Senado recebe documento em que 17 ministros do TST criticam reforma

Resultado de imagem para tst

Uma comissão de ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST) entregou nesta quinta-feira (25) ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), um documento de seis páginas com críticas à proposta de reforma trabalhista em tramitação na Casa.

Segundo o ministro Maurício Godinho Delgado, o documento, assinado por 17 dos 27 membros do TST, traz considerações jurídicas feitas com base em um estudo elaborado por esse grupo de ministros.

“Trouxemos um documento técnico, de colaboração para o trabalho do Senado que aponta no direito individual do trabalho uma série de medidas que reduzem imediatamente e também a médio prazo uma série de direitos consagrados na legislação atual”, afirmou o magistrado. As informações são da Agência Estado.

Leia maisSenado recebe documento em que 17 ministros do TST criticam reforma

J&F contrata Bradesco para vender Alpargatas, Eldorado e Vigor

0

Sem parar. Em Montes Claros, a fábrica da Alpargatas manteve a produção das sandálias Havaianas

O grupo J&F contratou o banco Bradesco BBI para vender as empresas Alpargatas, Eldorado e Vigor. A informação foi confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo com uma fonte próxima à empresa e uma fonte próxima ao banco.

A expectativa é de que com isso, a companhia possa centrar forças na operação da JBS que deve passar por forte turbulência com os acordos de delação, já fechado, e o de leniência que está em negociação com o Ministério Público Federal (MPF).

Por volta das 13 horas, as ações da JBS, dona da marca Friboi, avançavam 10,15%, na máxima. Operadores dizem que a recuperação se dá por conta das perdas históricas vistas com a repercussão do acordo de delação premiada feito pelos executivos do grupo. As informações são da Agência Estado.

Leia maisJ&F contrata Bradesco para vender Alpargatas, Eldorado e Vigor

Deputado José Adécio é recebido por ex-candidatos e amigos na cidade de São Tomé

O deputado José Adécio foi recebido, domingo passado, por um grupo de moradores da cidade de São Tomé, na casa dos pais do ex-candidato a prefeito Lucinário Félix de Carvalho, o “Naro”.

Sempre demonstrando satisfação ao receber convites para participar de encontros informais, onde fala sobre futebol, criação de gado, agricultura e, evidentemente, política, José Adécio interagiu com dezenas de pessoas, que se disseram surpresas em “ter um deputado almoçando e conversando de forma tão descontraída, direta e simples”.

“Naro” e seu ex-candidato a vice-prefeito, José Janilson da Silva, representam novas forças políticas do município e, por muito pouco, segundo relataram, não foram eleitos. “Não tivemos apoio de ninguém. Fizemos a campanha em um moto e um carro. Percorremos todos os lugares conversando com as pessoas e apresentando nossas propostas”, disse “Naro”.

Leia maisDeputado José Adécio é recebido por ex-candidatos e amigos na cidade de São Tomé

Rocha Loures devolve os R$ 35 mil que faltavam da ‘mala da propina’

O deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que recebeu uma mala com R$ 500 mil do frigorífico JBS, informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que depositou os R$ 35 mil que faltava devolver. Na última segunda-feira, ele entregou à Polícia Federal (PF) uma mala com apenas R$ 465 mil. Rocha Loures também apresentou na corte o comprovante do depósito, feito na quarta-feira.

Rocha Loures é investigado num inquérito aberto no STF juntamente com o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador Aécio Neves (PSDB-MG). O processo tem origem na delação de executivos do frigorífico JBS. As informações são de O Globo.

Leia maisRocha Loures devolve os R$ 35 mil que faltavam da ‘mala da propina’

Por túnel, 91 fogem de penitenciária, na maior fuga da história do sistema prisional potiguar

Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal (Foto: Ricardo Araújo/G1)

A maior fuga já registrada na história do sistema prisional do Rio Grande do Norte aconteceu na madrugada desta quinta-feira (25). Foi na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, de onde 91 presos escaparam por um túnel de aproximadamente 30 metros de extensão. Nove foram recapturados. As informações foram confirmadas pela Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc), que já determinou a abertura de uma sindicância para apurar se houve facilitação.

Inicialmente, o secretário Luis Mauro Albuquerque, titular da Sejuc, havia informado a fuga de 82 detentos. Depois, retificou a informação ressaltando que nove haviam sido recapturados, e que o número exato de fugitivos era 91, restando 82 soltos pelas ruas. Do G1 RN.

Leia maisPor túnel, 91 fogem de penitenciária, na maior fuga da história do sistema prisional potiguar

Sob pressão, Temer recua e revoga decreto de Forças Armadas

BRASILIA, DF, BRASIL, 25-05-2017, 09h40: O Ministro Chefe da Casa Civil Eliseu Padilha, com o Presidente Michel Temer, durante reuniao com o Presidente da CBIC- Camara Brasileira da Industria da Construcao e grupo de empresarios, no Palacio do Planalto, em Brasilia. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress, PODER)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no entanto, negou que tenha pedido o emprego das Forças Armadas

Por Gustavo Uribe –  Folha de São Paulo

Sob pressão da base aliada, o presidente Michel Temer recuou e revogou decreto para atuação das Forças Armadas nas ruas do Distrito Federal.

A revogação saiu em edição extra do “Diário Oficial da União” nesta quinta-feira (25). Em meio a episódios de violência e depredação, o peemedebista havia publicado na quarta-feira (24) o decreto que permitia aos efetivos militares atuarem com poder de polícia até a próxima quarta-feira (31), o que criou uma crise com a Câmara dos Deputados.

Antes de tomar a decisão, o presidente foi alertado por auxiliares e assessores do desgaste que a presença das Forças Armada poderia causar à sua imagem, já prejudicada pelas delações da JBS.

Leia maisSob pressão, Temer recua e revoga decreto de Forças Armadas

Câmara aprova MP que reajusta salário de servidor federal

Resultado de imagem para Câmara em protesto e base aprova MP que reajusta salário de servidor federal

A Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira, 25, o texto-base da Medida Provisória 765/16, que reajusta a remuneração de carreiras do Executivo federal e cria um bônus de produtividade para auditores fiscais, proposta considerada polêmica.

A MP e uma série de outras propostas foram votadas sem obstrução depois que deputados da oposição deixaram o plenário. A saída foi uma decisão anunciada pelo líder do PT, deputado Carlos Zarattini (SP), em protesto contra o decreto do presidente Michel Temer – publicado em uma edição extra do Diário Oficial da União – que prevê o emprego das Forças Armadas na Esplanada dos Ministérios entre 24 e 31 de maio. Com isso, a base aliada resolveu seguir com as apreciações e aprovou a proposta.

Leia maisCâmara aprova MP que reajusta salário de servidor federal

Tucanos não gostaram da decisão de Temer de colocar o Exército nas ruas

Resultado de imagem

Os tucanos também afirmaram ter recebido mal a decisão de Temer de colocar o Exército nas ruas ajudar a conter depredações na Esplanada dos Ministérios, segundo a Folha de São Paulo.

Nos bastidores, deputados do partido afirmaram que isso é uma demonstração clara de perda do controle sobre a situação.

Na entrevista após o encontro, Tasso disse ter ficado “assustado” com a notícia, mas afirmou que ela pode ter sido utilizada mediante informações de que a polícia não estava conseguindo conter as depredações.

Leia maisTucanos não gostaram da decisão de Temer de colocar o Exército nas ruas

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: