ELEIÇÕES 2020: A mafiosa oligarquia Soares monta estrutura financeira que patrocinará a reeleição de Gustavo em 2020


A oligarquia fundada pelo maior ficha suja da história do Assú, Ronaldo Soares, pai do coroné e deputado George Soares e do turista prefeito do Assú, Gustavo Soares, estão supostamente montando em Assú com familiares e/ou amigos, uma verdadeira máfia – sem a elegância da italiana, que preza pelo comprometimento acima de tudo e todos para manutenção do poder e baseado na lei do silêncio, ou seja, o que acontece na máfia permanece na máfia.

Nos últimos meses, quase todas as licitações e contratos tem superado os valores pagos em 2017 e 2018, e hoje se conta qual fornecedor não tem um contrato MILIONÁRIO na Prefeitura do Assú, deixando claro a susposta montagem de estrutura financeira para patrocinar a reeleição do bobo da corte e prefeito Gustavo Soares na campanha eleitoral de 2020, tudo para combater o favoritismo do candidato da oposição, o ex prefeito Ivan Júnior.

Ivan Júnior que lidera todas as pesquisas, vêm provocando insônia no grupo da situação e, principalmente para os Soares, que agem inescrupulosamente, assim como a Máfia, dominando a Prefeitura do Assú e querendo estender seus tentáculos a toda a estrutura da administração pública, sem deixar escapar nada ou ninguém.

Do mês de Julho/2019 até a data de hoje, inúmeros contratos estranhos e esquisitos, que inclusive, são alvo de atuação do Ministério Público, foram firmados pela prefeitura do Assú com empresas ligadas a aliados do prefeito municipal, quase todos com valores que se aproximam e passam de milhões de reais, o últimos deles foi com um escritório de advocacia em Natal que pertence a um amigo do deputado George Soares, a Prefeitura fechou em quase 1 milhão de reais.

Comenta-se nos bastidores, que sem se satisfazer com absolutamente nada e decidido a não perder a campanha eleitoral de 2020 para Ivan Júnior, o Dom Corleone (protagonista do filme o poderoso chefão) assuense Ronaldo Soares, está exigindo do seu filho Gustavo, o maior número de contratos que puderem ser feitos, que supostamente irão servir de patrocínio na campanha eleitoral do próximo ano.

Os Soares não aceitam ninguém além deles mesmos para governar o Assú, e falam nos quatros cantos da cidade, que não irão perder essa eleição, e desde já, movimentam toda a Prefeitura bem como a Câmara de Vereadores, para obterem o maior recurso financeiro possível e montarem a maior estrutura já vista na cidade, tudo para tentar tirar ou pelo menos diminuir o favoritismo do ex prefeito Ivan Junior, maior adversário dos Soares na terra dos poetas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: