Horário dos líderes na ALRN debate eleições, outubro rosa e recursos hídricos

O horário destinado às lideranças, durante a sessão plenária desta terça-feira (6), foi ocupado pelos deputados Hermano Morais (MDB), Francisco do PT, Eudiane Macedo (Republicanos), Nelter Queiroz (MDB), Vivaldo Costa (PSD) e José Dias (PSDB).

O deputado Hermano Morais destacou os cuidados que estão sendo tomados em função da pandemia, seguindo regras para evitar a disseminação do vírus, mas alertou para o alto número de casos da Covid-19 em Natal. O parlamentar disse que “diferente do que prega a propaganda oficial, Natal tem sofrido muito com a doença e se tivesse se cuidado, não teríamos hoje quase mil mortes”, lamentou.

Escola democrática
Além do Outubro Rosa, de combate e prevenção ao câncer de mama, o deputado Francisco do PT destacou projeto de lei de sua autoria que torna o mês de outubro, no RN, o mês da Escola Democrática, escolhido, segundo o deputado, devido à comemoração pelo Dia do Professor e sua grande contribuição ao desenvolvimento da nação.

“Nós consideramos que a escola é um espaço privilegiado do debate, livre expressão para a cidadania e essa lei vem contribuir para orientar sobre a diversidade de práticas que permeiam o ambiente escolar. Outra finalidade é coibir constrangimentos quanto ao exercício profissional, livre expressão de segmentos, uma vez que a lei define a escola como território aberto e livre da censura, assegurando o direito à educação a partir de uma perspectiva livre e autônoma, como legado do nosso mestre Paulo Freire”, frisou o deputado.

Francisco do PT também rebateu notícias de alguns blogs de que o governo estadual estaria retendo o projeto da Barragem de Oiticica e dificultando sua execução. “O RN tem três ministros e os dois mais conhecidos são Rogério Marinho, de uma pasta importante e Fábio Faria, das Comunicações e eles têm um papel importante naquilo que diz respeito à defesa do nosso povo, não é da governadora, mas do povo, e os ministros podem e devem ajudar o Estado. Recentemente uma parte da imprensa publicou que o ministro acusava a governadora de não aprovar o projeto no Seridó para que o Governo Federal possa alocar recursos e começar essas obras. E isto não é verdade”, rebateu o deputado.

Os requerimentos que apresentou solicitando serviços ao governo estadual foram o tema da deputada Eudiane Macedo. Ela citou a limpeza do acostamento da estrada de Ceará-Mirim a Santa Maria, operação tapa buracos para a estrada que liga o primeiro município à praia de Muriú, além do abastecimento de água para Bodó e recuperação da estrada de Touros.

A deputada também se dedicou a registrar o lançamento do livro do médico e empresário Delfim Gonçalvez Miranda. “Ele marcou a história dos exames por imagem na medicina do País, quando abriu o seu próprio centro de imagens que é o quinto maior do Brasil e externamos nosso reconhecimento a sua trajetória”, disse.

As obras da Barragem de Oiticica também foram citadas pelo deputado Nelter Queiroz. O parlamentar historiou o início do projeto e disse que foi fruto do trabalho do potiguar Paulo Vieira, quando atuou na Agência Nacional de Águas (ANA).

Leia maisHorário dos líderes na ALRN debate eleições, outubro rosa e recursos hídricos

Ezequiel Ferreira solicita ações estruturais para a região Trairi

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB) apresentou requerimentos em nome dos moradores de Coronel Ezequiel, na região Trairi do Estado, pleiteando a extensão da rede de distribuição de água, recuperação da BR-226, rodovia de grande importância para a região e medidas no setor de segurança pública para a localidade.

Um dos requerimentos solicita a Caern um estudo de viabilidade técnica para extensão da rede de distribuição de água, para a comunidade Cachoeira, localizada na Zona Rural do município de Coronel Ezequiel. Outro requerimento apresentado pelo parlamentar é direcionado ao Superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/RN), Daniel de Almeida Dantas, solicitando a recuperação da BR-226, no trecho que liga os municípios de Santa Cruz e Coronel Ezequiel.

“A BR-226, no trecho que liga os municípios de Santa Cruz e Coronel Ezequiel, encontra-se, em consequência da falta de manutenção, em inadequado estado para o tráfego seguro de veículos e pedestres, uma vez que pelo elevado número de buracos, a população é posta em risco de acidentes, bem como o trânsito fica lento pela necessidade de redução da velocidade para ultrapassar as crateras, causando prejuízo no cotidiano da população”, justificou o deputado.

Ezequiel Ferreira também solicitou ao Secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Francisco Canindé de Araújo Silva, o aumento do efetivo militar e a recuperação geral da delegacia do município de Coronel Ezequiel, localizado na região Trairi. “A população está presa em suas casas e as ruas à noite estão desertas. Solicito ações ostensivas para contenção da criminalidade, como o aumento de efetivo policial, hoje reduzido”, disse.

ASSÚ: Dra. Vanessa Lopes emite nota de repúdio

 

A médica e esposa do ex prefeito Ivan Júnior, emitiu nessa manhã, uma nota de repúdio contra as agressões feitas pelo atual prefeito do Assú, Gustavo Soares. Confira nota na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO
De fato, a pandemia veio para nos revelar muitas coisas, mas, também, confirmar o que já sabíamos. Assú, você viveu durante os mais de 3 anos e meio da gestão do prefeito Gustavo Soares um verdadeiro retrocesso! Não houve sequer a presença do gestor para fazer o elementar: GERIR A COISA PÚBLICA. Educação, assistência social, segurança pública, saneamento básico e tantas outras áreas foram simplesmente esquecidas e somente o povo perdeu… Quanto à Saúde, falo com a propriedade de quem vivenciou seu total descaso. Como dito, a pandemia nos trouxe CONFIRMAÇÕES e REVELAÇÕES: confirmou um GESTOR AUSENTE de suas obrigações públicas, enquanto prefeito, e REVELOU um ser humano frio, alheio ao sofrimento do povo, que, mais uma vez, ao meu ver, acovardou-se e deixou o povo a mercê do próprio destino.
Em plena pandemia, no auge das mortes e contaminações pelo novo Coronavírus, o “Dr. Gustavo”, como gosta de ser chamado, resolveu SE DAR FÉRIAS, ou melhor, ele e a então secretária de saúde, demonstrando total descaso e falta de altruísmo para com aqueles que um dia prometeu cuidar.
Curioso é que, mesmo apesar de ser médico e supostamente conhecedor da gravidade da COVID-19, ainda assim preferiu gozar as férias, as quais, diga-se de passagem, poderiam ser usufruídas em qualquer outro momento que não aquele, quando o povo mais precisava de UM LÍDER para dar um norte no combate à uma grave doença, abandonando-o à própria sorte.
Fato é que, diante do pleito eleitoral que se avizinha, parece-lhe mais oportuno me atacar do que, ao menos, tentar justificar essa situação que causa indignação e revolta àqueles que tanto precisavam da atuação ágil de um gestor na saúde, naquele momento.
Ora, nem candidata sou para ser sempre motivo de discussão. No entanto, embora eu sequer deva satisfação de quaisquer dos meus atos, ainda assim posso dizer que fui, sou e serei sempre alguém que se compromete com o trabalho e as pessoas. Sou médica por vocação e muito me orgulho de poder, através da minha profissão, ajudar aqueles que precisam de mim. Nunca fugi ou me acovardei em momento algum durante o exercício da minha profissão que, para mim, é sagrada, sobretudo durante a pandemia quando mais fui requisitada pelos meus pacientes. Atendi pelas redes sociais, de forma gratuita, porque como entoado no hino do Brasil “um bom filho não foge à luta”. Não abandonei quem me procurou clamando ajuda e nunca o farei, tanto que, mesmo sendo do grupo de risco, podendo me utilizar do afastamento médico a mim recomendado pela equipe médica que me acompanha, permaneci firme no desempenho das minhas atividades.
Quanto às MINHAS férias, o senhor deveria saber e ser conhecedor do direito, pois estas são concedidas a critério da administração e não pela MINHA mera e simples vontade, o que significa dizer que, se me foram concedidas, é por que a Administração Pública concordou com meu requerimento, tanto assim é que já existe profissional habilitado para suprir minha ausência durante esse período. Além disso, reitero: não sou gestora como o senhor.
Nunca fugi das minhas obrigações como médica e meu pedido de férias não merece questionamento algum, pois fora feito dentro da legislação.
Para sua informação, estive na secretaria de saúde, para despachar PESSOALMENTE com o secretário de saúde, e me foi garantida pelo atual secretário, que a propósito me recebeu com a maior cordialidade, a minha imediata substituição por outro colega, através da SAMA (cooperativa médica). Inclusive, tenho ciência de que já houve atendimento médico dos meus amados pacientes na UBS do meu Feliz Assú ontem, dia 05/10, no meu primeiro dia de férias.
Não me compare ao senhor, isso me ofende profundamente!
Sem mais…
Vanessa Pinto Brasileiro Lopes

DISPARADO NA INCOMPETÊNCIA: Gustavo Soares é líder em memes depois do debate político em Assú

O prefeito de Assú, Gustavo Soares, já carrega em sua trajetória politica a fama de atrapalhado e conversador de besteira, por não falar nada com nada e não ter coerência no uso das palavras, tem até quem duvide de como ele conseguiu se formar em Medicina.

Para evitar alguns deslizes, seu irmão George, vulgo “boquinha”, sempre acompanhava o prefeito em todos as entrevistas, e fazia questão de deixar o discurso do prefeito em segundo lugar, para que o povo não percebesse que Gustavo não falava nada com nada.

Agora que chegou as eleições, o prefeito Gustavo tem que ir sozinho participar de debates e outras programações na cidade, e isso começou a complicar a vida dele. Os discursos do prefeito saem sem nexo, e agora, ele está liderando os memes mais engraçados que circula nas redes sociais.

Nunca um prefeito do Assú foi motivo de chacota e vergonha para seu povo, como Gustavo tem sido desde que foi eleito.

Senado vota na terça incentivo para empresas automotivas do Norte, Nordeste e Centro-Oeste

O Senado se reúne nesta terça-feira (6), a partir das 16h, em sessão deliberativa remota, para apreciar a Medida Provisória (MP) 987/2020. Essa MP prorrogou o prazo para que empresas automotivas instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste apresentem projetos de novos produtos e, assim, possam ser beneficiadas com crédito presumido do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). O relator dessa matéria no Senado é Luiz do Carmo (MDB- GO).

A Câmara dos Deputados já aprovou esse texto, mas com modificações. Originalmente, a prorrogação iria até 31 de agosto; com as alterações, o prazo foi estendido até 31 de outubro. Por causa dessas mudanças, a matéria passou a tramitar como projeto de lei de conversão: PLV 40/2020.

O crédito previsto na proposta poderá ser utilizado para descontar o valor a pagar a título de Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) em vendas realizadas entre 1º de janeiro de 2021 e 31 de dezembro de 2025. Durante esse período, as empresas precisam respeitar patamares mínimos de investimentos em inovação tecnológica, desenvolvimento e pesquisa.

Essa matéria é, por enquanto, o único item da pauta de votações do Senado para esta terça.

Fonte: Agência Senado

A falsidade por trás do amor por Assú do prefeito Gustavo Soares

O prefeito Gustavo Soares que já cansou de dizer nos microfones das rádios em Assú, que não é político, ainda anunciou que não seria candidato a reeleição, e desistiu porque no seu grupo não havia um nome que impedisse a debandada de todos no barco para o ex prefeito Ivan Junior.

Diante disso, ele foi obrigado por seu pai e seu irmão a continuar candidato, para manter o projeto de poder do prepotente e mimado deputado George Soares, que é conhecido no estado pela sua “fominha” por cargos públicos para empregar seus familiares.

Então, o amor por Assú não passa de falsidade, e não dá pra entender, o que leva uma pessoa com mandato ou uma liderança política a apoiar o prefeito Gustavo, a não ser que seja muito beneficiado para compactuar em pregar uma história de amor pelo Assú

Em jantar com Guedes, Maia pede desculpas e é aplaudido

No maior clima paz e amor, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, pediu desculpas ao ministro da Economia, Paulo Guedes, pelos embates dos últimos tempos, o que levantou aplausos dos convidados no jantar marcado nesta noite para selar uma reconstrução de pontes.

Maia defendeu a âncora fiscal e falou que não vai ter que cortar só gordura, terá que cortar no músculo. Palavras que facilmente poderiam ser ditas por Guedes, mas foram verbalizadas pelo seu ex-desafeto.

Líderes governistas, senadores e ministros do Tribunal de Contas da União participam. O ministro da Secretaria de Governo, Luís Eduardo Ramos, foi convidado também. Houve uma rodada de falas. O senador Renan Calheiros, que tem figurado como principal bombeiro, abriu os discursos e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, fechou. Depois falou Maia e fechou Guedes.

Aos presentes no jantar protagonizado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, os dois começaram a escrever uma nova história: após xingamentos, veto a encontros e mensagens desastrosas.

Leia maisEm jantar com Guedes, Maia pede desculpas e é aplaudido

DEBATE: Prefeito Gustavo Soares se atrapalha e não apresenta nenhum plano de segurança para Assú

O prefeito fantoche do Assú, Gustavo Soares, participou ontem com os outros candidatos a prefeitos da cidade, Luís Oliveira e Ivan Júnior, de um debate transmitido pelo Observatório da Várzea, através do Facebook e  Youtube.

E em uma das perguntas suscitadas pelo ex-prefeito Ivan Júnior para Gustavo Soares, se mostrando preocupado, indagou o porquê de não ter um plano de segurança pública no seu projeto político. O atrapalhado prefeito Gustavo Soares, não soube responder ao ex-prefeito, e chegou a dizer que o grande projeto foi a iluminação pública, em que ele torrou quase R$ 1,8 milhões.

O fato é que o atual prefeito não conversa nada com nada, e não consegue sequer responder perguntas com lógica e uma mínima coerência intelectual, e trata os problemas que mais afligem a população  com descaso, porque você considerar a iluminação como o maior projeto em segurança, é brincar com a inteligência dos assuenses.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: