DNOCS promete concluir obra de Passagem das Traíras em seis meses

As obras de recuperação da Barragem Passagem das Traíras estarão totalmente concluídas em seis meses. A garantia foi dada nesta sexta-feira (12) pelo diretor geral do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS), engenheiro civil Fernando de Araújo Leão, durante visita da governadora Fátima Bezerra ao reservatório, no município de São José do Seridó.

De acordo com o Governo do RN, a definição de um prazo para conclusão da obra tinha sido cobrado pela governadora durante reunião realizada na última semana de 2023 com representantes do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, da Codevasf e do próprio DNOCS, diante da previsão de que o Nordeste poderia enfrentar um novo período de seca severa nos próximos anos.

Construída no leito do Rio Seridó para reforçar o abastecimento nas cidades de Jardim do Seridó, Caicó e São José do Seridó, a barragem inaugurada em 1994 tem capacidade para acumular 49,7 milhões de metros cúbicos. O Governo do RN tem pressa na conclusão dos trabalhos para não perder a quadra chuvosa de 2024.

Conhecedora da história da região e dos efeitos nefastos das secas no sertão nordestino, a governadora Fátima Bezerra destacou a importância da finalização das obras, que vêm sendo tocadas pelo DNOCS desde o final de 2020. Na época em que foi emitida a ordem de serviço, o prazo para entrega da barragem totalmente recuperada era o início de 2022.

De acordo com o Governo do RN, levantamentos mostram que 95% do serviço já foram realizados, faltando concluir a fundação e revestimento de parte do paramento de montante na faixa do sangradouro, revestimento da galeria e uma pequena parte do paramento de jusante, além da aquisição e instalação dos hidromecânicos, conjunto composto por um sistema de comportas, tubulação e dispersão de água.

“Viemos aqui para trazer a esperança de aprontar essa obra o mais rápido possível. Queremos ouvir do representante do DNOCS quando a obra ficará pronta. E garanto que estaremos aqui dia-a-dia para acompanhar o andamento desses trabalhos”, afirmou a governadora, lembrando que acompanha o projeto de Passagem das Traíras desde os tempos em que era deputada estadual. “Vi a primeira cheia dela, a coisa mais linda do mundo”. Lembrou também que o projeto executivo das obras de recuperação da barragem foi elaborado pelo governo do RN com recursos do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, na época sob o comando do ministro Gustavo Canuto.

Nas tratativas com o DNOCS e empresas responsáveis pela obra, a Semarh propôs a construção de uma ensecadeira para barrar o curso da água e permitir o andamento das obras. “É uma alternativa, um serviço em paralelo às obras, pois em caso de chuva a recuperação não seja paralisada. Estamos confiantes com relação ao término dessa obra, uma esperança cautelosa”, disse o secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Paulo Varella.

O diretor geral do DNOCS, Fernando Leão afirmou que os prazos pactuados serão cumpridos. “Até o final de março entregaremos todas as obras físicas e em seguida a instalação dos equipamentos hidromecânicos, que levará em torno de 90 dias. Com isso, garantimos em até seis meses a entrega total da barragem pronta”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.