MPF pede prisão do ex-presidente Lula e pagamento de R$ 87 milhões em multas

Resultado de imagem para lula

O Ministério Público Federa (MPF) pediu ao juiz Sérgio Moro, nesta sexta-feira (3), que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outros seis réus sejam condenados pelos crimes de corrupção passiva, ativa e lavagem de dinheiro e que cumpram as respectivas penas em regime fechado.

O pedido consta nas alegações finais do processo que apura um suposto pagamento de propina por parte da OAS, por meio da entrega de um apartamento triplex no Guarujá, litoral paulista.

O MPF diz que o apartamento seria entregue a Lula, como contrapartida por contratos que a OAS fechou com a Petrobras, nos anos em que o político foi presidente da República. Também faz parte da denúncia o pagamento que a OAS fez à transportadora Granero, para que a empresa fizesse a guarda de parte do acervo que o ex-presidente recebeu ao deixar o cargo. As Informações do G1 PR.

Leia maisMPF pede prisão do ex-presidente Lula e pagamento de R$ 87 milhões em multas

Lula tem encontro com CNBB por combate às reformas de Temer

Abertura do 6º Congresso Nacional do PT (Partido dos Trabalhadores), nesta quinta-feira (1º) no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília (DF). Presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente Dilma Rousseff, presidente do PT, Rui Falcão

Em Brasília para o congresso nacional do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu nesta quinta-feira (1º) com a cúpula da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

Na audiência com o presidente da CNBB, dom Sérgio Rocha, e o secretário-geral da confederação, dom Leonardo Steiner, Lula discutiu a realização de atos com juristas e intelectuais contra as reformas propostas pelo governo Temer.

Presente à audiência, o ex-ministro Gilberto Carvalho conta que Lula fez um relato sobre o momento político. A intenção, segundo Carvalho, é intensificar a relação com a igreja em oposição às reformas, segundo informações da Folha de São Paulo.

TSE vai reforçar segurança no julgamento da ação que pode cassar Temer

Entre terça e quinta-feira da próxima semana, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai reforçar a segurança e limitar o acesso a algumas vias e estacionamentos públicos próximos ao prédio. Nesses dias, está programado o julgamento da ação que poderá levar à cassação do presidente Michel Temer.

O TSE fica no Setor de Administração Federal Sul, em Brasília. Três vias e dois estacionamentos vão ter restrições de acesso. Além disso, a inspeção na entrada do prédio será reforçada com equipamentos de raio X e detectores de metais, segundo informações de O Globo.

Leia maisTSE vai reforçar segurança no julgamento da ação que pode cassar Temer

Ministério Público pede prisão preventiva de Garotinho após testemunha relatar ameaças

O Ministério Público do Rio de Janeiro apresentou à Justiça eleitoral novo pedido de prisão preventiva contra o ex-governador do Rio Anthony Garotinho. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ), o caso será analisado pelo juiz da 100ª Zona Eleitoral, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

Garotinho é réu em decorrência da Operação Chequinho, que investiga suposta fraude nas eleições municipais de Campos no ano passado com o uso de um programa assistencial, o Cheque Cidadão. Em novembro, o ex-governador chegou a ser preso preventivamente junto com vereadores do município fluminense, mas obteve um habeas corpus.

Em maio, uma testemunha-chave da operação denunciou à Polícia Federal ter sofrido ameaças. A pressão seria para não dar detalhes, em depoimento, sobre o esquema que envolveria compra de votos em troca do cadastramento no programa Cheque Cidadão, da prefeitura local. As informações são de O Globo.

Leia maisMinistério Público pede prisão preventiva de Garotinho após testemunha relatar ameaças

Procuradoria cobra multa de R$ 6 milhões de Aécio e Andrea Neves

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu, na denúncia oferecida no Supremo Tribunal Federal (STF) que seja aplicada uma multa de R$ 6 milhões ao senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e sua irmã Andréa Neves por danos morais e materiais.

Na denúncia, Aécio e Andrea são acusados de corrupção passiva. O tucano também foi denunciado por obstrução de Justiça. Na peça, Janot diz que Aécio usou o cargo de senador para solicitar “recebimento de vantagem indevida de R$ 2 milhões” e que o empresário Joesley Batista, dono da JBS, teria um “histórico de pagamento de vantagens indevidas” ao tucano.

A “vantagem indevida” teria sido paga em quatro parcelas de R$ 500 mil nos dias 05, 12 e 19 de abril e 03 de maio ao primo de Aécio, Frederico Pacheco, e ao assessor do senador Zezé Perrela (PMDB-MG) Mendherson Souza Lima. As informações são de O Estado de São Paulo.

Leia maisProcuradoria cobra multa de R$ 6 milhões de Aécio e Andrea Neves

PF prende engenheiro que parcelava propina

Policiais federais de Jales, no interior de São Paulo, deflagraram na manhã desta sexta-feira, 2, a Operação Liquidação e prenderam um engenheiro civil que presta serviços de fiscalização em obras para a Caixa Econômica Federal.

Antonio Eden Cabral Paro foi preso em flagrante quando havia acabado de receber R$ 5 mil, parte em dinheiro vivo e parte em cheque, relativos a uma propina que teria exigido de um empresário da construção civil. A abordagem ocorreu nas proximidades da agência da Caixa de Jales.

Paro, de 63 anos, reside no município de Votuporanga (SP). Segundo a PF, ele é credenciado pela Caixa para fiscalizar obras financiadas em vários municípios da região de São José do Rio Preto, inclusive do programa Minha Casa, Minha Vida. As informações são de O Estado de São Paulo.

Leia maisPF prende engenheiro que parcelava propina

PF prende quatro por desvios no sistema de Saúde do Maranhão

A Polícia Federal prendeu quatro investigados em flagrante na Operação Rêmora, quarta fase da Sermão dos Peixes, que investiga desvios de recursos públicos federais destinados ao sistema de saúde do Maranhão. Os federais apreenderam R$ 71 mil.

Segundo a PF, alguns presos serão custodiados ‘duas vezes’, em razão do mandado de prisão expedido e da prisão em flagrante.

Um dos alvos capturados é funcionário do Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania – IDAC, organização social sem fins lucrativos, que geria os recursos públicos da Saúde do Maranhão. Ele foi preso com R$ 71 mil na sede do IDAC.

A PF cumpre na Rêmora 19 mandados judiciais, expedidos pela 1.ª Vara Criminal Federal de São Luís, sendo: 4 mandados de prisão preventiva, 1 de prisão temporária e 9 de busca e apreensão. Foi determinado o bloqueio judicial e sequestro de bens num total que supera a cifra de R$ 12 milhões.

Leia maisPF prende quatro por desvios no sistema de Saúde do Maranhão

Diplomatas e servidores do Itamaraty divulgam carta contra repressão às manifestações

manifestacao_24_de_maio_esplanada_jornalistas_livres_3.jpg

Uma carta pública divulgada por 93 diplomatas e 25 oficiais e assistentes do Itamaraty repudia o uso da força na repressão de manifestação e demonstra preocupação com o “acirramento da crise social, política e institucional que assola o Brasil”.

O documento, intitulado “Diplomacia e Democracia”,  não teve a participação da cúpula do Ministério das Relações Exteriores e foi escrito por servidores que trabalham em diferentes locais do mundo.
A carta também pede diálogo para a “retomada de um novo ciclo de desenvolvimento, legitimado pelo voto popular” e afirmam que conquistas importantes para a sociedade e a relevância internacional do país “estão ameaçados”. Outras entidades de servidores públicos, como a Associação dos Funcionários do BNDES, se solidarizaram com os funcionários do Itamaraty.
De acordo com a BBC Brasil, o manifesto foi motivado por nota oficial divulgada pelo MRE em resposta a órgãos internacionais, como a ONU e a Organização dos Estados Americanos (OEA) que criticaram a violência contra manifestantes no país.

Leia maisDiplomatas e servidores do Itamaraty divulgam carta contra repressão às manifestações

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: