fbpx

Derrota para Doria em SP preocupa Alckmin e complica chapa com Lula

Chapa de Lula com Alckmin é considerada difícil pelo PT, mas não impossível  - Jornal O Globo

Uma das pedras no caminho da formação da chapa de Lula para presidente, e Geraldo Alckmin vice, é a eleição no estado de São Paulo em 2022. O ex-governador tem como uma de suas prioridades derrotar o grupo de João Doria em São Paulo, que vai lançar o atual vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) para a sucessão.

PEDRA DURA

Alckmin já manifestou a interlocutores preocupação com a possibilidade de ele sair da campanha para o governo e, com isso, ver os votos de seus eleitores, de centro e centro-direita, migrarem para Garcia.

PEDRA 2

O vice-governador de São Paulo tem hoje apenas 5% dos votos. Mas, com o apoio da máquina partidária e do estado, é visto pelos adversários como candidato forte à sucessão de Doria.

PEDRA 3

As lideranças que apoiam a chapa de Lula com Alckmin afirmam que a saída do ex-governador da disputa paulista, na verdade, ajudaria na formação de uma aliança do PT com o PSB, partido ao qual ele se filiaria.

ESPELHO

Unindo o ex-prefeito Fernando Haddad e o ex-governador Márcio França numa mesma chapa, a oposição teria força suficiente para se contrapor ao grupo de Doria em SP.

ESPELHO 2

Na sexta (12), em um reality show com Ciro Gomes organizado por Márcio França, Alckmin foi questionado sobre a possibilidade de a chapa com Lula vingar. E não rechaçou a ideia.

ESPELHO 3

“Já disseram que eu vou ser candidato a senador, a governador, a vice-presidente. Vamos ouvir. Fico muito honrado com a lembrança do meu nome”, disse ele a jornalistas após o evento.

Uol Folha

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: