Chefe das verbas publicitárias propõe boicote a quem desagrada governo

O chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência, Fabio Wajngarten, responsável pela distribuição de verbas para publicidade, sugeriu um boicote a publicações que desagradem à cúpula do governo federal.

Depois do ministro Sergio Moro (Justiça) ir ao Twitter, foi a vez do chefe da Secom demonstrar irritação neste domingo (6/10) com a Folha de S.Paulo, em mensagem no Instagram.

O motivo é uma reportagem publicada neste domingo que informa que um ex-assessor do ministro do Turismo disse em depoimento que a candidatura de Jair Bolsonaro em 2018 se beneficiou das candidaturas laranja.

Wajngarten não citou a Folha, mas passou seu recado. “Parte da mídia ecoa fake news, ecoa manchetes escandalosas, perdeu o respeito, a credibilidade, a ética jornalística. Que os anunciantes que fazem a mídia técnica tenham consciência de analisar cada um dos veículos de comunicação para não se associarem a eles, preservando suas marcas”, disse no Instagram.

*Revista Consultor Jurídico

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: