fbpx

Assu pode ganhar mais de R$ 400 mil por mês de Carnaubais na guerra por 138 poços de petróleo

A divulgação de uma suposta ‘nota de esclarecimento’ do prefeito Gustavo Soares que não foi publicada no site oficial da Prefeitura do Assú, como também não recebeu nenhum registro no blog do assessor de imprensa do governo do Assú, negando a reabertura da guerra para tomar 138 poços de petroleo de Carnaubais, cheira a mais uma manobra do prefeito Thiago Meira para justificar o seu apoio ao deputado George Soares e tranquilizar a população.

Com a volta dos 138 poços de petroleo para Assú, a Prefeitura de Carnaubais perderá mais de R$ 400 mil por mês e o prefeito Gustavo Soares, não vai desistir facilmente dessa quantia milionária e reabrir o caso na disputa da posse das comunidades de Vila Nova e Mutambinha, localizadas no limite entre os dois municípios, numa luta iniciada pelo ex-prefeito Ronaldo Soares, pai do deputado estadual George Soares.

Em Carnaubais, políticos e população afirmam que Assu “tomou” da cidade, há vários anos, o direito de receber os royalties relativos aos poços de petróleo localizados nas duas comunidades. Já em Assú, o pai do prefeito e do deputado estadual, hoje apoiado pelo prefeito Thiago Meira, dizia que foi o ex-prefeito de Carnaubais Luizinho Cavalcante que se apossou dos poços.

Na época, o ex-prefeito Ronaldo Soares acusava o ex-prefeito de Luizinho, de Carnaubais, de fazer uma trama para que o prefeito de Assu seja considerado o “invasor”, com o objetivo de enfraquecer a Prefeitura daquele município.
Agora, Após a vitória do ex-prefeito Luizinho Cavalcante contra o ex-prefeito Ronaldo Soares, depois das eleições agora em outubro, os prefeitos Gustavo Soares e Thiago Meira, vão se engalfinhar novamente nessa briga.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: