fbpx

Emparn prevê fim de semana de chuvas com temperaturas mais amenas no RN

A Empresa de Pesquisa do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou chuvas e temperatura mais amena em todas as regiões do estado na manhã desta quinta-feira (12). A previsão para o fim de semana é de chuva em algumas regiões (veja abaixo).

O Sistema de Monitoramento da Emparn registrou chuvas em 101 postos de monitoramento, das 9h15 da manhã da quarta-feira (11) até o mesmo horário da quinta. Os maiores acumulados ocorreram nos municípios – por região – de Bodó (Central Potiguar), com 88 milímetros; Caraúbas (Oeste Potiguar), com 58,9 mm; Parnamirim (Leste Potiguar), com 35,9 mm; e Jundiá (Agreste Potiguar), com 18,2 mm.

“Maio é o último mês da quadra chuvosa do semiárido no Rio Grande do Norte e vem confirmando a ocorrência de um bom inverno na região. O sistema indica que as chuvas já começam a acontecer com mais frequência nas regiões Agreste e Leste do estado, onde deverão permanecer até agosto, devido à atuação dos sistemas meteorológicos”, falou o meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot.

Ele lembra que “em 2021, o período chuvoso foi abaixo do normal” e que “a perspectiva é de chuvas com volumes mais generosos nas regiões Leste e Agreste em 2022”.

“Além de boas chuvas e a temperatura mínima poderá chegar a 19°C, nas madrugadas no período entre junho e agosto bem como nas regiões Serranas poderá chegar a 14°C”, completou.

Previsão dia a dia

Sexta-feira (13) – Céu nublado com chuvas em todas as regiões.
Sábado (14) – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com pancadas de chuvas no Alto Oeste, Mossoró e Leste.
Domingo (15) – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com pancadas de chuvas no Mossoró e Leste.

Hepatite aguda: saiba mais sobre doença misteriosa que afeta crianças

Há um mês, a Organização Mundial da Saúde (OMS) monitora um surto misterioso de hepatite aguda grave em crianças. Até essa quarta-feira (11/5), 348 casos foram notificados às autoridades de 20 países e seguem em investigação — 16 deles estão no Brasil.

A hepatite é uma inflamação do fígado, geralmente provocada pelos vírus dos tipos A, B, C, D e E ou pelo consumo de água e alimentos contaminados, intoxicação medicamentosa ou alcoólica. Quando a inflamação ocorre rápida e abruptamente, ela é classificada como aguda.

Porém, o que intriga os médicos é que exames de sangue e biópsias do fígado de crianças do Reino Unido descartaram as causas mais comuns da doença. As principais hipóteses agora giram em torno de uma infecção por adenovírus ou pelo próprio coronavírus, que teriam desencadeado a hepatite.

Cuidados

Para prevenir infecções, a OMS recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos e cobrir a boca ao tossir ou espirrar. “O mais importante é ficar atento aos sintomas e procurar atendimento médico imediatamente”, informa o médico Leandro Soares Sereno, assessor de Prevenção e Controle de Hepatites Virais da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), em comunicado.

A inflamação do fígado pode ser identificada por sintomas gastrointestinais – como diarreia ou vômito –, febre, dores musculares e icterícia, quando a pele e a parte branca dos olhos ficam amareladas.

A infectologista Ana Helena Germoglio pondera que, pela causa da condição ainda não estar definida, é difícil estabelecer um protocolo de prevenção. Ainda assim, alguns cuidados adicionais devem ser tomados, como ter cuidado com alimentos contaminados e evitar o contato de crianças e adolescentes sintomáticos com outras pessoas nas escolas e creches.

“No momento, ainda não sabemos o que está causando a hepatite. Se realmente for adenovírus, os principais cuidados são a higienização das mãos, porque ele é transmitido de uma pessoa para outra pela transmissão fecal/oral”, disse.

Com informações do Metrópoles

Carlos Eduardo usou recursos partidários para alugar imóvel da esposa; PF apura também outras irregularidades

A prestação de contas que o PDT apresentou à Justiça em 2018 ganhou desdobramentos pelas suspeitas de desvios de recursos partidários em dois casos. No primeiro, o presidente estadual do PDT, Carlos Eduardo Alves, e a esposa dele, a ex-primeira-dama de Natal, Andrea Ramalho, podem se complicar por causa de um aluguel.

O caso gira em torno da da sede do PDT no Rio Grande do Norte. O partido presidido por Carlos Eduardo funciona em imóvel locado a Andrea Ramalho. O aluguel do imóvel, que fica localizado na Rua Capitão Abdon Nunes, 832, no bairro do Tirol, saltou de R$ 1.000 para R$ 2.500 cinco meses após o contrato inicial, em 2016, chamando a atenção do Ministério Público Eleitoral e da Justiça Eleitoral.

Recursos partidários atendem à rígida legislação do setor. O Ministério Público Eleitoral desconfiou que as informações prestadas pelo PDT para justificar o aluguel e aumento do valor não são confiáveis.

“Não se questiona a regularidade do lastro documental, que atesta a realização da despesa em questão, mas antes, a ausência de confiabilidade da informação, diante da alteração expressiva do valor do aluguel e da relação de parentesco entre o dirigente e a locadora do imóvel”, observou o MP ao pedir desaprovação das contas do PDT.

A Justiça não só acolheu como também chamou atenção para esse fato.

“Causa estranheza o fato de a proprietária do imóvel ser a esposa do presidente do partido e que o contrato inicialmente firmado em 06 de janeiro de 2016 tenha sofrido um reajuste considerável em menos de 5 (cinco) meses de vigência”, observou o relator do caso no Tribunal Regional Eleitoral, juiz Ricardo Tinoco, ao votar pela desaprovação das contas do PDT.

Por se tratar de matéria de prestação de contas, o Ministério Público Eleitoral não se propõe a investigar eventual irregularidades, cabendo notificar alguém para que o faça.

Além da questão da aluguel, também está na mira dos investigadores o que se consideram desvio da finalidade dos recursos partidários em outra uso do dinheiro: a lei estabele que deveria haver verba destinada à promoção da mulher na política, o que não se verificou no caso do PDT.

Foi esse apanhado de coisas que levou o Ministério Público do RN a notificar a Polícia Federal, que instaurou investigação e decretou sigilo sobre o caso.

Com informações do Blog do BG

Ex-secretário de Fátima, Jaime Calado se diz incomodado com a falta de apoio de Carlos Eduardo a Lula

Pré-candidato a deputado federal, o médico Jaime Calado, disse, em entrevista ao programa Meio Dia RN com BG, da rádio 96FM, que o incomoda o fato de o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves não apoiar a candidatura presidencial do PT e ter como candidato Ciro Gomes, do PDT.

Calado, que foi secretário de Desenvolvimento Econômico do governo Fátima Bezerra até o início de abril, não deixou claro se vai apoiar a candidatura de Carlos Eduardo ou de Rafael Motta, do PSB. Lulista de carteirinha, Calado ajuda a manter o clima de desconfiança, reinante em setores da base e militância petistas em relação à candidatura de Carlos Eduardo.

Com informações do Blog do BG

 

VÍDEO:Deputado denuncia que Fátima tira mais de 100 policiais das ruas e põe na Governadoria em outras funções

Subtenente da PM, Eliabe Marques vai assumir vaga na Assembleia do RN após eleição de Allyson Bezerra em Mossoró | Rio Grande do Norte | G1

O deputado estadual Subtenente Eliabe Marques (Solidariedade) criticou o governo do Estado nesta quarta-feira (11) por requisitar policiais militares para trabalharem na Governadoria, desfalcando batalhões do Rio Grande do Norte. O parlamentar condenou o desvio de funções dos agentes de segurança e citou que há policiais trabalhando até como garçom em outras repartições públicas.

Em entrevista ao programa “12 em Ponto”, da 98 FM, Eliabe comentou que o 4º Batalhão da Polícia Militar, que cobre a Zona Norte, com cerca de 350 mil habitantes, tem apenas 240 policiais, enquanto só na Governadoria há, segundo ele, 100 agentes de segurança com desvio de função.

“O desvio de função nas corporações, seja Polícia Militar ou Polícia Civil, traz transtornos enormes à população. Quero até trazer um dado. Sabe onde tem mais policial cedido com desvio de função? Na Governadoria. O Gabinete Civil talvez tenha, proporcionalmente, mais policiais do que determinados batalhões. Por exemplo, o da Zona Norte. Com 353 mil habitantes, tem 240 policiais. Na Governadoria, tem mais de 100 policiais com desvio de função”, afirmou o deputado.

O parlamentar sugeriu que órgãos como Governadoria, Assembleia Legislativa e Ministério Público só requisitem policiais que já estejam na reserva remunerada. Esse projeto, segundo ele, começou na gestão do coronel Francisco Canindé de Araújo quando era comandante da Polícia Militar, mas não teve continuidade. Hoje, Araújo é secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social.

“A Assembleia Legislativa tem uma situação bem interessante. A maioria dos policiais é da reserva. Se quer ter policiais preparados, convoque o pessoal da reserva para fazer esse serviço. Não tira das ruas. Tem policiais altamente experientes em segurança pública, que fizeram curso no exterior, mas que estão no Ministério Público, no TJ…”, afirmou.

Ainda segundo Subtenente Eliabe, há policiais cedidos que estão exercendo até a função de garçom. “Um absurdo”, finalizou.

Veja trecho da entrevista com o deputado no vídeo acima.

Com informações da 98 FM

 

Nelter Queiroz faz pleito ao Governo Federal onde busca pagamento do seguro-defeso de 2015 aos pescadores artesanais do RN

O deputado estadual Nelter Queiroz (PSDB) repercutiu, no horário destinando às lideranças partidárias, na sessão desta quarta-feira (11), na Assembleia Legislativa, um requerimento de sua autoria encaminhado ao Governo Federal onde cobra o pagamento do seguro-defeso de 2015 aos pescadores artesanais do Estado.

“No requerimento, solicito urgência no pagamento do seguro defeso dos pescadores referente ao ano de 2015, que era para ter sido pago em dezembro de 2015, janeiro de 2016 e fevereiro de 2016”, disse Nelter, adiantando que o documento foi encaminhado à Presidência da República e à Secretaria de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Em suas colocações, Queiroz também fez um apelo de público ao presidente Bolsonaro para concretização desta demanda e cobrou dos senadores e deputados federais, integrantes da bancada potiguar no Congresso Nacional, para que se juntem a esta empreitada.

TOUROS

Ainda em sua fala, o parlamentar comentou tentativa de assalto ocorrida no município de Touros a estudantes que trafegavam em um ônibus escolar. Na ocasião, o deputado também criticou o Governo do Rio Grande do Norte na questão da falta de segurança em todo o Estado.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: