fbpx

Autocuidado e diagnóstico precoce do câncer de mama pautam solene do Outubro Rosa

A manhã desta segunda-feira (24) foi de homenagens na Assembleia Legislativa, com a realização da Sessão Solene em referência ao Outubro Rosa, campanha de conscientização sobre o câncer de mama. O evento foi proposto pela Frente Parlamentar da Mulher, que é composta pelas deputadas Cristiane Dantas (SDD), Eudiane Macedo (PV) e Isolda Dantas (PT), e aconteceu no Plenário da Casa Legislativa Potiguar.

A presidente da Frente Parlamentar da Mulher, deputada Cristiane Dantas, discursou na abertura da cerimônia, ressaltando a importância do autocuidado para o diagnóstico precoce da doença.

“Em mais um ano, estamos aqui reunidos para levar à sociedade a mensagem do autocuidado e da importância de sermos vigilantes com a nossa saúde, para o diagnóstico precoce do câncer de mama. E a campanha do Outubro Rosa, criada para este fim, é oportuna para intensificamos essa informação”, iniciou.

De acordo com a parlamentar, este ano de 2022 é especialmente carregado de maior preocupação sobre a incidência da doença. “Neste ano, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima o diagnóstico de mais de 66 mil casos novos, o que representa uma taxa de incidência de 43,74 por 100 mil mulheres. No Rio Grande do Norte, a situação é ainda mais preocupante, pois existe a estimativa de termos a maior taxa bruta de incidência da doença no Nordeste, com 61,85 casos para cada 100 mil mulheres”, detalhou.

Segundo Cristiane, essa realidade obriga todos a reforçar a necessidade das mulheres estarem sempre atentas ao próprio corpo. “E também nos impõe a responsabilidade de sermos multiplicadores da prevenção e do diagnóstico precoce, que aumentam em 95% as chances de cura. Essa mobilização passa pelo acesso aos exames de mamografia e ultrassonografia mamária, de forma anual, especialmente a partir dos 40 anos”, frisou.

Na sequência, a deputada registrou a importância do serviço do Sistema Único de Saúde (SUS) no tratamento contra o câncer. “O serviço do SUS é essencial. Para as mulheres que retiram a mama por meio da mastectomia, por exemplo, ainda há a possibilidade de fazer a cirurgia de reconstrução mamária. E, neste ano, o Ministério da Saúde anunciou a ampliação do acesso à cirurgia. Os hospitais que apresentarem melhor desempenho, conforme critérios técnicos, receberão mais recursos financeiros. O impacto orçamentário previsto é de R$ 100 milhões”, informou Cristiane.

A deputada falou ainda da satisfação da Frente Parlamentar da Mulher em homenagear “grandes mulheres que foram desafiadas e venceram o câncer de mama; e outras que ainda estão na batalha contra a doença”. “Saibam que todas vocês, sem distinção, são exemplos de superação para todos aqui presentes”, enfatizou.

Seguindo seu pronunciamento, Cristiane Dantas falou a respeito das mulheres e dos grupos homenageados.

“Aline Costa é micropigmentadora e empresária. Dedica-se à causa, dando suporte a mulheres que se submeteram à mastectomia, reconstruindo suas aréolas de forma gratuita, com o Projeto ‘Ressignificando o autoamor’. Antonia de Souza é professora aposentada de Mossoró e natural de Portalegre. Recebeu diagnóstico precoce aos 64 anos e foi vitoriosa no tratamento, realizado há três anos. A fé é a sua marca. Já Bianca Saldanha, servidora da Assembleia Legislativa, está na luta contra o câncer. Sua serenidade e sorriso são seus combustíveis nesse processo, que já é vitorioso. E, por fim, Uianê de Azevedo, médica responsável pelos exames de mamografia e ultrassonografia da unidade móvel do Grupo Reviver, é uma profissional que faz a diferença na vida das pacientes e fundamental para esta mobilização”, destacou a deputada.

A parlamentar enalteceu também a relevância do trabalho voluntário realizado pelos grupos de apoio homenageados.
“O serviço de vocês transforma vidas e leva esperança às mulheres em tratamento. Dentre as instituições homenageadas, destacamos o ‘Grupo Reviver Natal’, que celebra 10 anos de fundação levando o exame de mamografia para as localidades mais distantes do nosso Estado. E a Assembleia Legislativa é uma parceira desta iniciativa. Assim como eu, a deputada Eudiane e vários outros parlamentares destinam emendas para viabilizar a manutenção dessa atividade, com a unidade móvel Savana Galvão”, acrescentou.

Outro grupo de apoio homenageado foi a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Natal, que possui mais de 50 anos de história e serviços prestados no RN, “sendo importante esteio para as mulheres do interior que buscam atendimento na capital, na Casa de Apoio Irmã Gabriela”, segundo Cristiane Dantas.

De maneira análoga, a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Mossoró, a qual, conforme a deputada, “é um importante pilar da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer e conta com a participação de mais de 60 mulheres, contribuindo para a aquisição de equipamentos e materiais de manutenção”.

Os grupos “Despertar” e “Bonitas”, além da “Associação Onco & Vida”, também receberam homenagens. “O Grupo Despertar atua há 30 anos, com a missão de apoiar e levar alento às pacientes com câncer, por meio da orientação e humanização do processo de terapia. Já o ‘Bonitas’ há sete anos exalta a autoestima das pacientes, através da entrega de lenços, das sessões fotográficas e rodas de conversa. E a Associação Onco & Vida constrói, há oito anos, uma história de serviços prestados à população diagnosticada com o câncer, sempre de forma humanizada e reintegradora”, ressaltou Cristiane Dantas.

“Para cada mulher na árdua batalha contra o câncer de mama, é preciso reafirmar que existe cura. Não deixem de sonhar e nunca percam o sorriso no rosto. Os sonhos motivam a vida e o sorriso embeleza a caminhada. Em nome da Frente Parlamentar da Mulher, nossos parabéns aos grupos de apoio e às mulheres homenageadas”, finalizou a deputada.

Discursando em nome de todos os homenageados, a presidente do Grupo Reviver, Ana Tereza, ressaltou a importância do Outubro Rosa e agradeceu o apoio prestado pela Assembleia Legislativa, através das emendas parlamentares.

“É com enorme prazer que estamos aqui mais um ano para celebrar o Outubro Rosa, um mês tão significativo para todas nós. E em 2022 isso acontece de um modo muito especial, pelos 10 anos de existência do nosso trabalho. Portanto, esta é uma sessão de exaltação do cuidado consigo mesmo e com o próximo”, frisou.

Ana Tereza falou também sobre a missão do Grupo Reviver, destacando o sentimento de dever cumprido.

“Todos os dias renovamos nosso alerta às mulheres sobre a importância do cuidado com as mamas. E a nossa sensação é de estarmos cumprindo com êxito a missão à qual nos propusemos há 10 anos, que é a de proporcionar acesso aos exames eficientes no diagnóstico do câncer e outras alterações mamárias”, contou.

Sobre os trabalhos realizados pelo grupo, a presidente informou que, em 2021, o Reviver realizou 95% de todos os exames feitos em Parnamirim.

“A respeito de Natal, as estatísticas nos mostraram que dos 12.618 exames realizados, mais de 9.137 foram normais e 3.481 tiveram alterações. Dentre essas, 1.448 foram nódulos e 2.030 apresentaram outras anomalias, dentre as quais estão os tumores malignos”, detalhou Ana Tereza.

Ainda segundo a presidente do Grupo Reviver, diante desses números, eles têm a certeza de que salvam vidas, com a detecção precoce dos tumores.

“Essa certeza é a força que nos anima a seguir em frente. Acreditamos que podemos salvar vidas, estimular a cidadania e aliviar o sofrimento das pessoas, pela melhoria na qualidade da saúde da população. E nós temos nessa caminhada a companhia dos grupos ‘Bonitas’ e ‘Despertar’; das redes femininas de combate ao câncer de Natal e de Mossoró; além da Associação Onco & Vida. Essas instituições se completam em suas áreas de atuação, com um só objetivo: servir à nossa sociedade e especialmente às mulheres”, concluiu.

Além da presidente do Grupo Reviver, compuseram a Mesa dos Trabalhos: Iris Maria de Oliveira, secretária estadual da Sethas; Dra. Adriana Magalhães, juíza do Tribunal Regional Eleitoral do RN; a Promotora de Justiça e coordenadora do Caop Saúde, Dra. Rosane Moreno; a Defensora Pública Ana Lucia Raymundo; e a advogada membro da Comissão de Saúde da OAB/RN, Janaína Novaes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: