou será que tem algo que a população não deve saber? Fica a pergunta no ar.

E enquanto o prefeito foge da raia, a população sofre com o aumento de casos, e com o aumento na taxa de ocupação de leitos no Hospital Regional.

Kelps Lima defende reabertura das escolas da rede privada no RN

No horário destinado aos oradores durante a sessão desta terça-feira (8), o deputado Kelps Lima (SDD) defendeu o retorno das aulas presenciais nas escolas parlamentares. O deputado fez um apelo para que o governo estadual autorizasse o funcionamento, de forma opcional, para que assim os pais possam escolher a melhor forma para os seus filhos.

“Há um apelo muito forte por parte das escolas particulares pela reabertura e acredito que a governadora Fátima Bezerra já assumiu o fracasso na sua política de educação, pois mesmo após um semestre de pandemia não conseguiu reestruturar as escolas para os alunos que querem voltar”, criticou o deputado.

Kelps afirmou que o governo estadual ao anunciar que as aulas só retornarão em 2021 condenou os jovens e crianças a perderem o ano letivo. “A culpa não é absolutamente dela, porque não foi ela quem criou a pandemia, mas demonstra o despreparo e descompromisso com a educação”, afirmou.

O deputado disse ainda que o ano de 2020 foi tumultuado na Educação pública do RN, pois o reajuste do piso salarial dos professores não foi concedido na data, além de greve e agora a falta de alternativa para os estudantes.

“É minha opinião, mas acho que a governadora e o prefeito de Natal deveriam autorizar a reabertura, porque a lógica da iniciativa privada não é a mesma lógica do poder público”, disse Kelps.

Albert parabeniza Anvisa por deixar de exigir retenção de receita da ivermectina

Durante o seu pronunciamento na primeira sessão híbrida da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (8), o deputado Albert Dickson (PROS) parabenizou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por não mais exigir a retenção de receita para a ivermectina. Antes da proibição, se podia fazer prescrição simples e a Anvisa exigiu por um período que a venda fosse por receita controlada.

“Eu fui um crítico da Anvisa quando por 45 dias ela restringiu a venda da ivermectina e somos a única pessoa física do Brasil que fomos à Justiça Federal, fizemos a justificativa e o presidente Jair Bolsonaro também solicitou a liberação da hidroxicloroquina, que eu dei entrada também para que retirasse a restrição”, informou Albert Dickson.

O deputado afirmou que o período em que a Anvisa determinou que a receita fosse controlada gerou dificuldades para o brasileiro. “Quero agradecer à Anvisa e ao nosso advogado, essa decisão irá salvar muitas vidas e a ivermectina é como ´uma grande bala de prata´ contra o coronavírus e nosso Estado já se adaptou e espero que continue usando até a chegada da vacina, que deve demorar ainda uns cinco meses, afirmou o parlamentar.

O parlamentar voltou a defender o uso precoce e o uso profilático da ivermectina e citou pesquisas que teriam comprovado o seu real valor no tratamento do novo coronavírus, por bloquear a fase um da doença.

SINE-RN tem 74 vagas de empregos nesta terça -feira (08) para Natal e Região Metropolitana

SINE/RN retoma atendimento presencial para seguro-desemprego - Agora RN

A Subsecretaria do Trabalho da Sethas-RN, através do SINE-RN, oferece nesta hoje 74 vagas de emprego para Natal e Região Metropolitana.

Para concorrer as vagas, o(a) candidato(a) deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

Neste momento devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Sine-RN não está com atendimento presencial para Vagas de Emprego.

VEJA AS OFERTAS DE VAGAS DE EMPREGO POR OCUPAÇÃO:

ATENDENTE DE BALCÃO – 07

AUXILIAR ADMINISTRATIVO – 01

AUXILIAR CONTÁBIL – 01

AUXILIAR DE LIMPEZA – 01

CONTROLADOR DE TRÁFEGO – 10

COZINHEIRO DE RESTAURANTE – 01

ELETRICISTA DE INSTALAÇÕES DE VEÍCULOS AUTOMOTORES – 01

ELETRICISTA INSTALADOR DE ALTA E BAIXA TENSÃO – 01

ESTOFADOR DE MÓVEIS  – 01

GERENTE DE RESTAURANTE – 01

MANICURE – 05

MECÂNICO DE AUTO EM GERAL – 01

MECÂNICO DE MANUTENÇÃO DE AUTOMÓVEIS, MOTOCICLETAS E VEÍCULOS SIMILARES – 01

MECÂNICO DE MOTOCICLETAS  – 02

MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃ0 – 02

MONTADOR DE MÓVEIS E ARTEFATOS DE MADEIRA – 02

MONTADOR DE VIDROS – 01

MONTADOR SOLDADOR – 01

OFICIAL DE MANUTENÇÃO – 01

OPERADOR DE RETROESCAVADEIRA – 02

PEDREIRO – 02

PIZZAIOLO – 02

POLIDOR DE AUTOMÓVEIS – 01

REPRESENTANTE COMERCIAL AUTÔNOMO – 20

SERRALHEIRO DE ALUMÍNIO  – 01

SUPERVISOR DE SEÇÃO DE SERVIÇOS GERAIS – 01

TÉCNICO DE REDE (TELECOMUNICAÇÕES) – 01

VENDENDOR INTERNO – 01

VIDRACEIRO DE QUADROS E MOLDURAS (COMÉRCIO VAREJISTA) – 02

Nenhum país retomou nível de atividade pré-coronavírus, aponta índice com 131 nações

Lojas Renner (LREN3) fará entregas via drive-thru para compras online

A contração recorde de 9,7% da economia brasileira no segundo trimestre não prendeu por muito tempo a atenção de analistas, mais ocupados em decifrar o ritmo atual de recuperação da atividade produtiva.

É um clichê no mercado se referir ao PIB (Produto Interno Bruto) como um retrato tirado pelo retrovisor, já que o indicador é sempre conhecido com atraso em relação ao período a que se refere.

A pandemia do coronavírus acentuou esse aspecto de águas passadas do dado.

Estatísticas divulgadas com maior frequência – como produção industrial, vendas do varejo e consumo de energia – indicam que, após registrarem quedas históricas como a brasileira, economias pelo mundo afora dão sinais de retomada.

Não está claro, porém, quanto tempo elas demorarão a atingir o nível em que estavam antes da pandemia e os prejuízos que essa demora pode acarretar.

Um indicador criado pela Luohan Academy, centro de pesquisa chinês, para medir o ritmo dessa escalada de volta mostra que, entre 131 países acompanhados diariamente, nenhum retomou o patamar de atividade anterior à eclosão da Covid-19 em seus territórios.

Leia maisNenhum país retomou nível de atividade pré-coronavírus, aponta índice com 131 nações

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: