CENA DE TERROR: Pior safra de prefeitos do Vale do Açu eleitos em 2016 que não amenizam a crise e tem pior gestão da saúde com 386 casos de COVID

O Vale do Açu elegeu em 2016 a pior safra de prefeitos já vista na região. Hoje, a população amarga dias difíceis pela escolha errônea nas urnas da última eleição, pois a maioria dos prefeitos eleitos fizeram promessas mirabolantes, e planos de governos com ações que não foram cumpridas, e por isso, entraram em descrédito total.

A população tinha esperança que fosse mantido o compromisso e dedicação dos prefeitos que os antecederam, e que conseguiram dar um passo grande rumo ao desenvolvimento da região. No entanto, a nova safra de prefeitos, pôs tudo por água abaixo, pois a maioria são liderados do deputado “boquinha” George Soares, e seguindo seu exemplo, só pensaram em si próprios, e a união deles, é por cargos e benefícios que não envolvem a população.

O povo sofre com a falta de geração de emprego, e tendo que lidar com a insegurança, a violência, e o pior, a falta de perspectiva. Essa é a realidade da região do Vale do Açú, que se agravou ainda mais, com a pandemia do novo corona vírus, e que os prefeitos da região levaram na brincadeira, começando na cidade pólo da região, DESgovernada pelo prefeito Gustavo Soares, que já tem 146 casos do COVID-19, e na região toda já são 386.

O prefeito Gustavo e todos os outros, não entenderam que tem que existir rigor nas iniciativas de isolamento, para que a curva se estabilize e diminua os casos. É tudo assustador, pois a crise na saúde de Assú, região e no Estado é um desafio colossal, onde as salas de espera das UPAs e Hospitais ficam abarrotadas, e muita gente já se contamina ali mesmo, e o mais triste é que essa cena de terror já se tornou comum.

Entendemos que as deficiências foram acumuladas ao longo de décadas, mas existe caminhos de curto prazo que podem contribuir para amenizar o baque da pandemia sobre a população, pois com tantos recursos financeiros sendo liberados pelo Governo Federal, os municípios e as regiões com o aporte do Estado, poderiam criar hospitais de campanha, garantindo equipamentos de proteção individual pra profissionais e medicamentos para a população, mas eles preferem ficar no jogo do empurra empurra, culpando oposição e gestões anteriores, e enquanto isso, a população sofre e aprende na dor, a gravidade do erro em eleger um mau gestor.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: