fbpx

Eleição Amazonas volta às urnas para a escolher novo governador-tampão

A insatisfação do eleitor amazonense com o atual cenário político local e com os dois nomes postos para o segundo turno da eleição suplementar para o governo do estado pode levar o pleito deste domingo a registrar um novo recorde de abstenção e votos nulos – no primeiro turno, 40% do eleitorado decidiu não votar ou não escolher nenhum dos nove candidatos.

O Amazonas volta às urnas para a escolha do governador-tampão tendo de optar entre os candidatos Amazonino Mendes (PDT), de 77 anos, e Eduardo Braga (PMDB), 56 anos, dois símbolos do grupo político que se reveza no poder desde a década de 1980. Criador e criatura agora duelam por um mandato de 14 meses após o ex-governador José Melo (Pros) e seu vice, Henrique Oliveira (PR), terem sido cassados por compra de votos na disputa de 2014.

Pesquisas feitas por institutos locais apontam a vitória de Amazonino. A se confirmar as projeções, será o quarto mandato do septuagenário político. Apontado como o cacique maior da política do estado, ele é o “pai” das principais lideranças, incluindo o próprio Braga, que em 1992 foi candidato a vice de Amazonino na disputa pela Prefeitura de Manaus – a chapa saiu vitoriosa. As informações são de Fábio Pontes, Veja.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: