fbpx

URGENTE: São Paulo confirma 1º caso da varíola dos macacos no Brasil

Na tarde desta quarta-feira (08), o 1º caso de varíola dos macacos no Brasil foi confirmado na cidade de São Paulo (SP). O infectado é um homem de 41 anos que viajou à Espanha e está em isolamento no Hospital Emílio Ribas, na Zona Oeste da capital.

Além deste caso, a Prefeitura de São Paulo também monitora o estado de saúde de uma mulher de 26 anos hospitalizada com suspeita de ter contraído varíola dos macacos.

De acordo com o prefeito Ricardo Nunes (MDB), a paciente passa bem. Familiares e pessoas que residem próximo à mulher também são acompanhados pela gestão municipal.

Sobre o caso suspeito, a gestão municipal afirmou em nota publicada na terça-feira (07) que “no momento, o Centro de Vigilância Epidemiológico (CVE) estadual e a prefeitura de São Paulo investigam um paciente para descartar qualquer hipótese da doença”.

Já em nota divulgada na segunda (06), o Ministério da Saúde informou que sete casos estão em investigação. De acordo com a pasta, os estados de Santa Catarina, Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e São Paulo têm um caso suspeito cada um, e há ainda dois casos em monitoramento em Rondônia.

Os pacientes “seguem isolados e em recuperação, sendo monitorados pelas equipes de vigilância em saúde. A investigação dos casos está em andamento e será feita coleta para análise laboratorial”.

Com informações do Gazeta Brasil

 

Justiça decide que Moro não pode ser candidato por SP

O Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo (TRE-SP) decidiu que o ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) não poderá concorrer às eleições de 2022 por São Paulo.

Moro foi derrotado por um placar de 4 a 2. Ele ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O TRE-SP considerou irregular a transferência do título de eleitor do ex-juiz para a capital paulista. E decidiu que ele está impedido de disputar qualquer cargo no estado.

O tribunal julgou nesta terça-feira (7) uma ação movida pelo deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) e pelo diretório municipal do PT que pedia o cancelamento da transferência do domicílio eleitoral do ex-juiz.

Moro nasceu no Paraná e fez carreira naquele estado.

Em março, no entanto, ele se filiou ao União Brasil e transferiu o título eleitoral para São Paulo.

Num primeiro momento, o ex-ministro da Justiça de Jair Bolsonaro disse que pretendia disputar a Presidência da República. Vetado pela cúpula do partido, começou a sinalizar que poderia concorrer ao Senado por São Paulo.

Leia maisJustiça decide que Moro não pode ser candidato por SP

BOMBA: MP comprova irregularidade e pede suspensão imediata de contrato milionário firmado pelo Governo Fátima

O Ministério Público do Rio Grande do Norte expediu, nesta quarta-feira (08), uma recomendação para que o Governo do Estado suspenda imediatamente a execução do Plano de Trabalho do Acordo de Cooperação firmado entre o Executivo e a Casa da Ribeira. O documento, assinado pela Secretaria Estadual de Turismo, previa a contratação da empresa citada por R$ 6 milhões para manter o Complexo Cultural da Rampa. Para o MP, a contratação está cercade de irregularidades.

A notícia foi revelada pelo Blog do Gustavo Negreiros e é destaque no portal da 96 FM. O motivo dessa recomendação foi que, com menos de dois meses de investigação (o inquérito foi aberto no dia 1º de abril) já foram encontradas e comprovadas uma série de irregularidades ou suspeitas que tornaram o processo ainda mais grave.

Dentre elas: “a eventual falsificação do memorando que inaugura o processo de contratação – a ser investigada em sede de inquérito policial – e define a CASA DA RIBEIRA como entidade dotada de notoriedade para o objeto da contratação, com aposição de assinatura digital da Coordenadora de Articulação e Ordenamento da Secretaria de Turismo, servidora que alega que não praticou o ato, não conhece a CASA DA RIBEIRA, desconhece a sua notoriedade para o que se propunha, e não tem conhecimento sequer deste processo de contratação específico”.

Isso porque, de acordo com o processo de contratação da Casa da Ribeira, ela foi escolhida pelo Governo do RN, supostamente, por ter “notorio saber” na manutenção de museus e espaços como aquele. E mais: o promotor Afonso de Ligório, responsável pelo caso, apontou também que foi possível perceber em depoimentos e e-mails institucionais que já relatavam e orientavam a contratação da Casa da Ribeira antes mesmo da deflagração do processo de contratação. “Conforme testemunho colhido nos autos, houve ordens diretas da Chefia da Secretaria Estadual de Turismo para a inserção dos documentos da CASA DA RIBEIRA nos autos do processo de contratação”, acrescentou o promotor.

O MP aponta que “se encontra comprovado nos autos o direcionamento prévio da contratação direta, por inexigibilidade de licitação, da entidade ESPAÇO CULTURAL CASA DA RIBEIRA pela Secretaria Estadual de Turismo, como empresa especializada, para elaboração do Plano Museológico e Expográfico do Complexo Cultural Rampa, bem como para elaborar o desenho e respectivo enquadramento em Leis de Incentivo à Cultura, nas esferas federal e estadual para o Centro Cultural Rampa, mediante as seguintes provas, entre outras, amealhadas nos autos do inquérito civil”.

Suspensão

Diante das irregularidades praticadas pelo Governo do RN e pela casa da Ribeira, o MP recomenda o seguinte:

Leia maisBOMBA: MP comprova irregularidade e pede suspensão imediata de contrato milionário firmado pelo Governo Fátima

Nelter Queiroz comenta visita a Macau e cobra pleitos para o município


O deputado estadual Nelter Queiroz (PSDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, nesta terça-feira (7), para comentar sua visita ao município de Macau, na última sexta-feira (3). A visita foi realizada a convite do vereador Genivan do Vale Silva, popularmente conhecido como Chico Baixinho.

Em seu pronunciamento, o parlamentar citou a precariedade dos acessos à praia de Camapum e à ilha de Sant’ana, importantes pontos turísticos do município de Macau, localizados, respectivamente, nas proximidades das rodovias estaduais RN-118 e RN-221.

“Atendendo apelo do vereador Chico Baixinho, encaminhamos solicitação para que o Governo do Estado, via DER [Departamento de Estradas de Rodagens], realize o recapeamento asfáltico destas duas rodovias turísticas em Macau”, frisou Nelter.

Queiroz também solicitou para Macau a implantação de sinal da Tim e a reabertura de Delegacia de Polícia. Os pleitos foram feitos em benefício do bairro Cohab.

CRÍTICAS

Ainda em sua fala, o parlamentar jucurutuense direcionou críticas ao Governo do Rio Grande do Norte em virtude de operação realizada pela Secretaria de Tributação, na região Seridó. Nelter classificou a medida como “verdadeira perseguição aos comerciantes mais simples”.

Outras críticas tecidas pelo deputado foram em relação a grande apreensão de motos dos trabalhadores do interior, a não pavimentação de estradas entre os municípios de São Tomé e Cerro Corá e entre Lagoa Nova e Tenente Laurentino Cruz, e o alto valor de recursos gastos na construção de posto fiscal na divisa com o Estado da Paraíba.  Por fim, Queiroz voltou a pontuar a precariedade das rodovias estaduais (RN-233, RN-016, RN-041 e BR-226) e a demora na recuperação destas.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: