fbpx

Diesel desviado da Petrobras financiou campanhas, diz ex-governador de MT

O ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa afirmou em sua delação premiada ter bancado campanhas de aliados nas eleições de 2014 com dinheiro oriundo de desvios de óleo diesel da Petrobras. Os recursos, segundo Silval, foram repassados para financiar a candidatura de vários políticos, entre eles o senador Wellington Fagundes (PR-MT) e o deputado federal Carlos Bezerra (PMDB-MT). Silval contou que o óleo diesel desviado da Petrobras era vendido por Valdisio Viriato, empresário que foi secretário do governo dele.

Viriato também era o responsável pelo repasse do dinheiro levantado com o crime aos candidatos, a mando do próprio delator, segundo afirmou em depoimento. Em determinado trecho da delação, Silval afirma que desvios de 300 mil litros de combustível resultaram em valores repassados em favor do então candidato ao governo, José Riva. As informações são de O Globo.

Segundo o ex-governador, foi também Valdisio Viriato o responsável por fazer a entrega do recurso. Os recursos do diesel desviado bancaram cerca de 15 candidatos a deputados estaduais, segundo Silval. Eles recebiam o recurso em espécie da maneira determinada por Viriato, afirmou Silval. O delator menciona ainda a participação de Rodrigo Santiago, lilgado à empresa Canal Livre Comércio e Serviço, na operação do esquema, mas não dá mais detalhes no termo de colaboração.

Em delação premiada, o ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa contou que seu ex-chefe de gabinete, Silvio Cezar Correa, gravou a entrega de dinheiro para ao menos oito aliados que eram deputados estaduais entre 2012 e 2013. Na lista dos filmados, estão o atual deputado federal Ezequiel Fonseca (PP-MT) e o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: