fbpx

Benes cobra 72 milhões da farmácia básica e diz que Fátima será reprovada no vestibular das urnas

Em entrevista concedida aos jornalistas Gilson Moura e Valdemir Tapioca, na manhã deste sábado, na Rádio Liberdade FM, o deputado Benes Leocádio abriu o jogo sobre sua possível candidatura ao governo do estado, entre outros assuntos relacionados à política.

Benes não poupou palavras ao criticar a gestão da governadora Fátima Bezerra: “Quem fica posando de defensor da saúde mas não paga R$ 72 milhões para comprar remédio para o povo potiguar não merece ter recondução no vestibular das urnas”, afirmou, referindo-se a uma dívida do governo com a farmácia Básica.

O deputado, que atua há mais de 30 anos na política, já possui o apoio de diversas prefeituras, incluindo a de Parnamirim. Taveira já sinalizou seu apoio à candidatura de Benes Leocádio. Inclusive, com uma forte possibilidade da filiação de Alda Lêda Taveira ao partido de Benes, o Republicanos, fato reforçado por ele na entrevista: “É uma honra receber a primeira-dama Alda Lêda no Republicanos”, afirmou.

A parceria já era esperada, já que Benes apoiou a candidatura de Taveira e vem investindo bastante recurso em Parnamirim. O último, lembrado por ele, na ordem de R$ 700 mil para a aquisição de viaturas para a Guarda Municipal. “Quem deveria fazer essa parceria e a até hoje não fez, mas o deputado Benes faz”, afirmou, criticando a falta de investimento na segurança por parte da governadora Fátima Bezerra.

Sobre possíveis concorrentes na disputa ao governo, Benes Leocádio acredita que o RN está carente de um nome para representar o estado. O deputado não acredita que Álvaro Dias, um dos nomes mais fortes atualmente, deva deixar a prefeitura da capital para concorrer ao governo.

Confira a entrevista completa AQUI.

Com informações Blog do GM

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: