‘Se te agarro com outro, te mato’: campanha denuncia violência contra a mulher na música

Pés com sangue, segurando letra de Sidney Magal

“Se te agarro com outro / te mato! / te mando algumas flores / E depois escapo”, cantava Sidney Magal, nos anos 1980. Neste ano, MC Diguinho lançou uma música com o seguinte trecho: “Só surubinha de leve com essas filhas da puta / Taca bebida, depois taca a pica e abandona na rua”.

Músicas como essas viraram alvo de uma campanha e de uma exposição da Prefeitura de São Leopoldo, cidade de 230 mil habitantes no Rio Grande do Sul. A ideia era mostrar como a música brasileira já tratou (e continua tratando) as mulheres de forma pejorativa e, muitas vezes, com incitações à violência.

A canção de MC Diguinho, por exemplo, foi alvo de acusações de apologia ao estupro – depois, o músico lançou uma versão mais “light”.

Em meados do mês passado, a cidade gaúcha começou a publicar imagens de mulheres segurando cartazes com trechos de músicas de teor machista. A iniciativa foi pensada por causa do Dia Internacional da Mulher, no dia 8 deste mês. Nessa semana, uma galeria com as fotografias viralizou nas redes sociais – foram mais de 50 mil compartilhamentos. As informações são da BBC Brasil

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: