fbpx

Assembleia Legislativa apresenta voto de pesar pela morte de Graco Magalhães

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), apresentou nesta quarta-feira (16) voto de profundo pesar pela morte do comandante Graco Magalhães. A homenagem foi feita em pronunciamento no plenário da Casa durante a sessão plenária.

“É com sentimento de gratidão e reconhecimento que nos solidarizamos com toda a família do comandante Graco, orgulhosos de sua trajetória pessoal e profissional, e certos de que a melhor maneira de suportar a ausência é lembrando que sua presença em vida foi muito aproveitada. Comandante Graco Magalhães é um exemplo de que a vida nos foi dada por Deus para empregarmos em benefício da humanidade”, disse Ezequiel.

Graco faleceu aos 100 anos, na última sexta-feira (11). Natural de Minas Gerais, se tornou piloto civil e instrutor de pilotagem em 1942, antes de entrar para o curso de aviação militar na Força Aérea do Exército dos Estados Unidos. Após concluir esta atividade em 1945, voltou ao Brasil e veio para Natal, onde casou com Elza Pedroza e construiu família.

Como servidor da Base Aérea em Natal, ficou à disposição do Estado durante quatro anos como chefe de Gabinete do Governador Sylvio Pedroza. Em 1960, a convite do então governador Aluízio Alves, passou a exercer funções de piloto do Estado, deixando assim a Força Aérea. Aposentou-se por idade, em 1992.

Na FAB e no Estado pilotou avião para os governadores Ubaldo Bezerra (interventor), José Varela, Dix-sept Rosado, Sylvio Pedroza, Dinarte Mariz, Aluízio Alves, Monsenhor Walfredo Gurgel, Cortez Pereira, Tarcísio Maia, Lavoisier Maia, José Agripino Maia e Geraldo Melo.

Graco viveu mais de 100 anos e, destes, muitos em Natal ao lado dos filhos, Márcio, Paulo (in memoriam), Nelson (in memoriam), Antônio Carlos, Branca e Karla, que lhe deram seis netos e três bisnetos, todos natalenses.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: