fbpx

Com nomes tradicionais inelegíveis em Canguaretama, Irmã Lila é o nome mais forte para 2020

Vereadora em seu primeiro mandato e de origem indígena, Irmã Lila é mãe e apesar dos seus 35 anos tem a responsabilidade da família com três filhos

No Agreste Potiguar, Canguaretama vive um dilema: as famílias que se revezaram no poder nos últimos anos enfrentam problemas jurídicos e estão caminhando para ficar inelegíveis para 2020. Tanto assim o ex-prefeito Wellison Ribeiro (PSD), condenado por crime de responsabilidade a quatro anos e dois meses de reclusão em regime semiaberto. A condenação ainda inclui a perda de cargo público e a inabilitação para o exercício de cargo ou função pública pelo prazo de cinco anos.

Como a prefeita Fátima Marinho (MDB), ex-esposa de Jurandir Marinho não pode mais concorrer à reeleição e até agora não tem conseguido apresentar um candidato definido em Canguaretama por enfrentar sérios desgastes políticos e administrativos, surge um nome novo: Irmã Lila, que preside a Câmara Municipal. Canguaretama é hoje o segundo maior colégio eleitoral do Agreste e tem 34.276 habitantes espalhados na cidade e em distritos do município. Apesar dos seus 35 anos, Irmã Lila além da política tem também a responsabilidade de ser mãe de três filhos: Liedson, Afrânio Filho e Sara. Moradora da Comunidade do Catu e nativa da Aldeia indígena, Irmã Lila luta também pela preservação da Cultura Indígena.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: