fbpx

Benes afirma que lideranças do MDB não seguirão o partido em caso de aliança com o PT no RN

Na semana do encontro entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a cúpula do MDB potiguar para discutir uma possível aliança política com o PT nas eleições de 2022, o deputado federal Benes Leocádio disse que o partido liderado por Garibaldi e Walter Alves está dividido sobre essa possível união política entre as duas siglas.

Benes, que é pré-candidato ao Governo do RN, espera contar com o apoio do MDB, pela sua identificação com o partido, do qual ele já foi filiado e diante de sua boa relação com Garibaldi e Walter Alves.

“Se o MDB, na pessoa do ex-senador Garibaldi, com quem tenho o maior apreço e respeito, meu colega de bancada, deputado Walter, for ouvir as lideranças da família MDB no Rio Grande do Norte, eu tenho certeza que não estão muito simpáticos com esses encaminhamentos”, disse o deputado Benes Leocádio em entrevista ao Hora Extra da Notícia, da 91.9 FM, nesta sexta-feira (27).

Ainda segundo o deputado, vários prefeitos e lideranças do MDB no interior do Estado já disseram a ele que “caminharão à revelia do partido” caso seja feito algum acordo entre o MDB e o PT da governadora Fátima Bezerra.

Benes lembrou que tem identificação com o MDB, já tendo disputado mandatos pela legenda, além do que há mais de 30 anos vota em lideranças do partido, diferentemente do PT que, segundo ele, nunca apoiou o MDB no estado potiguar.

“Então é natural que, se a gente for para esse projeto político em 2022, possa pelo menos aguardar um momento de conversações e indagá-los da possibilidade de caminharmos juntos”, finalizou o parlamentar.

Assista à entrevista completa no vídeo abaixo:

Fonte: Portal Grande Ponto

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: