fbpx

Bolsonaro veta a ‘Lei Paulo Gustavo’

Deputados federais foram às redes nesta quarta-feira (6), marcar posição contra o veto do presidente Jair Bolsonaro à “Lei Paulo Gustavo”, que previa a liberação de R$ 3,8 bilhões da União para o setor cultural. a A maioria dos parlamentares protestantes, que pertencem a partidos de esquerda, prometeram se mobilizar na Câmara para derrubar o veto presidencial.

Com o nome do humorista Paulo Gustavo, que faleceu em decorrência de complicações da covid-19 no ano passado, a proposta foi aprovada pelo Senado em 15 de março e enviada para sanção presidencial. Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência afirmou que a “Lei Paulo Gustavo” foi rejeitada por não estar alinhada ao interesse público. A decisão também foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira.

O perfil oficial do PT no Senado chamou o governo de “fascista” e argumentou que o projeto não cria nova despesa. “Ele apenas garante que o dinheiro que está parado em 2 fundos culturais seja liberado. A arte liberta e faz pensar, por isso é tão atacada pelos fascistas!”, publicou.

Fonte: Tribuna do Norte

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: