fbpx

VÍDEO: Aluno denuncia Natália Bonavides de fazer propaganda no IFRN

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um aluno do IFRN revoltado com candidatas do PT, que entregaram ‘santinho’ na porta da escola. De acordo com o relato do rapaz, o panfleto contém propaganda da candidata à deputada federal Natália Bonavides, do PT, como também da pré-candidata à deputada estadual Rayane.

“É isso que seu filho anda recebendo, essa Natália é a mesma que riu quando Lula chamou a Fátima de ‘grelo duro’. É uma bagunça, um local que deveria ser usado para estudos está sendo usado para propaganda política. E sim, isso é irresponsabilidade de quem está administrando o IF”, desabafou.

Com informações, Blog do BG

Em parceria com SENAI-RN, SEBRAE lança Polo para Aceleração de Negócios de Energias Renováveis do Brasil

O Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (SEBRAE) no Rio Grande do Norte lançou oficialmente, nesta quarta-feira (10) – em parceria com o SENAI-RN – o projeto de instalação do “Polo para Aceleração de Negócios de Energias Renováveis do Brasil”.

O foco da investida, a primeira do SEBRAE com esse perfil no país, para a atividade, será a geração de conhecimentos, de conexões e negócios para turbinar pequenas empresas e startups que atuam ou queiram entrar nos setores de energia eólica, solar fotovoltaica, de biogás e hidrogênio verde.

A expectativa é que o projeto seja desenvolvido ao longo de, no mínimo, três anos, com estruturação iniciada ainda neste semestre.

A estrutura física será instalada no Hub de Inovação e Tecnologia (HIT) do SENAI-RN, em Natal, complexo que já sedia o Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER) e o Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER), principais referências do SENAI no Brasil em Pesquisa, Desenvolvimento, Inovação (PD&I) e educação profissional para o setor de energia.

O POLO

“O Rio Grande do Norte está fazendo essa revolução, sediando esse Polo de Energia que não podia estar em lugar melhor, em mãos melhores, nem ter uma proposta melhor do que essa”, disse o presidente do SEBRAE Nacional, Carlos Melles, durante a apresentação do projeto, no evento “Energia 50 mais 50”, encerrado nesta quarta-feira na sede do SEBRAE Nacional, em Brasília.

Representantes do SEBRAE, o diretor do ISI-ER, do CTGAS-ER e do departamento regional do SENAI no Rio Grande do Norte, Rodrigo Mello, o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, o presidente da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR),

Rodrigo Sauaia, e o especialista em regulação da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), Riomar Jorge, participaram do evento, transmitido ao vivo no YouTube (Clique aqui para assistir).

O “Polo para Aceleração de Negócios de Energias Renováveis do Brasil” será implantado no Rio Grande do Norte, com atuação voltada a todo o Brasil, de acordo com o presidente do Conselho Deliberativo do SEBRAE-RN, Itamar Manso Maciel Júnior.

Rodrigo Mello, diretor do SENAI, observou a importância do momento vivido pelo ecossistema de inovação potiguar e que atividades que já vinham crescendo diariamente, voltadas às energias, serão incrementadas a partir desse investimento.

Leia maisEm parceria com SENAI-RN, SEBRAE lança Polo para Aceleração de Negócios de Energias Renováveis do Brasil

Servidores da Educação são vítimas de golpe com falsa notícia sobre ações na Justiça, diz sindicato no RN; trabalhadora perdeu R$ 9 mil

Professores e servidores administrativos da rede pública de educação do estado e da prefeitura de Natal se tornaram alvos de golpistas que cobram pagamento de taxas para liberação de supostos recursos conquistados pela categoria na Justiça.

A informação foi divulgada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (Sinte). A direção da entidade afirma que não sabe quantos professores e servidores administrativos já caíram no golpe, mas que os relatos aumentaram nos últimos meses.

Somente nesta semana, uma servidora pública passou cerca de R$ 9 mil para os golpistas e só não perdeu mais dinheiro, porque o banco suspendeu a movimentação na conta dela, segundo a entidade.

“Já teve gente que pagou R$ 2 mil, R$ 3 mil, até R$ 9 mil, na expectativa de ter esse suposto valor liberado. Queremos deixar claro que nenhuma taxa é cobrada, quando o servidor ganha uma ação. Ele recebe o alvará, vai ao banco, e o dinheiro é transferido para a conta dele”, diz o coordenador geral do sindicato, Bruno Vital.

Bruno Vital explica que o sindicato tem assessoria jurídica e entrou com várias ações com solicitações de pagamentos de direitos dos servidores, ao longo dos anos. De acordo com ele, na maioria dos casos de golpe relatados ao sindicato, os golpistas citam três ações mais antigas, em que alguns trabalhadores já receberam recursos.

Ainda de acordo com ele, os golpistas afirmam que a pessoa tem cerca de R$ 45 mil a receber em um desses processos, mas que precisa pagar uma taxa para liberar o valor, ou acelerar o processo.

De acordo com ele, representantes do sindicato e pessoas que caíram já denunciaram os casos à Polícia Civil. Ele também orienta que pessoas que sofreram tentativas, mas não foram enganadas também busquem as autoridades para registrar a ocorrência.

Como o golpe funciona

De acordo com o sindicato, os relatos dos servidores são parecidos: eles recebem uma ligação ou uma mensagem pelo aplicativo de mensagens Whatsapp, com uma imagem da logomarca do sindicato.

O golpista se passa por um coordenador ou advogado da entidade e informa que a pessoa tem um precatório, ou valor a receber de uma das ações do sindicato, no valor de R$ 45 mil.

Porém, de acordo com o golpista, a pessoa precisa pagar uma taxa para ter acesso ao dinheiro. Eles enviam um boleto simulando uma guia de pagamento do Banco do Brasil, para transferência do valor, ou pedem transferência via pix.

“Nós já temos uma lista com 20 números de telefones que esses golpistas usaram para entrar em contato com os servidores. De fato, temos ações relativas a gratificações e outros direitos que não foram pagos em determinado período, mas ninguém deve pagar nada para receber esse valor, quando liberado pela Justiça”, diz o representante sindical.

De acordo com ele, as ações mais citadas pelos criminosos são três, que envolvem cerca de 16 mil servidores públicos.

Instituto Exatus é o mesmo que errou na campanha de prefeito apontando uma vitória de Gustavo com 15 pontos de maioria em Assú


O instituto de pesquisa Exatus durante o pleito eleitoral no ano de 2020, onde a cidade do Assú estava dividida pelos dois principais candidatos, o atual prefeito e o candidato da oposição, o instituto divulgou uma pesquisa onde apontava que o atual prefeito seria reeleito com mais de 15 pontos de maioria. Relembre aqui.

Sabemos que o resultado das urnas foi totalmente diferente, a eleição foi disputada voto a voto, e a diferença foi de cinco votos.

Bem parece que o instituto Exatus mais uma vez divulgou uma pesquisa meio estranha nesse dia 11 de agosto de 2022, parece que a intenção era desmerecer os dois candidatos da direita, Fábio Dantas e Clorissa.

Não querendo desmerecer o trabalho do instituto e nem tão pouco do site, mas que os números vêm mexendo com a cabeça de alguns eleitores de forma duvidosa, será que dá para acreditar?

*Blog de Alex Silva Assu

Fábio Dantas defende aprovação de projetos no início do ano

O ex-deputado Fábio Dantas (Solidariedade) foi o segundo candidato a governador do Estado a receber sugestões da Fecomércio para alavancar a economia do Rio Grande do Norte nos próximos quatro anos, tendo respondido a pelo menos quatro perguntas de pelo menos 50 empreendedores que o receberam para almoço ao meio-dia de ontem, no restaurante do Hotel Barreira Roxa, na Via Costeira.

Uma das preocupações dos empreendedores é com o tamanho do Estado, pois atualmente a folha de pagamento dos servidores consome quase a integralidade de sua receita corrente líquida.

“Essa é a melhor parte, a que mais me identifico dentro da discussão, como torná-lo um elefante que não seja tão pesado”, disse Fábio Dantas,  que continuou: “Os contribuintes pagam essa conta pesada, que não se deixa de ser inaceitável. Já arrecadamos muito, mas gastamos muito mais e as matrizes de despesas, começam pela folha de pessoal, somos o Estado que mais gasta com pessoal, comprometemos 68,2% de nossa arrecadação tributária, imagine que é isso, mais da metade vai pra isso ai”.

Fábio Dantas garantiu à plateia na Fecomércio, que se eleito governador, já em janeiro de 2023 deverá convocar extraordinariamente a Assembleia Legislativa para votar um pacote de medidas, que vão desde a redução do tamanho do Estado à liberdade econômica com a desburocratização de uma legislação que emperra o empreendedorismo.

Dantas lembra que quando assumiu o governo por cinco dias em outubro de 2017, em virtude de viagem do então governador Robinson Faria ao exterior, também havia encaminhado um pacote de medidas ao parlamento estadual: “A primeira delas, uma das mais fortes que dizia, que o teto do servidor seria o salário do governador, que hoje é R$ 21 mil”.

Leia maisFábio Dantas defende aprovação de projetos no início do ano

André Mendonça leva ao plenário do STF ações contra pacotão eleitoral

O ministro André Mendonça decidiu levar para julgamento no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) ações que tentam suspender a mudança feita na Constituição que garantiu uma série de benefícios sociais em ano eleitoral.

Mendonça determinou que o Congresso Nacional preste esclarecimentos sobre a aprovação da proposta de emenda à Constituição, chamada de “PEC Kamikaze” ou “PEC das Bondades”, e promulgada no mês passado pelo Congresso Nacional.

A proposta estabeleceu um estado de emergência, mecanismo que permitiu ao governo driblar a lei eleitoral, que proíbe criação de benefícios em ano eleitora, e promover gastos a menos de três meses das eleições. Os benefícios valem somente para este ano.

Foi garantido o aumento do Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600; ampliação do Auxílio-Gás para o valor de um botijão; e a criação de um “voucher” de R$ 1 mil para caminhoneiros.

Leia maisAndré Mendonça leva ao plenário do STF ações contra pacotão eleitoral

Estado terá que efetivar promoção de servidor que concluiu pós-graduação

Os desembargadores do Tribunal de Justiça, em Sessão Plenária, concederam parcialmente o pedido feito por meio de um Mandado de Segurança, movido por um servidor estadual, o qual pleiteava a concessão de promoções horizontais e verticais, relacionadas ao magistério público estadual, cujo ingresso no cargo de Professor PN-III, classe “A”, se deu em 4 de fevereiro de 2013. Segundo o recurso, no entanto, em razão da conclusão do curso de pós-graduação, o educador requereu a progressão administrativa para o cargo PN-IV no ano de 2019, mas que até a data de ajuizamento da demanda diz não ter ocorrido a análise do pedido.

O autor do recurso ainda argumentou que, além da inexistência da promoção devida em relação ao Nível, a Classe atualmente ocupada estaria “equivocada”, na medida em que possui mais de oito anos de serviço, motivo pelo qual, a partir de 2019, deveria ocupar a Classe “C”, mas ainda se encontra na classe “A”.

Leia maisEstado terá que efetivar promoção de servidor que concluiu pós-graduação

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: