Albert parabeniza Anvisa por deixar de exigir retenção de receita da ivermectina

Durante o seu pronunciamento na primeira sessão híbrida da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (8), o deputado Albert Dickson (PROS) parabenizou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por não mais exigir a retenção de receita para a ivermectina. Antes da proibição, se podia fazer prescrição simples e a Anvisa exigiu por um período que a venda fosse por receita controlada.

“Eu fui um crítico da Anvisa quando por 45 dias ela restringiu a venda da ivermectina e somos a única pessoa física do Brasil que fomos à Justiça Federal, fizemos a justificativa e o presidente Jair Bolsonaro também solicitou a liberação da hidroxicloroquina, que eu dei entrada também para que retirasse a restrição”, informou Albert Dickson.

O deputado afirmou que o período em que a Anvisa determinou que a receita fosse controlada gerou dificuldades para o brasileiro. “Quero agradecer à Anvisa e ao nosso advogado, essa decisão irá salvar muitas vidas e a ivermectina é como ´uma grande bala de prata´ contra o coronavírus e nosso Estado já se adaptou e espero que continue usando até a chegada da vacina, que deve demorar ainda uns cinco meses, afirmou o parlamentar.

O parlamentar voltou a defender o uso precoce e o uso profilático da ivermectina e citou pesquisas que teriam comprovado o seu real valor no tratamento do novo coronavírus, por bloquear a fase um da doença.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: