Central de Transplantes do RN é tema de reunião na Assembleia Legislativa

O deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB), recebeu nesta quarta-feira (29) a equipe de coordenação da Central Estadual de Transplante (CET). Na pauta, a importância do órgão e a necessidade de ampliação dos serviços oferecidos no RN.

“Entendemos a importância da Assembleia Legislativa no fortalecimento desse órgão de saúde, tão necessário para o nosso Estado e por isso estamos aqui para apresentar os números e dados da Central”, explicou a coordenadora Raissa Marques.

Presente na reunião, o presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, deputado Galeno Torquato (PSD) destacou o crescimento dos números e colocou a Comissão a disposição do órgão.

“A cada dia o número de transplantes está crescendo no Estado. Diante disso, vamos juntos, com todos os deputados, trabalhar para fortalecer ainda mais a Central de Transplantes”, comentou Galeno.

Na ocasião, foram apresentados os números, as dificuldades e os desafios da Central de Transplantes no Estado. O presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB) se comprometeu em lutar pelas melhorias das condições de trabalho e dos serviços oferecidos.

“Serei um soldado na defesa que esse setor de transplante seja valorizado pelo Governo e pela secretaria de saúde, inclusive sendo ampliado e reconhecido, para que possamos salvar mais vidas em nosso Estado”, finalizou Ezequiel.

A Central de Transplante do RN ocupa hoje o 8º lugar, no ranking dos Estados que mais realizam transplantes no Brasil.

Em 2017, a Assembleia Legislativa lançou uma campanha “Doe órgãos. Salve vidas”, que foi veiculada em mídias tradicionais, digitais, móveis e fixas, como outdoors e backbus (ônibus). Na campanha era explicado como pode ser feita a doação, quando é indicado e orientou a família com informações que ajudam a desmistificar o tema, como a aparência física após o procedimento e os custos para arcar com a doação, que não existem.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: