fbpx

Diário Oficial do Assú desta sexta deverá revelar maldade e perseguição de Gustavo e Lula Soares

Desde segunda que o Diário traz exonerações mais em escala quase insignificante, só que segundo o bafafá que circula na cidade, será hoje, o dia D das exonerações, em que a gestão do prefeito Gustavo e o pré candidato Lula Soares irão mostrar quem manda no pedaço.

Para quem achou que eles ficariam com medo de serem os vilões da história, se enganaram, porque eles pretendem exonerar todos que não se curvaram para as ordens do coroné George Soares, e os que estão numa situação de em cima do muro, terão que decidir de que lado querem ficar para voltar para a Prefeitura.

Mas muito mais do que só uma briga política, as exonerações revelam o lado mau e perseguidor de uma oligarquia que está há quase 50 anos no poder, mandando e desmandando, e o povo do Assú bancando o luxo e a boa vida desse povo.

Quem não baixar a cabeça para as ordens do coroné George Soares receberá a recompensa pela “desobediência”, e quem sabe assim, a população enxergue o quanto há de maldade e perseguição nessa gestão.

Bolsonaro: “O mundo não acaba em 1º de janeiro. Não tem tudo ou nada”

Às vésperas de deixar a cadeira presidencial, o presidente Jair Bolsonaro (PL) começa a olhar para o futuro. “O Brasil não vai se acabar dia primeiro de janeiro”, enfatizou em transmissão ao vivo sobre balanço de governo e análise de cenário político. 

O presidente alertou aos apoiadores, que ele considera maioria dentre os eleitores, que é preciso negociar forças e buscar apoio político.

“Mesmo dentro das quatro linhas você precisa ter apoio. Todos somos responsáveis, não é o caso de ficar atacando instituições, grupos, seja o que for”, disse.

Bolsonaro enfatizou a necessidade de união entre os três poderes e lembrou que o Congresso eleito está, em maioria, posicionado à direita. “O parlamento que volta é um parlamento mais conservador, de direita, mais independente do Executivo”.

Funcionárias de carreira assumem Caixa e Banco do Brasil

O futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciou Rita Serrano e Tarciana Medeiros como próximas presidentes da Caixa e do Banco do Brasil, respectivamente. 

Haddad confirmou os nomes nesta sexta-feira (30), após reunião com o presidente Lula no hotel Meliá, no centro de Brasília.

Lula já havia sinalizado ontem (29) que as próximas lideranças do banco seriam mulheres. A decisão parte tanto da tentativa de promover igualdade de gênero no seu governo — ao menos pelo discurso — quanto pelos escândalos envolvendo o ex-presidente da CEF Pedro Guimarães, acusado de assédio.

“Elas estão absolutamente alinhadas com o plano de governo do presidente Lula, sabem dos desafios que estão colocados em relação ao sistema de crédito no brasil, é uma agenda muito desafiadora”, informou o ministro.

De acordo com Haddad, a tarefa imediata para as próximas semanas é desenvolver o programa Desenrola, que vai oferecer linha de crédito especial para famílias endividadas.

Rita Serrano, atual representante dos empregados para o Conselho de Administração (CA), é funcionária da Caixa há 33 anos e assumirá a cadeira de Daniella Marques. Já Medeiros, funcionária com 22 anos de casa, será a primeira mulher à frente do BB.

O futuro ministro disse que o nome para a presidência da Petrobras também será anunciado hoje.

Haddad confirma que nomes para Caixa, BB e Petrobras serão anunciados na manhã desta sexta-feira

O futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, confirmou no período da noite da quinta-feira (29), ao deixar o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), que os nomes para presidência da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Petrobras serão anunciados nesta sexta-feira (30), pela manhã.
Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

Conforme mostrou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), o senador Jean Paul Prates deve ser indicado para a presidência da estatal de óleo e gás. O anúncio deve ocorrer por volta das 10 horas.

Na manhã da quinta-feira, o presidente diplomado da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), anunciou os últimos 16 ministros e completou a formação do primeiro escalão do futuro governo.

Mas, segundo o futuro ministro da Secretaria Especial de Comunicação (Secom), deputado federal reeleito Paulo Pimenta (PT-RS), o presidente ainda avaliava se há clima para novos anúncios, devido a morte do ex-jogador Pelé nesta quinta.

Às vésperas da escolha da nova presidência do Banco do Brasil, novos nomes começam a circular nos bastidores para o posto. Uma das mais recentes cotadas é Tarciana Medeiros, hoje gerente executiva na área de Clientes e Soluções para Pessoas Físicas, segundo apurou o Broadcast.

Assim como a Caixa Econômica Federal, o presidente diplomado Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse na quinta que o BB será comandado por uma mulher. Será a primeira vez em 214 anos da história do banco em que isso acontecerá, como mostrou o Broadcast neste mês.

O nome de Tarciana Medeiros, que está no BB desde 2000, junta-se ao de executivas como Ângela Assis, que atualmente comanda a Brasilprev, e Ana Cristina de Vasconcelos, da BB Previdência.

Em todos os casos, a percepção nos bastidores é de que Lula provavelmente indicará um nome da casa, que esteja ou não no banco atualmente, seguindo uma tradição que os governos petistas mantiveram.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou a indicar executivos de fora do BB para a presidência do banco, mas tanto Rubem Novaes quanto André Brandão acabaram deixando a instituição.

O atual presidente, Fausto Ribeiro, deve passar por um período de transição para a nova gestão. Após a indicação, o nome da nova presidente do BB terá de passar por instâncias internas de governança, que aferirão se atende à Lei das Estatais e às regras do próprio banco. É um processo que leva alguns dias.

A sinalização inicial da equipe de Lula era de que ele anunciaria os nomes das futuras presidentes do BB e da Caixa nesta quinta-feira, junto com os de vários ministros de seu governo. Entretanto, o anúncio dos bancos foi adiado, como mostrou o Broadcast Político, e deve acontecer nesta sexta.

Para a Caixa, como mostrou a reportagem na quinta, foram aventados nomes como os da vice-presidente de Governo, Tatiana Thomé, e da representante dos empregados no Conselho de Administração, Rita Serrano. (Colaboraram Matheus Piovesana e Aline Bronzati)

Estadão Conteúdo

Corpo de Pelé será embalsamado para ser velado na segunda-feira, 2

O corpo de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, será embalsamado para ser velado na próxima segunda-feira, 2. O Rei do Futebol morreu nesta quinta-feira, 29, de falência de múltiplos órgãos decorrente de câncer de cólon.

De acordo com informações apuradas pelo Terra, o velório será na Vila Belmiro, em Santos, local onde o ídolo foi revelado no esporte. O enterro será na terça-feira, às 10h, no Memorial Necrópole Ecumênica, próximo à Vila.

Pelé estava internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 29 de novembro. Com diagnóstico de infecção respiratória, ele passou a ser submetido a cuidados paliativos nas últimas semanas.
Entenda como será velório de Pelé

O corpo de Pelé será velado no Estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro. De acordo com informações da assessoria de imprensa do Santos, o corpo seguirá do Hospital Albert Einstein direto para o estádio na madrugada de segunda-feira, 2. O caixão será posicionado no centro do gramado.

A previsão é que o acesso do público seja liberado a partir das 10h. Fãs e torcedores terão acesso ao estádio pelos portões 2 e 3, com saída pelos portões 7 e 8. Autoridades serão recebidas no portão 10.

O velório ocorrerá até as 10h da terça-feira, 3. A partir de então, o corpo de Pelé seguirá em cortejo pelas ruas de Santos, passando pelo Canal 6, onde mora a mãe do Rei, dona Celeste, em direção ao Memorial Necrópole Ecumênica. O enterro de Pelé será fechado para os familiares.
Luto oficial

A morte de Pelé foi confirmada no meio da tarde desta quinta. Por causa da perda, o governador do estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, decretou luto de sete dias.

“Pelé é o maior nome dos muitos atletas que conduziram o Brasil à glória do futebol mundial, o maior gênio do esporte, um embaixador global da nossa arte, talento e simpatia”, disse.

As cidades de Santos, onde Pelé foi revelado, e Três Corações, onde ele nasceu, também decretaram luto de mesmo período. Em nota enviada à imprensa, a assessoria de comunicação de Santos informou ainda que fará homenagens ao Rei em diferentes pontos da cidade e na noite de Réveillon, no dia 31. Detalhes ainda serão divulgados.
Adeus a Pelé

Desde que iniciou tratamento contra o tumor no cólon em 2021, Pelé passou a ir ao hospital com frequência. Durante esse período, o ex-jogador foi submetido a uma cirurgia para retirada do tumor no Albert Einstein, em São Paulo, em setembro do ano passado, além de várias sessões de quimioterapia.

A saúde de Pelé já havia sido assunto no início do ano, quando exames constaram a metástase que atingiu o intestino, pulmão e o fígado do ex-atleta.

Antes do câncer, o Rei do Futebol já evitava aparecer em público por causa dos problemas no quadril. Ele passou por duas cirurgias no local e passou a precisar do auxílio de cadeira de rodas para se locomover. O craque recusou, por exemplo, o convite para acompanhar a abertura da Copa do Mundo da Rússia, em 2018, e também para acompanhar a final da Libertadores de 2020 entre Palmeiras e Santos, no Maracanã, no Rio de Janeiro.
Relembre trajetória

Maior artilheiro da história do futebol mundial, Pelé fez história no Santos, clube que defendeu por 18 anos e conquistou vários títulos importantes, como duas Libertadores da América e dois Mundiais (1962 e 1963).

Júnior do Trapiá é consagrado como o queridinho de Lula Soares e agora exerce o cargo de líder em troca de benefícios

O vereador Júnior do Trapiá se destacou dentre todos os vereadores situacionistas que revelam total subserviência aos Soares, e foi consagrado como o melhor no quesito de “babar” a gestão liderada pelo deputado George Soares e o prefeito Gustavo, e por isso, foi indicado como o líder do governo na Câmara.

Júnior fez o favor de superar a vereadora Elisângela e o vereador João Paulo em ser mais “babão” na gestão liderada pelos Soares.

Além disso, Júnior foi escolhido ao invés de outros vereadores, mesmo a maioria deles demonstrando total subserviência ao grupo, como o quase ex presidente, vereador Tê, que mesmo sendo o candidato a federal para prejudicar Dra. vanessa em Assú a pedido de George, e ficando contra o partido que ele é filiado pra agradar o grupo, foi escanteado nesse momento.

Mas o fator que mais pesou na escolha do nome para ser líder do governo foi a proximidade de Lula  com Junior,  porque ele foi o primeiro a levantar a bandeira em apoio ao dentista.

Segundo se comenta, Júnior sonha em todas as benesses que terá sendo o favorito de Lula, e poderá garantir uma votação alta na cidade e principalmente porque ele sonha em ser presidente da Câmara.

Resta saber se os outros vereadores vão engolir tudo isso, ou se ficarão amordaçados mesmo diante de tanta injustiça, já que todos são subservientes no mesmo patamar.

Bolsonaro nomeia comandante do Exército indicado por Lula

Jair Bolsonaro nomeou o general Júlio Cesar de Arruda (foto) para comandar o Exército interinamente a partir do dia 30 de dezembro.

Publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (28), a nomeação é assinada pelo atual presidente da República e pelo ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira.

Leia maisBolsonaro nomeia comandante do Exército indicado por Lula

A três dias da posse, Lula ainda não indicou 16 ministros

A três dias de ser empossado para o terceiro mandato como presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ainda não definiu nomes para 16 ministérios. O petista ainda faz as rodadas finais de negociação para os cargos. Havia a expectativa de que os nomes fossem anunciados nesta terça-feira (27), mas as indefinições atrasaram a conclusão da montagem do governo.

Até o momento, foram anunciados 21 ministros, dos 37 que devem ocupar a Esplanada dos Ministérios, 14 nomes a mais do que os atuais 23 do governo de Jair Bolsonaro (PL).

Faltam ser anunciados os ministros dos Povos Indígenas; Previdência; Esporte; Cidades; Integração Nacional; Planejamento; Meio Ambiente; Transportes; Minas e Energia; Comunicações; Turismo; Desenvolvimento Agrário; Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Pesca; Secretaria de Comunicação Social e Gabinete de Segurança Institucional.

Leia maisA três dias da posse, Lula ainda não indicou 16 ministros

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: