Alckmin diz que pretende cortar impostos corporativos e tributar dividendos

Alckmin

O candidato do PSDB ao Planalto, Geraldo Alckmin, afirmou que, se eleito, pretende modificar os impostos empresariais e tributar os dividendos. Citando outras reformas importantes que pretende adotar, como a da previdência, política e tributária (unificação de impostos), Alckmin disse que pretende cortar os impostos corporativos entre 10% e 15%. A medida, segundo ele, seria uma forma de incentivar os investimentos de empresas no Brasil. 

O candidato explicou que, hoje, o imposto corporativo no Brasil está em torno de 35%. “Os Estados Unidos reduziram para 20%. Hoje, você tributa o imposto corporativo e o lucro líquido, mas não o dividendo. Com isso, o cara não investe e tira o dividendo”, disse Alckmin, durante sabatina, nesta terça-feira, promovida pelo UOL, “Folha de S. Paulo” e SBT.

O candidato não detalhou como seria a tributação dos dividendos, mas pontuou que o corte no tributo corporativo poderia ser entre 10% e 15%. “Queremos trazer mais empresas para o Brasil e que as empresas que estão aqui reinvistam”, disse.  ESTADÃO CONTEÚDO

Ainda sobre as pautas econômicas, Alckmin reiterou sua proposta de atrelar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) à TLP (com correção monetária mais juros) e evitar que o dinheiro do brasileiro seja corroído. Além disso, afirmou que o trabalhador brasileiro vai poder escolher onde quer aplicar 50% do FGTS, seja em ações ou outro tipo de investimento. “Só não vai poder retirar o dinheiro”, explicou. 

Bancos e juros 

Alckmin foi questionado sobre quais medidas pretende adotar para reduzir os juros altos aos consumidores no Brasil. Ele defendeu, entre outros pontos, a ampliação da concorrência entre os bancos no País. “Primeiro decreto que vou fazer é acabar com essa história de que presidente tem de autorizar banco estrangeiro no País. Hoje, para o banco estrangeiro entrar no País ele tem de ter decreto presidencial. Olha que barbaridade…”.

O candidato acrescentou que no Brasil há quatro grandes bancos, enquanto nos Estados Unidos, são mais de 4 mil.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: