Bolsonaro libera estudos para investimento privado em Unidades Básicas de Saúde

Bolsonaro durante evento na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro

Em decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (27), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), qualificou a política de fomento ao setor de atenção primária à saúde — que inclui as Unidades Básicas de Saúde (UBS) — no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência (PPI).

Segundo o decreto, a qualificação tem “fins de elaboração de estudos de alternativas de parcerias com a iniciativa privada para a construção, a modernização e a operação de Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios”.

O ato prevê, ainda, que os estudos terão “a finalidade inicial de estruturação de projetos pilotos, cuja seleção será estabelecida em ato da Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos do Ministério da Economia”.

Leia maisBolsonaro libera estudos para investimento privado em Unidades Básicas de Saúde

RN deve ter queda de 25% em contratações temporárias no comércio no final de ano

Danielle Nascimento conseguiu emprego em loja de Natal — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

O comércio varejista do Rio Grande do Norte deve contratar 3 mil funcionários temporários entre os meses de outubro e dezembro. Este número é 25% menor do que foi a contratação para o final do ano em 2019, quando as lojas abriram cerca de 4 mil vagas temporárias. Essa é a projeção da Federação do Comércio, Bens e Serviços do RN (Fecomércio), com base em dados divulgados pela Confederação Nacional do Comércio (CNC). Há também a expectativa de uma queda de 15% na efetivação, posteriormente, desses funcionários temporários.

Segundo a Fercomércio, essa queda nas contratações temporárias tem duas principais explicações. Uma delas é o investimento que as lojas fizeram no e-commerce nos últimos meses. Estratégia que demanda menos mão de obra nas lojas, sobretudo de vendedores, que representam sempre 40% das contratações temporárias no comércio varejista, no Natal. Outra explicação é o momento ainda de retomada da economia do estado, por causa da pandemia do novo coronavírus.

A nível nacional é esperada uma queda de 20% nas contratações temporárias. Segundo a CNC, são esperadas 70,7 mil contratações temporárias no comércio varejista em todo o país. Em 2019, o número foi de 80 mil vagas temporárias criadas para o final de ano.

Leia maisRN deve ter queda de 25% em contratações temporárias no comércio no final de ano

Pesquisa Ibope em Natal: Álvaro Dias lidera disputa para prefeitura do Natal com 44%

Pesquisa Ibope divulgada pela Inter TV Cabugi nesta segunda-feira (26) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para a Prefeitura de Natal nas Eleições 2020:

  • Álvaro Dias (PSDB): 44%
  • Kelps (Solidariedade): 7%
  • Delegado Leocádio (PSL): 7%
  • Hermano Morais (PSB): 5%
  • Senador Jean (PT): 5%
  • Coronel Azevedo (PSC): 2%
  • Coronel Hélio Oliveira (PRTB): 2%
  • Carlos Alberto (Beto) (PV): 1%
  • Rosália Fernandes (PSTU): 1%
  • Branco/ Nulo: 17%
  • Não sabe/ Não respondeu: 9%

Fernando Freitas (PCdoB), Afrânio Miranda (Podemos) e Nevinha Valentim (PSOL) tiveram menos de 1%. A candidata Jaidy Oliver (DC) não foi citada. Fernando Pinto (NOVO), que figurava na primeira pesquisa, desistiu da candidatura no dia 16 de outubro.

A pesquisa foi encomendada pela Inter TV Cabugi.

Evolução

Em relação ao levantamento anterior do Ibope, de 6 de outubro:

  • Álvaro Dias foi de 33% para 44%;
  • Kelps foi de 12% para 7%;
  • Delegado Leocádio foi de 3% para 7%;
  • Hermano Morais foi de 6% para 5%;
  • Senador Jean foi de 2% para 5%;
  • Coronel Azevedo se manteve com 2%;
  • Coronel Helio Oliveira foi de 1% para 2%;
  • Carlos Alberto foi de 4% para 1%;
  • Rosália Fernandes se manteve com 1%;
  • Fernando Freitas foi de 2% para 0%;
  • Afrânio Miranda se manteve com 0%;
  • Nevinha Valentim se manteve com 0%;
  • Jaidy Oliver De Sousa teve 1% na pesquisa de 6 de outubro e não foi citada nesta;
  • Brancos e nulos foram de 20% para 17%;
  • Indecisos foram de 11% para 9%.

Rejeição

A pesquisa também perguntou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Os percentuais foram os seguintes:

  • Delegado Leocádio (PSL): 30%
  • Kelps (Solidariedade): 18%
  • Senador Jean (PT): 18%
  • Hermano Morais (PSB): 17%
  • Coronel Azevedo (PSC): 14%
  • Álvaro Dias (PSDB): 13%
  • Rosália Fernandes (PSTU): 12%
  • Coronel Helio Oliveira (PRTB): 12%
  • Carlos Alberto (Beto) (PV): 11%
  • Nevinha Valentim (PSOL): 11%
  • Afrânio Miranda (Podemos): 10%
  • Fernando Freitas (PCdoB): 9%
  • Jaidy Oliver (DC): 9%
  • Poderiam votar em todos: 1%
  • Não sabem ou preferem não opinar: 24%

Os entrevistados podiam apontar mais de uma resposta, por isso a soma dos fatores apontados é de mais de 100%.

Sobre a pesquisa

  • Margem de erro: 4 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Quem foi ouvido: 602 eleitores da cidade de Natal
  • Quando a pesquisa foi feita: 24 a 26 de outubro
  • Número de identificação na Justiça Eleitoral: RN‐02686/2020
  • O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro

Pesquisas eleitorais: o que é amostra, margem de erro e nível de confiança.

G1RN

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: