fbpx

Dnit libera Viaduto da Abel Cabral no dia 9 de junho

Com abertura do viaduto que dá acesso à Abel Cabral, 1,6 km da BR-101 será desinterditado

O viaduto erguido pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) na BR-101, altura da Av. Abel Cabral em Nova Parnamirim, será liberado para tráfego no próximo dia 9 de junho. A previsão foi informada pelo setor de Serviço de Construção da superintendência regional, que conclui a pavimentação da pista principal e obras complementares como a sinalização da via. O cumprimento do prazo também depende do andamento de um serviço da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern) que está realocando dutos que passam naquela área.

As obras em Nova Parnamirim fazem parte de um contexto maior, que abrange 13,7 km de rodovia – do de Ponta Negra até o IFRN-Parnamirim. Com a liberação do viaduto da Abel Cabral, sexta obra do complexo viário da BR-101 a ser entregue pelo Dnit, o trecho de 1,6 km de rodovia interditado desde novembro do ano passado será parcialmente desimpedido.

A expectativa para conclusão de todo o trecho foi prorrogada para o mês de agosto, quando será liberada a passagem inferior em obras na altura da Av. Maria Lacerda – o equipamento está com estrutura 90% concluída. “Isso se não houver nenhum contratempo causado por condições climáticas desfavoráveis”, informou o Dnit através da assessoria de imprensa. Yuno Silva – Tribuna do Norte

Estão sendo investidos R$ 23 milhões nas duas obras, que irão facilitar o acesso aos bairros de Cidade Satélite e Nova Parnamirim. As próximas intervenções serão a construção do viaduto em frente ao Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, e o prolongamento do túnel da Avenida das Alagoas no bairro de Neópolis.

A superintendência regional pretende concluir, até dezembro próximo, todas as obras viárias previstas para o trecho de 13,7 km da BR-101 entre entre Natal e Parnamirim (do 95,9 km ao 109,6 km). A intenção é transformar a rodovia em via expressa, com o advento de cinco viadutos, duas passagens inferiores e vias marginais nos dois sentidos.

Ainda são planejadas a construção de cinco passarelas, aumento do túnel da avenida das Alagoas e 46 paradas de ônibus. O orçamento total bate na casa dos R$ 168 milhões.

Para o serviço correr conforme o planejado, e terminar dentro do prazo, a Companhia Energética do RN (Cosern) precisa reposicionar postos de energia em pontos ao longo da obra para permitir a construção das passarelas.

Já foram concluídos três viadutos (em Neópolis, Emaús e Parnamirim), uma passagem  inferior e uma passarela (ambas próximas ao IFRN-Parnamirim), e um túnel de drenagem. Com a entrega do viaduto da Abel Cabral, o Dnit-RN alcança 67% do complexo viário da BR-101.

O projeto não contempla a construção de recuos (baias) para parada de ônibus nas marginais. “Como o tráfego não será grande nas marginais, não vimos a necessidade das baias. A ideia é que as vias principais assegurem o grande fluxo”, declarou Antônio Willy Vale Saldanha Filho, superintendente do Dnit-RN.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: