fbpx

Deputado George “Ditador” não dá vez a aliada Elisângela na disputa pela presidência da Câmara do Assú

O ditador e deputado estadual, George Soares, mesmo contando com 9 vereadores na base aliada da gestão do seu irmão, o prefeito Gustavo, decidiu de forma autoritária, que a escolha pelo nome de quem seria o candidato a presidente da Câmara Municipal no biênio 2023/2024, seria escolhido apenas entre 5 vereadores que são filiados ao PL.

O autoritarismo de George, que teve o apoio irrestrito do prefeito Gustavo e da vice Fabielle Bezerra, só mostram a forma de governar desse trio, que dita as regras do jogo sem levar em conta as opiniões, principalmente as que discordam do jeito de governar da Oligarquia Soares.

A vereadora Elisângela que já foi humilhada e até chorou no plenário da Câmara de Vereadores de Assú e nunca fez uma denúncia pública por amor ao grupo, mostrando – se como uma ferrenha aliada do deputado George, sempre prezou pelo respeito e evitou a exposição, pensando que algum dia seria reconhecida. Mas George não deu chance nenhuma.

Quais motivos o levaram a vetar o nome da vereadora, e gerar esse tumulto desnecessário, que foi totalmente apoiado pelo prefeito e pela vice Fabielle?

Em 2018, o Assú lembra do que aconteceu quando houve a eleição do biênio 2019/2020, em que o então presidente Walace, fez a maior algazarra para impedir a eleição, já que ele não contava com o apoio da maioria e já sabia da derrota. E as pessoas lembram também que em sua gestão, ele atrasou pagamentos do INSS, gerando um transtorno pela falta de gestão transparente dos recursos, que pertencem ao POVO.

Diante de uma aliada fiel e outro aliado fiel, porque manter o que tem atos obscuros na forma de governar? Porque deixar os outros vereadores Tê, João Paulo, Sônia e Valterlânio de fora da discussão democrática para a escolha do nome na disputa pela presidência da Câmara?

O que o deputado George tem contra a vereadora Elisângela que o desmotiva a não confiar em seu projeto de ser presidente da Câmara Municipal? Qual razão leva o deputado George a ditar e impor escolhas sem se preocupar com a opinião de toda sua base na Câmara?

Perguntas tem tomado a cabeça da população, que não entende porque Walace foi escolhido por George, Gustavo e Fabielle, ao invés de Elisângela, já que na disputa por fidelidade, eles estariam empatados.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: