Acusado de cobrar propina, ex-corregedor da Fazenda de SP tenta receber salário

Resultado de imagem para Marcus Vinícius Vannucch

Acusado de lavagem de dinheiro e ocultação de bens, Marcus Vinícius Vannucchi, ex-corregedor da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, quer continuar a receber seu salário de R$ 18 mil, diz o Estadão.

Ele pediu à Justiça que determine ao governo estadual que continue a pagar seus vencimentos.

Por meio de seus advogados, Vannucchi alega que “sem comunicação prévia ou pré-existência de um devido Procedimento Administrativo de exoneração ou afastamento sem vencimentos do cargo público, o Impetrante se viu tolhido de seus vencimentos”.

A defesa afirma ainda que o ex-corregedor, “não está faltando por faltar ao serviço, mas está, sim, conquanto em violação ao princípio da presunção de inocência, impedido judicialmente de trabalhar e, se a jurisprudência dominante até aqui elencada não permite o desconto (menor privação aos proventos do servidor), de igual modo e, conquanto, não permite a suspensão total dos proventos (maior ou máxima privação aos proventos do servidor) ou até mesmo o seu ‘desligamento sumário’, como no caso em concreto.”

Vannucchi foi preso no dia 6 de junho deste ano e solto vinte dias depois. O ex-corregedor foi denunciado por lavagem de dinheiro pelos promotores do Grupo de Atuação Especial de Repressão à Formação de Cartel e à Lavagem de Dinheiro e de Recuperação de Ativos.

*O ANTAGONISTA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: