fbpx

Ezequiel apresenta ações de infraestrutura e segurança para o Seridó

Entre as solicitações feitas pelo parlamentar, está a perfuração e instalação de poços tubulares bem como a conclusão da pavimentação da Serra do Cajueiro, comunidade rural de Florânia, apontada como uma das regiões mais secas do RN. “Porém, é também a maior produtora de frutas, as quais circulam e são comercializadas pelo município, garantindo o sustento de muitas famílias. No entanto, com a falta de recursos e infraestrutura, essas famílias são prejudicadas e não conseguem irrigar com facilidade suas plantações”, disse o deputado.

Já na área da segurança pública, Ezequiel requer a disponibilidade de uma nova viatura policial e o aumento do efetivo policial para a cidade. “Florânia está bastanta vulnerável quanto à segurança. Chama a atenção a zona rural e seus distritos, onde o fluxo de drogas e práticas criminosas estão, de forma abusiva e preocupante, sendo cada vez mais ignorados pela carência de condições de trabalho da PM”, relatou Ezequiel.

Outra solicitação feita pelo parlamentar foi a recuperação geral da quadra poliesportiva localizada na Vila Jucuri, que tem cerca de 800 também em Florânia. “O prédio passa por desgastes em sua estrutura física, e é o local onde os atletas exercitam o esporte amador na comunidade”, completou.

Os documentos são endereçados a governadora Fátima Bezerra (PT) e as Secretarias Estaduais de cada setor envolvido.

Prefeituras do Vale tomam medidas depois de 1 ano após receberem milhões para combater a COVID e centenas morrerem

Os prefeitos do Vale do Açu, a pior safra de gestores já vista nos últimos anos, anunciaram enfim medidas restritivas mais drásticas, depois de mais de um ano, que eles receberam milhões de reais do governo federal para implantar ações contra a COVID, e só agora, eles enxergaram que precisam de medidas restritivas e de atitudes enérgicas.

Ano passado e esse ano, o deputado George Soares postou em suas redes sociais, fotos de live conversando com prefeitos do Vale do Açú, com intuito de “ibope” e que suas pautas nas conversas nunca saíram do papel, pelo contrário, se não fosse o deputado Benes, nem as UTI teriam sido destinadas ao Assú.

Com esse “blá-blá-blá” politiqueiro, o deputado George e os seus seguidores, os prefeitos do Vale do Açu, permitiram que os recursos milionários que o Governo Federal enviou para ações de combate e enfrentamento não fossem utilizados para essa finalidade, porque se tivessem sido, não estaríamos com tantos números de infectados e de óbitos na região.

Assú e as demais cidades estão em zona de risco, por causa da incompetência de Gustavo e dos outros prefeitos, que preferem investir em tudo que não é essencial, e deixar a população a mercê da sorte, sem atendimento médico, sem UTI, e quando está nas últimas em corredores, é que surge o salvador, George Soares, com a velha política assistencialista de trocar a vida pelo voto, mantendo assim, seu desejo pelo poder e por manter os cargos milionários de seus familiares intactos, enquanto a população sofre e morre.

Saúde e Economia pautam pronunciamentos de líderes na Assembleia Legislativa

Durante a Sessão Ordinária híbrida desta terça-feira (25), no horário destinado às lideranças partidárias, os deputados levantaram temas de ordem econômica e da Saúde. Eles cobraram ao Governo do Estado, dentre outras demandas, a instalação do porto-indústria de energia eólica na região da Costa Branca, bem como o pagamento das emendas parlamentares ao Hospital Infantil Varela Santiago.

Dando início ao horário, o deputado Souza (PSB) tratou de dois assuntos relativos à Economia: a instalação do porto-indústria de energia eólica no Estado e, também, a construção do Terminal Pesqueiro de Natal.

“Eu gostaria de tratar de dois assuntos que são fundamentais para a Economia do nosso Estado. O primeiro é a instalação do porto-indústria. Recentemente, a governadora falou que está contratando um estudo de viabilidade junto à UFRN para definir o local de implantação, a fim de dar suporte às instalações offshore das indústrias eólica e solar do RN”, iniciou Souza.

Continuando, o parlamentar chamou a atenção para o município de Porto do Mangue, que, segundo ele, já foi objeto de estudos anteriores comprobatórios da sua posição estratégica para a implementação de um porto graneleiro.

“Outro ponto favorável é a sua situação geográfica, que é estratégica para o escoamento dos produtos das energias solar e eólica. E isso beneficiaria não só a região da Costa Branca, mas também as regiões do Vale e do Mato Grande. Então, nós gostaríamos de solicitar ao governo estadual o aproveitamento dos estudos anteriores e a inserção imprescindível de Porto do Mangue na definição da implantação do porto-indústria, por ser a área mais adequada”, justificou.

Leia maisSaúde e Economia pautam pronunciamentos de líderes na Assembleia Legislativa

Deputados comentam sobre segurança alimentar e serviços do judiciário

No horário destinado aos deputados, encerrando a sessão ordinária desta terça-feira (25), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) falou no teor de requerimento apresentado sobre a implementação de um programa de segurança alimentar, e ressaltou a questão do desemprego em todo o País. O parlamentar se referiu à fome como a consequência mais drástica da falta de trabalho.

“Na minha visão é o problema mais grave no Brasil, mas nesses tempos de pandemia temos que seguir os caminhos da Ciência”, disse Vivaldo. Ele fez um apelo aos governos federal, estaduais e municipais para se unirem. “Principalmente os prefeitos que querem bem a seu povo, que arranjem de onde arranjar para evitar a fome”, concluiu Vivaldo, afirmando que no Rio Grande do Norte a governadora Fátima Bezerra vem fazendo um grande esforço, mas precisa do apoio dos prefeitos e dos empresários.

O deputado Ubaldo Fernandes (PL) fez um apelo ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, para que leve para o Fórum Varela Barca, na zona Norte de Natal, Varas consideradas mais importante do Judiciário como a Cível e a da Família. “Essas pessoas precisam desses serviços de forma presencial”, disse Ubaldo. Para o parlamentar, o trabalho remoto não atende à toda a população, e o atendimento distante da zona Norte fica caro para quem precisa do serviço público.

“Se os serviços continuarem virtuais não atenderão àquelas pessoas”, afirmou Ubaldo, que disse ter sido procurado por um grupo para fazer o apelo ao Tribunal. “É preciso que os nossos juízes entendam isso e eu faço um apelo novamente ao presidente Vivaldo Pinheiro”, disse Ubaldo.

Ex-governador Robinson Faria confirma que vai tentar disputar eleição de 2022

O ex-governador Robinson Faria confirmou na segunda-feira (24), em evento do Ministério das Comunicações, comandado pelo filho, Fábio Faria, que, “resolvendo a questão jurídica” na Justiça Eleitoral, “será candidato a deputado federal” nas eleições de 2022. O ex-chefe do Executivo estadual disse que vai até o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Brasilia para restaurar sua elegebilidade, diante da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que o tornou inelegível por oito anos por abuso de poder econômico e político nas eleições de 2018. Robinson Faria entende a decisão como “um equívoco”.

“Pegaram atos da minha governança, atos do dia-a-dia de um governador antes da eleição, e levaram para julgamentos como se fossem crimes eleitorais, é surreal o que aconteceu”, disse Robinson.

Afirmando que confia na reforma da decisão em Brasília, Robinson ressaltou que o julgamento do mérito foi de quatro votos a três pela sua inelegibilidade e, por isso, acredita ter chances de disputar a eleição.

“Não andei aliciando ninguém, foram atos de governança e nem para o segundo turno eu fui, existe um preceito no direito eleitoral, que é a potencialidade, qual foi a potencialidade?, Se tivessem sido tão importantes esses atos, eu teria ido pelo menos para o segundo turno?”, questionou, argumentando ainda que “irá até o final”, porque tem “consciência está tranqüila”.

A disputa para a Câmara dos Deputados já vinha sendo tratada nos bastidores da política, mas a intenção não havia sido confirmada publicamente por Robinson Faria. Atualmente, Fábio Faria é deputado licenciado e é cotado para disputar o Senado ou até mesmo o cargo de vice-presidente, em chapa com o atual presidente Jair Bolsonaro. No mesmo evento, inclusive, Fábio Faria disse que não haverá disputa entre ele e Rogério Marinho por vaga no Senado. “Quem apostar em alguma coisa entre mim e Rogério Marinho, aposte em resultado, em entendimento”, afirmou Fábio Faria. “Não há outra palavra pra isso”.

Tribuna do Norte

Documento mostra que Saúde encomendou 3,2 milhões de comprimidos de cloroquina em 2020; Pazuello mentiu

Pazuello se reúne com comando do exército nesta terça (25) - Prisma - R7  Blog do Nolasco

O gabinete do comandante do Exército enviou à CPI da Covid ofício informando que, no ano de 2020, foram produzidos 3.229.910 comprimidos de cloroquina, a pedido do Ministério da Saúde, para enfrentamento da pandemia.

O documento, obtido por O Antagonista, desmonta categoricamente a versão de Eduardo Pazuello, que disse não ter adquirido “nenhum comprimido” em sua gestão.

“O Laboratório Químico Farmacêutico do Exército, como parte integrante do Complexo Industrial de Saúde do País, tem internalizado em sua rotina produtiva o atendimento às demandas do Ministério da Saúde em prol da sociedade.”

O Exército informa ainda que a produção foi distribuída aos estados, “conforme pauta definida pelo Ministério da Saúde”, e lista o quantitativo encaminhado a cada unidade da federação.

A relação completa está aqui.

Nelter Queiroz cobra ao Governo do RN ações em prol do homem do campo de Assú

Durante horário das proposições, nesta terça-feira (25), na sessão de deliberação remota da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) requereu melhorias para o município de Assú através de demandas repassadas ao seu mandato pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município, Francisco de Assis da Silva, popularmente conhecido por “Diassis do Limoeiro”.

O parlamentar cobrou, em suas reivindicações, a viabilização de parceria entre o Governo do Estado – via Secretaria de Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape) – com o Sindicato do Trabalhadores Rurais de Assú para a realização do programa Corte de Terras e para a recuperação de açude na comunidade Riacho. Outra parceria cobrada pelo deputado entre Governo do Estado – desta vez via Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) – e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Assú, diz respeito a perfuração e instalação de poços em comunidades rurais locais.

“Estas parcerias, cobradas por nosso mandato, são muito importantes para a zona rural do Assú. O Governo do Estado, via Sape e Semarh, precisa andar de mãos dadas com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, pois o Sindicato é a instituição máxima de representação do homem do campo, além de ter respaldo e competência para lutar pelas demandas da categoria”, destacou Nelter Queiroz.

PESAR

Ainda na oportunidade, o parlamentar emitiu pesar pelo falecimento do ex-vereador de Mossoró, Júnior Escóssia, ocorrido neste sábado (22), por complicações da Covid-19. Escóssia estava internado na UTI desde o último dia 13 e na sexta-feira (21) havia dado sinais de melhora, porém acabou não resistindo.

Júnior Escóssia cumpriu cinco mandatos na Câmara de Mossoró entre 1989 a 2008. Foi presidente da Casa e também chegou a exercer interinamente o cargo de prefeito. Foi servidor público lotado na Secretaria de Tributação, no cargo de auditor fiscal. Também trabalhou na iniciativa privada antes de entrar para a política.

PF deflagra Operação Múltiplas Faces para reprimir crimes previdenciários

A Polícia Federal, com apoio da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, deflagrou, nesta segunda-feira (24/5), na cidade de Teresina/PI, a Operação Múltiplas Faces, com a finalidade de reprimir crimes previdenciários.

Foram cumpridos pela Polícia Federal seis mandados judiciais, sendo três de prisões temporárias e três de busca e apreensão, todos expedidos pelo Juízo da 3ª Vara Federal de Teresina. A operação contou com a participação 14 policiais federais.

As investigações, iniciadas a partir de duas prisões em flagrante realizadas em agências da CEF em Teresina/PI,  nos dias 1/2/2019 e 13/8/2020, apontaram a existência de uma associação criminosa formada por três mulheres que, mediante falsificação de documentos, se passavam e, também aliciavam terceiras pessoas, para se passarem por segurados do INSS,  com o objetivo de realizarem transferências de benefícios previdenciários para possibilitar saques e empréstimos consignados nos benefícios dos verdadeiros segurados.

Até o momento foram identificadas fraudes em 17 benefícios, com prejuízo que aproxima-se de R$ 2,7 milhões. O valor do prejuízo evitado, levando-se em consideração a expectativa de vida média da população brasileira, é de aproximadamente R$ 8,5 milhões.

As envolvidas poderão responder pelos crimes de estelionato qualificado (Art. 171, §3º), associação criminosa (Art. 288), falsidade ideológica (Art. 299), e uso de documento falso (Art. 304), todos do Código Penal Brasileiro, cujas penas máximas acumuladas podem chegar a 20 anos de prisão.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: