ELEIÇÕES 2020: Clima tenso entre Pastor Alfredo e vereador Stélio


O vereador Stélio de Sá Leitão, que recebe um salário de aproximadamente 8.000,00 da Câmara Municipal, e como vereador da cidade do Assú mais folga do que trabalha, ele atua também como co-pastor na Assembleia de Deus, preza pelo princípios dos bons costumes, como ser um homem íntegro, honesto e de nome a zelar.

Infelizmente, a máscara do vereador anda caindo na cidade. O vereador foi condenado a pagar uma quantia cara a uma empresa que teve cheque devolvido, e com essas atitudes, quem andou se chateando foi o pastor Alfredo, que tinha Stélio como um filho.

O pastor Alfredo, que de bobo não tem nada, já vinha sonhando em sabotar a campanha de reeleição de Stélio, precisava apenas de um motivo, para justificar o lançamento de seu filho como candidato da “rede” evangélica Assembléia de Deus em Assú, que historicamente, tem poder eleitoral para eleger um e dependendo da desunião ou união, poderiam até eleger dois vereadores.

O Pastor Alfredo agora criou coragem e resolveu colocar a cara pra bater, já que antes, só ficava na surdina, ditando e mandando, e agora com a entrada do seu filho na disputa por uma vaga na Câmara, apenas por ser filho do pastor, e deixando outros fiéis com trabalho e respaldo de fora, vamos acompanhar o desenrolar dessa história e ver se ele tem poder de unir ou de desagregar ainda mais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: