fbpx

Em Ceará-Mirim, prefeito bolsonarista faz contorcionismo para negar fracasso nas urnas apesar de denúncias de assédio

Após vitória do de Lula em Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte, com 72,39% (32.726 votos), o prefeito bolsonarista Júlio César (PSD) tenta minimizar a derrota, ao publicar em rede social um texto apontando que ele próprio segue sendo campeão das urnas no município, pois obteve 32.815 votos em 2020.

“Com uma diferença de 89 votos Júlio supera a votação de Lula o que lhe garante o título de campeão de votos na ‘Terra dos Verdes Canaviais’”, diz a publicação, feita originalmente no Blog Ceará-Mirim Livre.

Prefeitura de Ceará-Mirim é investigada por assédio eleitoral pelo Ministério Público do Trabalho e cidadãos confirmaram à Agência Saiba Mais que Júlio César ameaçava não só servidores municipais.

“Servidores estão tendo ordens pra comparecer, panfletar e fazer número nas carreatas e passeatas pró-Bolsonaro. Os servidores que se opõem a isso estão sendo ameaçados. Não está mais sendo feito de forma disfarçada ou velada. Júlio César está em cima”, contou morador da cidade.

Em live, ele insinuou que daria as costas a eleitores dos distritos que votassem em Lula.

Agência Saiba Mais

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: