fbpx

Alvo de 8 pedidos de indiciamentos, secretário de Fátima faz desafio e diz: “A carniça está do lado de lá”

Após ter sido alvo de oito pedidos de indiciamentos por improbidade administrativa na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI da Covid), da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, que investigou os contratos do Governo do Estado durante a pandemia da covid-19, o secretário estadual de saúde, em entrevista à Tribuna do Norte se disse sereno, mas indignado com a decisão dos deputados de oposição, que formaram maioria na CPI e argumentou que as falhas nos procedimentos formais dos contratos se justificam pelo momento delicado da crise sanitária que exigia celeridade nas decisões, porém considerou que algumas empresas agiram de má fé.

Ao ser questionado sobre como avalia as ações da pasta que ele mesmo comanda, mesmo com 8 pedidos de indiciamento para ele e 1 para a governadora, Cipriano disse:  “O que fizemos foi baseado na ciência. Tivemos o apoio das universidades. Tivemos uma experiência bem-sucedida no enfrentamento da pandemia. Nosso balanço é de sucesso feito dentro da lei, com correção, participação dos servidores, controle do MP, transparência reconhecida por organismos nacionais e internacionais  e deve ser isso que incomodou a oposição que tenta criar a estratégia de jogar lama para ofuscar o resultado satisfatório que tivemos no enfrentamento da covid do Rio Grande do Norte. Desafiamos o deputado a fazer proposições, ao invés de vir agora dar uma de urubu buscando carniça, mas a carniça está do lado de lá e não do lado de cá.”

Com informações da Tribuna do Norte.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: