Bolsonaro: Guedes é quem trata de política do salário mínimo

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta quinta-feira (02/01/2020), que não sabe se haverá uma nova política de reajuste do salário mínimo no governo, deixando a responsabilidade para o ministro da Economia, Paulo Guedes.

“Não sei. Quem trata desse assunto é um tal de Paulo Guedes, aí. Está fazendo um bom trabalho”, afirmou, ao ser questionado se alguma proposta seria levada ao Congresso ou se o reajuste seria feito anualmente por meio de medida provisória.

O presidente editou uma medida provisória no dia 31 de dezembro de 2019 para aumentar o salário mínimo de R$ 998, em 2019, para R$ 1.039, em 2020. O governo calculou o reajuste com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), de janeiro a dezembro do ano passado.

Guedes, porém, já havia adiantado que é contra a criação de uma nova política. “Nós não temos que formular uma política de salário mínimo. Tem gente que gosta de anunciar três, quatro, cinco anos à frente [a política para o salário mínimo]. Nós temos de anunciar para o ano seguinte, e a cláusula constitucional é garantir a inflação”, disse, em coletiva de imprensa no dia 19 de dezembro.

*Metropoles

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: